Saúde

Em que dia do ciclo testes de progesterona são feitos.

Pin
Send
Share
Send
Send


Para aqueles que planejam a gravidez, os níveis de progesterona são importantes. Hormônio afeta a função reprodutiva do corpo. Saber quando fazer um teste de progesterona (FSH, estradiol, prolactina) e não perder este dia é muito importante. Desvios dos níveis hormonais indicarão o desenvolvimento de violações sérias.

O que o teste de progesterona mostra?

Os hormônios afetam o funcionamento de todos os sistemas e causam metade de todas as patologias femininas. Seu nível no corpo feminino é muito importante. Os desvios podem ser indicados por sangramento inesperado ou não ocorrência de menstruação no tempo. Como regra, os pacientes recebem um estudo sobre os níveis hormonais. Especialistas explicam em qual dia do ciclo tomar progesterona e escrever a direção.

Esta análise é muito importante, especialmente para as mulheres que planejam a gravidez. Os médicos chamam a progesterona de hormônio da gravidez, porque prepara o útero para proteger o embrião, o óvulo para fertilizar e as glândulas mamárias para amamentar. Além disso, os níveis hormonais normais ajudam a preparar-se emocionalmente para a gravidez. Todos os estágios do desenvolvimento fetal e da gestação exigem o monitoramento da concentração de hormônios no sangue.

A análise ajuda a determinar a ovulação, porque os níveis de progesterona começam a aumentar durante esse período (fase lútea). A este respeito, é muito importante saber em qual dia do ciclo tomar progesterona. O nível máximo do hormônio, excedendo a norma em 10 vezes, é observado antes do início da ovulação. Se os estudos não revelaram essas mudanças, há motivos para excitação e reteste. Saiba mais sobre como determinar a ovulação.

Quando tomar progesterona para uma mulher

Se o ciclo mensal se estabilizar, a fraqueza é notada, a hemorragia uterina começa, então os exames laboratoriais são necessários para os pacientes da clínica pré-natal para ajudar a determinar os níveis hormonais. Que dia para tomar progesterona? Como regra, o estudo deve ser realizado na terceira semana do ciclo. Avaliar os resultados da pesquisa por si mesmo não vale a pena, porque cada laboratório médico é caracterizado por suas próprias normas.

O tempo mais bem sucedido é de 22 a 23 dias do ciclo menstrual. É importante doar sangue com o estômago vazio, por isso é permitido por 8-12 horas antes da análise. Durante a gravidez, o estudo é designado para controlar o estado da placenta no segundo e terceiro trimestres. Além disso, existem várias indicações médicas para testes:

  • infertilidade
  • distúrbios menstruais,
  • suspeita de doença ovariana,
  • sangramento uterino de etiologia desconhecida,
  • definição de gravidez pós-termo
  • em homens com suspeita de patologia testicular,
  • cisto ovariano
  • distúrbios da glândula adrenal
  • a ameaça de aborto espontâneo
  • patologia da glândula tireoide.

A precisão dos indicadores de análise pode depender de muitos fatores, por isso é importante saber em qual dia do ciclo a progesterona é administrada. Às vezes os médicos prescrevem outra hora para o teste. Na dinâmica da análise requer doação de sangue em dias diferentes, após o qual você pode fazer uma imagem global. Para o estudo, é colhido soro sanguíneo, obtido da veia do paciente.

Como se preparar para a análise

A preparação deve ser a seguinte:

  1. As datas do último período menstrual são especificadas. Depende de qual dia do ciclo eles são prescritos para tomar progesterona.
  2. Antes do estudo, qualquer alimento é proibido, apenas a água é permitida.
  3. O dia antes do teste excluiu alimentos gordurosos, condimentados, atividade física.
  4. Certifique-se de tomar comprimidos com o seu médico, porque o cancelamento de certos medicamentos, mesmo se eles produzem progesterona, é inaceitável.
  5. É importante vir a doar sangue na hora marcada (dia 19 ou 21 do ciclo). Acredita-se que dados confiáveis ​​possam ser obtidos nos dias de hoje.

Quando a análise é atribuída

Um exame de sangue para progesterona não está na lista de estudos obrigatórios. É receitado a mulheres que tenham problemas em engravidar ou não se sentirem bem durante a gravidez. As principais indicações para testar a progesterona são:

  • Problemas com a concepção
  • Falha do cronograma mensal.
  • Ovulação induzida.
  • Doenças dos ovários.
  • Sangramento uterino.
  • Suspeita de gravidez prolongada.
  • Cisto no ovário.
  • Doenças das glândulas supra-renais.
  • A possibilidade de aborto espontâneo.
  • Doenças da glândula tireóide.

O teste do hormônio progesterona também pode ser dado aos homens se eles forem suspeitos de patologia testicular.

Recursos de análise

Como testar corretamente a progesterona? Muitos pacientes fazem essa pergunta, porque a confiabilidade dos resultados geralmente depende do cumprimento de todas as regras de análise. Os níveis sanguíneos de progesterona nas mulheres podem variar com a fase menstrual. Progesterona quando assumir em qual dia do ciclo os resultados serão mais confiáveis? Por via de regra, o estudo destina-se a mulheres durante 7 dias antes do começo da menstruação. Se uma mulher tem um ciclo menstrual quebrado, o estudo terá que ser realizado várias vezes por mês para que os especialistas possam ver o crescimento da progesterona em dinâmica.

Análise de progesterona como tomar? É importante lembrar que o sangue é retirado de uma veia para análise. Neste caso, o paciente não pode comer antes da cerca por pelo menos 6 horas. Você também deve excluir exercício, álcool e estresse. Além disso, alguns dias antes da coleta de sangue, você precisa seguir uma dieta suave.

As mulheres são aconselhadas a excluir da dieta carnes gordurosas e peixes, ovos de galinha, laticínios de alto teor de gordura e reduzir o uso de óleos vegetais.

É possível fazer uma análise à noite? Segundo especialistas na doação de sangue à noite não há nada de sobrenatural. O principal é que uma mulher não coma por 6 horas antes da coleta de sangue. Onde levar a análise? Geralmente, a análise é feita como prescrito na clínica pré-natal e também pode ser realizada em qualquer centro de diagnóstico.

O que os resultados do estudo

Antes de fazer um teste de progesterona, você precisa conhecer as normas de seus indicadores no sangue. Para mulheres não grávidas, a taxa de progesterona é a seguinte:

A taxa de progesterona em mulheres que já esperam um filho é esta:

Desvios nos níveis de progesterona podem afetar adversamente tanto a concepção da criança quanto o seu transporte. É necessário doar sangue para progesterona em caso de problemas com a fertilização e quaisquer queixas de problemas de saúde durante a gravidez. Quando doar sangue? Imediatamente com qualquer reclamação durante a gravidez, especialmente com sangramento repentino e secreção com sangue.

Aumento de nível

O hormônio aumenta drasticamente durante a gravidez. No caso em que a progesterona em mulheres é elevada, mas a mulher não está grávida, isso pode indicar patologias renais ou atividade excessiva do córtex adrenal. Além disso, um alto nível do hormônio é observado com doenças oncológicas das glândulas supra-renais, cirrose hepática e tumores ovarianos. Este desvio pode afetar a condição geral da mulher.

Os seguintes sintomas podem indicar que um hormônio está elevado:

  • Fraqueza geral.
  • Apatia
  • Diminuição do desempenho.
  • Dores de cabeça crônicas.
  • Erupção cutânea na pele.
  • Aumento da transpiração
  • Dor nas glândulas mamárias.
  • Mudanças de humor.
  • Falha do ciclo menstrual.
  • Sangramento uterino.
  • Fragilidade do cabelo.
  • Violação do trato digestivo.

Muitas vezes, quando o hormônio é elevado, a mulher começa a ganhar peso rapidamente, o que indica que os músculos do sistema digestivo estão relaxados, o que deve impedir a ingestão de grandes quantidades de alimentos. Se seus hormônios são perturbados e se você tiver progesterona elevada, você provavelmente será medicação recomendada. Se patologias perigosas não são encontradas, e o nível do hormônio é elevado, não é tão perigoso para a saúde do que o desvio na direção oposta.

Se durante a gravidez um hormônio ultrapassar a norma, isso significa que o corpo da futura mãe tem um dos seguintes problemas:

  • Violação das funções da placenta.
  • Patologia do rim.
  • Não gravidez única.
  • Aumente o açúcar.
  • Cisto ovariano.

Nível inferior

Se uma mulher reduziu os níveis de progesterona, muitos problemas podem surgir em seu corpo. Além disso, esse desvio pode afetar negativamente a saúde da criança. As principais complicações do hormônio baixo são as seguintes:

  • Infertilidade
  • Aborto espontâneo da gravidez.
  • O atraso no desenvolvimento da criança.
  • Reimplante do feto.
  • A fraqueza das funções da placenta.
  • Desvanecimento da gravidez.

Quando a progesterona é reduzida, uma mulher recebe terapia de reposição com drogas de origem sintética. O regime de tratamento e a posologia devem ser determinados por um especialista, porque durante o auto-tratamento é muito fácil ultrapassar os limites máximos admissíveis.

Na maioria das vezes, os médicos enfrentam uma situação em que o valor do hormônio é reduzido.

Quando tomar progesterona? A análise deve ser realizada com os seguintes sinais de diminuição do nível do hormônio:

  • Dores de cabeça crônicas.
  • Mudanças de humor.
  • Perda de peso aumentada ou dramática.
  • Spotting
  • Falha do ciclo menstrual.
  • Abortos nos estágios iniciais.
  • Depressão

Toda mulher deve lembrar-se de que quaisquer desvios no background hormonal podem afetar adversamente a saúde da mulher. Nos primeiros sinais de aumento ou diminuição do hormônio, você deve consultar um médico. A partir da puberdade, toda mulher deve visitar um ginecologista duas vezes ao ano. Se você seguir esta regra simples, a saúde de sua mulher estará sob controle, e você nunca encontrará problemas de falha hormonal.

Quando fazer um teste de progesterona

Muitas vezes, os médicos recomendam o teste de progesterona no 21º dia do ciclo. Mas não para todas as mulheres, tal recomendação pode se mostrar correta. Não é incomum que médicos e pacientes antes de verificar os níveis de progesterona não levem em consideração a duração do ciclo e o tempo da ovulação. O médico nem sempre tem tempo ou vontade de entender individualmente a história de cada paciente. Nesse caso, o médico pode prescrever incorretamente a data do exame, e uma análise incorreta pode levar a um resultado deliberadamente incorreto, a um diagnóstico “falso” e até mesmo a um “tratamento” desnecessário.

A progesterona é um hormônio do corpo amarelo, um hormônio da fase amarela do corpo. O momento ideal para analisar a progesterona é o meio da fase lútea, ou seja, cerca de uma semana após a ovulação.

Determinar corretamente em qual dia do ciclo você precisa fazer uma análise em cada caso, você só pode rastrear a ovulação. Por exemplo, por gráficos de temperatura basal, testes de ovulação caseira ou ultra-som. É especialmente importante rastrear a ovulação na presença de "atrasos" e um ciclo irregular.

Se os resultados da análise forem questionáveis, é necessário repetir o estudo em vários ciclos para eliminar a possibilidade de um erro. Neste caso, é desejável fazer um exame de sangue não uma vez por ciclo, mas 3-4 vezes com um intervalo de 3 dias - cerca de 3-4, 6-7 e 9-10 dias após a ovulação.

Teste de progesterona - o que é (o que isso mostra)?

Para entender o que constitui uma análise da progesterona, é necessário conhecer as características gerais e funções da própria progesterona, que ela realiza no corpo humano.

Assim, a própria progesterona é um hormônio sexual feminino que está envolvido no fluxo normal do ciclo menstrual e da gravidez. Isto é, este hormônio é necessário para ciclos mensais regulares regulares e para assegurar o curso da gravidez, para que não haja abortos espontâneos ou abortos perdidos.

A progesterona é normal no corpo feminino é produzida em quantidades variáveis ​​em diferentes fases do ciclo menstrual e diferentes órgãos. Assim, na primeira fase do ciclo menstrual, que é chamado de folicular e dura desde o primeiro dia da menstruação até a ovulação, o nível de progesterona no sangue da mulher é baixo, já que durante esse período é produzido apenas nas glândulas supra-renais em quantidade muito limitada. A progesterona também não é necessária na fase folicular, já que durante esse período é necessário estimular o crescimento e a maturação do óvulo no folículo ovariano, e não preparar órgãos para uma possível gravidez.

Na fase folicular nos ovários, ocorre o crescimento e a maturação do folículo ("bolha"), no qual se localiza o futuro óvulo. Depois que o folículo cresce e o ovo amadurece, essa “bolha” quebra, isto é, ocorre a ovulação. Como resultado da ovulação, o ovo deixa a cavidade abdominal, de onde entra na tuba uterina e se move ao longo dela até o útero. E no lugar de um folículo em formação, forma-se um corpo lúteo que começa a produzir ativamente progesterona durante toda a segunda metade do ciclo menstrual (fase lútea), preparando todo o corpo de uma mulher para uma possível gravidez.

Assim, verifica-se que na primeira fase folicular do ciclo menstrual, o nível de progesterona no sangue é baixo, uma vez que é produzido apenas pelas glândulas supra-renais. Além disso, aproximadamente 10 horas antes da ovulação (no momento em que o óvulo sai do folículo), o nível de progesterona no sangue aumenta acentuadamente e permanece assim durante todo o período da ovulação, com duração de 12 a 36 horas. Após a liberação do óvulo do folículo, a formação do corpo lúteo em seu lugar, o nível de progesterona no sangue aumenta ainda mais e permanece assim durante a segunda fase do ciclo menstrual (luteína), ou seja, até o início da menstruação. Se a gravidez ocorre no ciclo, então a menstruação não começa, e o nível de progesterona continua a crescer gradualmente, uma vez que esse hormônio é necessário para a preservação e o desenvolvimento normal do feto. Durante a gravidez, os níveis de progesterona aumentam até a 37ª-38ª semana, e até a 16ª-17ª semana é produzida pelo corpo lúteo do ovário, formado no local do surto, e da 17ª a 18ª semana - a síntese hormonal é realizada pela placenta.

Resumindo o acima exposto, é óbvio que o nível de progesterona no sangue de uma mulher não grávida é baixa na primeira metade do ciclo menstrual, aumenta acentuadamente desde o momento da ovulação, aumenta na segunda metade do ciclo e atinge valores máximos em cerca de 6-8 dias após a ovulação, após o que diminui ligeiramente, mas permanece alta até o último dia antes do próximo mês. No corpo de uma gestante com cerca de 7 a 8 semanas, o nível de progesterona dobra em relação aos valores da segunda metade do ciclo menstrual e então aumenta de forma constante e gradual até a 37ª-38ª semana, ou seja, antes do período pré-natal.

Assim, é óbvio que o efeito biológico da progesterona é a provisão de condições para o início da gravidez e sua posterior preservação.

De fato, na segunda metade do ciclo menstrual (fase lútea), que vai da ovulação até a próxima menstruação, é sob a ação da progesterona que o endométrio (mucosa) do útero é preparado para a introdução do óvulo nele em caso de gravidez. Assim, sob a influência da progesterona, os vasos sangüíneos do endométrio tornam-se convolutos, o fluxo sanguíneo para o útero aumenta e os nutrientes se acumulam nas células da membrana mucosa. Tais mudanças são necessárias para o subsequente apego e desenvolvimento do óvulo. Se a gravidez ocorre, então é a progesterona que a “preserva”, pois reduz a atividade contrátil do útero e não permite que ela “rejeite” o óvulo fertilizado.

Além disso, a progesterona estimula a produção de um segredo especial pela membrana mucosa das trompas de Falópio, que fornece nutrição para o óvulo que avança para o útero.

Diante do exposto, fica claro que o nível de progesterona, determinado na segunda metade do ciclo menstrual, mostra como funciona bem o corpo lúteo do ovário e se há uma ameaça teórica ao término de uma possível gravidez. Na segunda metade da gravidez (de 17 a 18 semanas), o nível de progesterona no sangue de uma mulher mostra quão bem a placenta funciona e se existe uma ameaça de parto prematuro ou morte fetal.

Ao fazer o teste de progesterona na primeira metade do ciclo menstrual, o médico será capaz de determinar a presença e revelar a atividade hormonal do cisto ovariano funcional (folicular ou corpo lúteo).

Além disso, o nível de progesterona no sangue de mulheres não grávidas, determinado na primeira e segunda fases do ciclo, permite identificar as causas de sangramento uterino, infertilidade e distúrbios menstruais.

Assim, o nível de progesterona no sangue de uma mulher mostra se os ciclos menstruais ocorrem corretamente em seu corpo e quão segura pode ser uma possível gravidez.

Análise de 17 progesterona

17-OH progesterona (17-alfa-hidroxiprogesterona) é um hormônio esteróide que é um dos intermediários na síntese de cortisol nas glândulas supra-renais. Apesar da semelhança no nome com a progesterona, a 17-OH progesterona tem uma origem e uma função diferentes e, portanto, testes para o conteúdo dessas substâncias no sangue refletem distúrbios no funcionamento de vários órgãos.

Assim, a 17-OH progesterona é sintetizada nas glândulas supra-renais e, portanto, a determinação do seu nível reflete a patologia desse órgão em particular. O nível de 17-OH progesterona está além da faixa normal em pessoas que sofrem de insuficiência adrenal, doença de Addison, doença da tireóide, etc.Além disso, as glândulas supra-renais produzem uma quantidade anormal de 17-OH progesterona afetar negativamente o funcionamento dos ovários e, portanto, mulheres com uma patologia adrenal inicial têm um ciclo menstrual irregular, falta de ovulação, infertilidade, hirsutismo (pêlos excessivos em mulheres).

É por isso que a determinação do nível de 17-OH progesterona é usada em uma pesquisa abrangente de mulheres com infertilidade ou disfunção menstrual, a fim de determinar a causa primária de tais distúrbios.

Quais testes de progesterona existem e quando devem ser tomados?

Atualmente, como parte do diagnóstico laboratorial de vários distúrbios endócrinos, estão sendo determinados os níveis de progesterona e 17-OH de progesterona no sangue. Apesar dos nomes semelhantes e até quase idênticos, estes são diferentes hormônios produzidos por diferentes órgãos que desempenham diferentes funções e, portanto, refletem a patologia dos diferentes órgãos endócrinos. Assim, a progesterona é produzida principalmente pelo corpo lúteo dos ovários em mulheres não grávidas e a placenta em mulheres grávidas e, portanto, reflete o trabalho desses órgãos específicos. E a 17-OH progesterona é produzida pelas glândulas supra-renais e reflete seu funcionamento.

Mas como a progesterona e a 17-OH progesterona afetam o funcionamento normal dos órgãos genitais (ovários, útero etc.), uma deficiência ou excesso de qualquer um desses hormônios leva a um colapso das funções menstruais, genitais e reprodutivas nas mulheres. Assim, justifica-se a análise de ambos os hormônios para passar em caso de menstruação irregular, infertilidade, sangramento e dificuldades na relação sexual. Apesar do espectro semelhante de patologias, em que os testes para progesterona e progesterona 17-OH são mostrados, esses hormônios ainda fazem em situações diferentes. Considere em quais casos você só precisa tomar progesterona, e quando - 17-OH progesterona.

Se uma mulher tem uma constituição normal normal, em que a puberdade ocorreu em períodos normais e não há sinais de excesso de andrógenos (acne, crescimento excessivo de pêlos, etc.), sangramento uterino, amenorréia (ausência de menstruação), irregularidades menstruais intermitentes, doenças crônicas não tratáveis processos inflamatórios nos órgãos pélvicos, bem como abortos habituais ou gestações perdidas (2 ou mais), ela deve ser testada para progesterona, uma vez que os problemas da esfera sexual são mais provavelmente causados ​​por Apanhar a deficiência ou o excesso de desta hormona, ou seja, as avarias nos ovários. Com os sintomas indicados, a mulher provavelmente tem cistos / cistomas ovarianos ou ausência de ovulação.

Se uma mulher sofre ciclos menstruais irregulares, infertilidade, sangramento recorrente, dificuldades com relação sexual e ao mesmo tempo que experimentou puberdade precoce, há acne, pêlos excessivos, diminuição da libido, deposição específica de gordura em qualquer parte do corpo e outros sinais de comprometimento do trabalho. glândulas supra-renais, então ela deve passar por um exame de sangue para 17-OH progesterona, uma vez que os problemas de saúde são mais provavelmente devido à patologia adrenal inicialmente. Mas desde que as glândulas supra-renais afetam o trabalho de todos os órgãos e sistemas, incluindo os ovários, então com patologia adrenal, os sintomas surgem dos órgãos genitais. Entretanto, em tais situações, o distúrbio das funções sexual, menstrual e reprodutiva é secundário, devido às patologias não dos próprios órgãos reprodutivos (útero, ovários, tubas uterinas, etc.), mas da glândula adrenal, que perturba o funcionamento normal dos genitais. Portanto, é óbvio que em caso de desordem da função sexual, menstrual e infantil, que são combinados com sinais de glândulas supra-renais prejudicadas (crescimento excessivo de pêlos, baixa libido, acne, obesidade com deposição irregular de gordura apenas em uma ou várias partes do corpo, vômitos, letargia, baixa atividade física, etc.), deve ser testado para concentração de 17-OH progesterona no sangue, a fim de identificar a natureza e gravidade dos distúrbios da função adrenal.

Mulheres que sofrem de infertilidade precisam passar por ambas as análises - sobre a progesterona e sobre a 17-OH progesterona, para revelar quais órgãos têm um funcionamento prejudicado que pode levar à impossibilidade de concepção.

Durante a gravidez, as mulheres são aconselhadas a fazer um teste de progesterona se houver suspeita de insuficiência da placenta, ameaça de aborto espontâneo, retardo de crescimento intra-uterino ou gravidez prolongada. Em outros casos, quando a gravidez prossegue normalmente, no passado não havia duas ou mais gestações perdidas, abortos recorrentes, etc., não é necessário fazer um teste de progesterona apenas para controle.

Análise da progesterona durante a gravidez

Na gravidez, o teste de progesterona é tomado como indicado, e não como parte de um exame de rotina de rotina previsto e aprovado pelos protocolos do Ministério da Saúde da Rússia.

Até 16-17 semanas de gravidez, inclusive, a análise da progesterona é dada a fim de avaliar o funcionamento do corpo lúteo, que nestes momentos sintetiza o hormônio e, assim, garante o desenvolvimento normal da gravidez. Se o corpo lúteo sintetizar uma quantidade insuficiente de progesterona, a gravidez provavelmente será perdida devido a um aborto espontâneo ou desbotamento (abortamento perdido). Da mesma forma, nos estágios iniciais até a 16ª a 17a semana, inclusive, a análise da progesterona é dada quando há ameaça de aborto espontâneo ou, se uma mulher teve várias perdas de gravidez no passado (aborto espontâneo, desmaio, aborto habitual). Nesses casos, se for detectada deficiência de progesterona, o médico prescreve o uso de medicamentos contendo esse hormônio (Duphaston, Utrozhestan) até a 16ª-17ª semana.

Entre a 17ª e a 18ª semana de gestação e antes do parto, o teste de progesterona é mais frequentemente prescrito nos casos em que há suspeita de insuficiência placentária, ameaça de parto prematuro ou retardo de crescimento intra-uterino de acordo com outros exames. De fato, da 17ª à 18ª semana, a síntese de progesterona é realizada pela placenta, e não pelo corpo lúteo dos ovários, que por esta altura já está morrendo e cessando sua atividade. Assim, se a placenta produzir uma quantidade insuficiente de progesterona entre a 17ª e a 18ª semana e antes do nascimento, isso indica insuficiência placentária e pode levar ao atraso no desenvolvimento fetal e nascimento prematuro.

Deve-se lembrar que, quando o teste de progesterona é administrado a mulheres grávidas pelas razões acima, é necessário avaliar não apenas seu nível de acordo com a semana de gestação, mas também seu aumento ao longo de um período de tempo. Isto significa que em duas mulheres diferentes, o nível de progesterona no sangue na mesma idade gestacional pode ser bem diferente, mas ao mesmo tempo ambos estarão bem. Tais variações no nível do hormônio são devidas às características individuais do organismo. Portanto, obstetras e ginecologistas experientes recomendam fazer um teste de progesterona durante a gravidez duas vezes com um intervalo de 10 a 14 dias. Se os resultados dos dois testes mostram claramente um aumento no nível de progesterona junto com a idade gestacional, então tudo está bem (mesmo se os próprios níveis hormonais estiverem no limite inferior da norma ou ligeiramente abaixo da norma). Mas se o nível de progesterona não aumenta junto com a idade gestacional, ou se sua concentração está significativamente abaixo da norma, então este é um sinal de alarme, já que esta situação reflete a ameaça de interrupção, insuficiência placentária ou retardo de crescimento intra-uterino.

Além disso, em 40-42 semanas de gravidez, uma análise de progesterona pode ser dada para determinar se há uma gravidez pós-gravidez ou simplesmente por causa de características individuais, o período de gestação é um pouco mais longo do que a média. Considere este aspecto com mais detalhes para evitar ambiguidades e ambiguidades.

Assim, uma gravidez normal para uma mulher pode durar de 280 a 320 dias. Mas para a maioria das mulheres, a gravidez dura 280 dias, ou seja, exatamente 40 semanas, e é por isso que médicos e cientistas levam de 40 a 42 semanas como o indicador médio para uma idade gestacional normal. No entanto, não se deve esquecer de um fato como uma gravidez normal com duração de 320 dias, ou seja, 45 - 46 semanas. Uma gravidez tão longa é chamada de prolongada.

Considerando o fato de que uma gravidez completamente normal pode durar de 40 a 46 semanas, surge a questão de como distinguir, após a 42ª semana de gestação, se há um atraso em uma situação particular ou uma gravidez prolongada normal. Nesses casos, um exame de sangue para progesterona é feito em resgate, o que é feito por 40 semanas ou mais para distinguir uma gravidez prolongada de um retiro. Se, por períodos de 41,5 ou mais semanas de gestação, o nível de progesterona no sangue estiver abaixo do normal no terceiro trimestre, isso indica prolongamento e, neste caso, o parto deve ser realizado com urgência para minimizar os efeitos negativos desse problema para o feto. Se na idade gestacional de 41,5 semanas ou mais, o nível de progesterona no sangue está dentro do intervalo normal para o terceiro trimestre, isso indica uma gravidez prolongada, e não prolongamento, e neste caso, é possível não realizar um parto artificial urgente (por indução de parto ou cesariana) ), e aguarde mais 2 - 3 semanas de início natural do trabalho de parto.

Normalmente, a concentração de progesterona no sangue de mulheres grávidas é a seguinte, dependendo do período de gestação:

  • O primeiro trimestre da gravidez (1 - 13 semanas inclusive) - 9 - 468 nmol / l,
  • O segundo trimestre da gravidez (14 - 26 semanas inclusive) - 71,5 - 303 nmol / l,
  • O terceiro trimestre da gravidez (semana 27 - antes do nascimento) - 88 - 772 nmol / l.

Os padrões acima são apenas indicativos, não são os mesmos para todos os laboratórios, pois são determinados dependendo do método e do conjunto de reagentes usados ​​em um determinado serviço de diagnóstico. É por isso que, para avaliar se o nível de progesterona em uma mulher específica é normal, é necessário levar no laboratório em que a análise foi realizada, as normas para o método que eles usam e o conjunto de reagentes. Caso contrário, uma comparação das normas para um método com indicações determinadas por outro método não dará nada, exceto para desapontamentos e preocupações.

Preparando-se para a análise de progesterona

Para fazer um teste de progesterona você precisa apenas de estômago vazio após um período de jejum durante a noite durante o sono. Isso significa que é ideal para o período com fome durar 8 a 14 horas, durante as quais você só pode beber água. De manhã, no dia da análise, não é permitido beber sucos, chá com açúcar, compotas e outras bebidas contendo componentes de frutas ou açúcar. É permitido beber apenas água sem gás.

Se for impossível passar um teste de progesterona de manhã com o estômago vazio após um período de jejum noturno, isso pode ser feito em casos excepcionais durante o dia ou à noite. Mas neste caso, é necessário que pelo menos 6 horas passem após a última refeição, e você precisa comer alimentos e pratos contendo uma pequena quantidade de gordura.

No entanto, deve-se lembrar que o melhor momento para doar sangue para análise de progesterona é o período de 8 a 10 horas da manhã, pois é nessas horas que a concentração máxima desse hormônio é determinada durante o dia. Em outros momentos, os níveis de progesterona são menores do que de 8 a 10 da manhã, embora dentro da faixa normal. Portanto, teoricamente, é possível doar sangue a qualquer momento, mas, neste caso, a concentração de progesterona pode estar ligeiramente abaixo da norma, embora esteja na realidade no limite inferior da norma. E esta situação levará a falsos resultados injustificados do estudo.

Imediatamente antes de testar a progesterona, é aconselhável descansar na clínica ou laboratórios por 15 a 30 minutos e, durante esse período, acalmar-se e estar de bom humor.

12 - 24 horas antes da coleta de sangue para progesterona deve parar de fumar, beber álcool, eliminar o estresse físico e psico-emocional (incluindo treinamento esportivo). Se uma pessoa não puder parar de fumar dentro de 12 a 24 horas, é necessário parar de fumar por pelo menos 1 a 2 horas imediatamente antes de tomar o sangue.

2 - 3 dias antes de o sangue ser levado para análise, é necessário excluir o uso de qualquer medicação para que não afetem a precisão da determinação da concentração de progesterona. No entanto, se por algum motivo você não puder se recusar a tomar medicamentos, o laboratório e o médico assistente devem ser informados sobre quais medicamentos são tomados e em quais dosagens.

A preparação para testes de progesterona em crianças com mais de 5 anos é a mesma que em adultos, isto é, como descrito acima. Mas para crianças menores de 5 anos, a preparação para a análise é que eles não precisam comer por meia hora antes de doar sangue, mas devem sempre ser regados em pequenas porções de água pura e não gaseificada. Durante estas meia hora a criança deve beber 150 - 200 ml de água (um copo).

Quais medicamentos afetam o nível de progesterona no sangue?

Assim, os seguintes medicamentos podem aumentar o nível de progesterona no sangue:

  • Clomifeno (há um aumento nos níveis de progesterona acima do normal na segunda fase do ciclo menstrual),
  • Corticotropina,
  • Cetoconazol
  • Mifepristona,
  • Progesterona e os seus análogos sintéticos (injeções de uma solução de óleo de progesterona, Duphaston, Utrogestan, etc.),
  • Tamoxifeno,
  • Ácido valpróico.

Reduzir o nível de progesterona no sangue pode causar os seguintes medicamentos:

  • Ampicilina
  • Goserelin,
  • Danazol
  • Dinoprost,
  • Carbamazepina
  • Leupromide,
  • Trometamina,
  • Contraceptivos orais,
  • Pravastatina,
  • Prostaglandina F2,
  • Fenitoína,
  • Tsiproteron,
  • Epostan,
  • Estriol
  • Etinilestradiol.

Que horas para fazer a análise?

Primeiro, você precisa saber que, para a análise da progesterona, o sangue é retirado de uma veia estritamente com o estômago vazio (pelo menos após 6 horas de abstinência dos alimentos, mas melhor do que 12-14 horas de inanição). Em segundo lugar, o melhor momento para doar sangue para análise é o período de 8 a 10 horas da manhã, pois é nessas horas que a concentração máxima de progesterona é determinada na corrente sanguínea durante o dia. Ou seja, em outros momentos do dia, a concentração de progesterona no sangue é menor do que no período de 8 a 10 horas da manhã, mas ainda dentro da faixa normal. Mas as normas da concentração do hormônio no sangue são determinadas precisamente pelo período do nível máximo do hormônio.

É por isso que, para saber com certeza se a concentração de progesterona é normal ou não, é melhor doar sangue de 8 a 10 horas da manhã. Afinal, se a progesterona estiver no limite inferior da norma, ao doar sangue em outras horas, pode ser que ela esteja abaixo da norma, o que causará diagnóstico incorreto e tentativas infrutíferas de tratamento.

Em qual dia do ciclo você testa a progesterona?

Além do tempo de doação de sangue para análise, o segundo fator importante, cuja observância é necessária para obter um resultado correto e correto, é o dia do ciclo menstrual no qual a concentração de progesterona deve ser determinada. Em relação ao dia do ciclo no qual a análise deve ser feita, pode haver duas opções - seja 6 a 8 dias após a ovulação (aproximadamente 19 a 23 dias do ciclo menstrual) ou 1 a 3 dias do ciclo (durante o período menstrual).

Portanto, se houver suspeita de neoplasia ovariana (cisto, tumor) ou patologia adrenal, o teste de progesterona deve ser feito nos dias 1 a 3 do ciclo menstrual, ou seja, nos dias 1 a 3 da próxima menstruação. Se durante esse período os níveis de progesterona estiverem elevados, isso geralmente indica um cisto ovariano funcional (folicular ou corpo lúteo). Menos comumente, um alto nível de progesterona no sangue durante a primeira metade do ciclo indica um hormônio ovariano ativo (citoma). E ainda mais raramente, a alta progesterona em 1 a 3 dias do ciclo reflete desordens das glândulas supra-renais. Mas, neste caso, há uma deficiência ou excesso de outros hormônios e sinais de patologia endócrina (crescimento excessivo de pêlos, obesidade, acne, etc.).

Se for necessário avaliar o trabalho do corpo lúteo, revelar a insuficiência da fase lútea, revelar as causas do sangramento uterino disfuncional ou distúrbios menstruais, a análise da progesterona é feita nos dias 6-8 após a ovulação! É muito importante “pegar” uma ovulação, notar essa data e, em 6 a 8 dias, passar por uma análise da progesterona. Ovulação "Catch" pode ser métodos diferentes - fazendo ultra-som nos dias em que deveria acontecer, medindo a temperatura basal no reto da manhã ou simplesmente usando um teste de ovulação (sobre o princípio de usar o mesmo como um teste de gravidez) vendido em farmácias .

! É importante saber que a indicação padrão de que um teste de progesterona pode ser feito nos dias 19-23 do ciclo é correta apenas para o ciclo menstrual de 28 dias. Afinal, é para o ciclo de 28 dias que o período de 6 a 8 dias após a ovulação cai entre 19 e 23 dias. А для менструальных циклов другой длительности (25, 30, 35 дней и т.д.) период сдачи на 19 – 23 дни неправилен, так как он не приходится на 6 – 8 день после овуляции. Для получения же правильного результата сдача анализа должна приходится на 6 – 8 день после овуляции.É por isso que, para avaliar o nível de progesterona no momento certo e evitar erros de diagnóstico, é preciso “pegar” a ovulação e passar a análise do 6º ao 8º dia após sua ocorrência.

As mulheres grávidas podem fazer um teste de progesterona em qualquer dia que precisarem.

Diretrizes para teste de progesterona

Antes de dar números específicos de níveis normais de progesterona para homens e mulheres de diferentes idades, considere o que se entende por norma e por que eles diferem em diferentes laboratórios.

Assim, a norma para um indicador particular (neste caso, a progesterona) são os limites dos valores que ela pode assumir em uma população de pessoas perfeitamente saudáveis ​​que vivem em uma determinada localidade e pertencem ao mesmo tipo racial. Tais limites para valores normais para qualquer indicador laboratorial são determinados examinando voluntários saudáveis. Mas essas normas reveladas só são válidas se a análise subsequente for realizada usando exatamente o mesmo método e com a ajuda de um conjunto de reagentes absolutamente idênticos. Ou seja, é óbvio que para cada conjunto de diferentes reagentes e o método de determinação do mesmo indicador é necessário identificar as normas.

E dado o fato de que cada laboratório usa diferentes conjuntos de reagentes e métodos para determinar a concentração de progesterona, torna-se óbvio que eles terão padrões completamente diferentes, às vezes bem diferentes um do outro. Isso não significa que em um laboratório as normas não estejam corretas e as outras, ao contrário, estejam corretas. Isso significa apenas que os laboratórios usam diferentes conjuntos de reagentes e métodos para determinar a progesterona no sangue. E, portanto, se a análise foi realizada em um laboratório particular, então, a fim de decifrar os resultados, é necessário tomar as normas desta instituição em particular, e as que estão em vigor. Depois de seis meses, o mesmo laboratório pode começar a usar outro método ou um conjunto de reagentes para determinar a progesterona, e então suas normas mudarão. Portanto, as normas para avaliação dos resultados devem ser tomadas toda vez que uma análise é submetida.

Na tabela abaixo, apresentamos duas opções para as taxas de progesterona para os métodos mais comuns e freqüentemente usados ​​de kits de determinação e reagentes. Além disso, as primeiras normas para um conjunto comum de reagentes serão escritas após dois pontos ou um traço, e as segundas normas para outro método freqüentemente usado de definição serão indicadas ao lado do primeiro entre parênteses.

Norma de Progesterona Sanguínea

A aceitação da contracepção hormonal, período de gestação e menopausa afetam a produção de progesterona.

A concentração de progesterona no sangue varia dependendo da fase do ciclo ovulatório - em cada um deles, o valor de referência será diferente.

Um exame de sangue deve atender aos seguintes valores para uma mulher que não toma anticoncepcionais orais e cuja condição de saúde está em um nível aceitável:

  1. Fase folicular: 0,32 - 2,25 nmol / l.
  2. Fase ovulatória: 0,49 - 9,41 nmol / l.
  3. Fase luteica: 6,95 - 56,53 nmol / l.

No período de gestação, a progesterona é dependente do tempo:

  1. Trimestre I: 8,9 - 468,5 nmol / l.
  2. Trimestre II: 71,5 - 303,2 nmol / l.
  3. Trimestre III: 88,7 - 771,5 nmol / l.

No período da pós-menopausa, os exames de sangue não devem mostrar a quantidade de progesterona maior que 0,64 nmol / l.

Ciclo menstrual e progesterona

A duração do ciclo ovulatório depende da interação de vários hormônios e suas proporções.

Flutuações hormonais ocorrem durante todo o período reprodutivo mensalmente. Considera o ciclo padrão em 28 dias.

No entanto, sua duração pode variar e depende da idade e do estado de saúde. Convencionalmente, o dia do começo de um novo ciclo é o dia do começo do fluxo menstrual.

De acordo com esse ponto de referência, a progesterona no organismo se comportará da seguinte maneira, nos dias do ciclo:

  1. Dia 1 - 5. O índice de progesterona sobe gradualmente, causando rejeição e eliminação do óvulo não fertilizado e do excesso de tecido do útero.
  2. Normalmente, com um ciclo de 28 dias de descarga do útero não dura mais de 5 dias. Dia 5 - 14 - progesterona gradualmente picos.
  3. Dia 15 - 23. Após a ovulação passada e a não ocorrência da gravidez, as taxas de estrogênio e progesterona gradualmente começam a cair. O folículo, que é transformado no corpo lúteo, continua a produzir progesterona.
  4. Dia 24-28. Degradação do corpo lúteo ocorre e a quantidade de progesterona produzida é reduzida.

Quando tomar progesterona, em que dia do ciclo o ginecologista de tratamento decide. Sob o estado padrão das coisas, tal análise é necessária em tais dias durante a segunda fase:

  1. Para alugar no dia 22 do ciclo.
  2. A doação de sangue à progesterona é permitida no vigésimo dia do ciclo (com um ciclo ligeiramente encurtado).
  3. Considera-se ideal passar no teste no 21º dia do ciclo com sua duração padrão.

A taxa de progesterona no dia 21 do ciclo não pode ser inferior a 3 nmol / l, no entanto, não pode exceder 66 nmol / l.

O intervalo similar é causado por recursos individuais.

Progesterona e Ciclo Menstrual Irregular

Para um ciclo irregular, a fim de determinar o dia em que a progesterona deve ser tomada, a mulher precisa consultar um ginecologista.

O ginecologista, com base no calendário de menstruação, para determinar o dia mais adequado - a data de entrega pode ser no dia 22, bem como no dia 17.

Quando o ciclo menstrual é completamente instável, é possível determinar a data exata da ovulação apenas em uma instituição médica. Uma mulher é obrigada a passar por um teste de ovulação.

Para maior precisão, o teste é realizado uma semana após a conclusão do fluxo menstrual. Você pode precisar passar por isso várias vezes (táticas padrão - 7, 14 e 20 dias).

Com base nas mudanças dinâmicas na relação hormonal, um especialista pode determinar o dia mais apropriado para a análise da progesterona.

Independentemente da duração do ciclo, a progesterona desiste apenas após a ovulação, desde então os indicadores são maiores e isso oferece grandes oportunidades para determinar possíveis violações da relação hormonal no corpo.

Testes de progesterona e seus resultados

Depois de determinar o dia apropriado para análise, o médico consulta o paciente e explica que tipo de preparação é necessário antes da amostra de sangue de progesterona.

Regras padrão, que são necessárias para obter um resultado confiável de análise hormonal, são destacadas em primeiro lugar:

  1. 7 dias antes da análise, é necessário começar a reduzir gradualmente a intensidade da atividade física. 2 dias antes do teste, eles são obrigados a minimizar.
  2. Recuse-se do consumo de bebidas alcoólicas por 3 dias antes da data exata de coleta de amostras de sangue para os hormônios.
  3. A relação sexual deve ser terminada 2 dias antes da data exata do teste hormonal.
  4. Um dia antes da coleta de sangue, você deve tentar minimizar todos os possíveis fatores de estresse e efeitos que podem levar ao desequilíbrio emocional.
  5. 7 dias antes da data exata da análise deve parar de tomar todos os medicamentos hormonais e outros. Se for impossível cancelá-las, reduza a dosagem e avise o especialista, dando-lhe uma lista de medicamentos tomados.
  6. 2 - 3 horas antes da amostragem do material para o estudo é necessário deixar de fumar. O período mínimo de falha antes da coleta de sangue é de 1 hora.
  7. A última refeição é possível 8 horas antes da análise. No entanto, o período de jejum não deve ser superior a 14 horas. Alguns alimentos e refeições devem ser removidos da dieta diária por dois ou mais dias antes da análise.

Produtos, suplementos alimentares, refeições e bebidas que devem ser removidos da dieta por um tempo antes de fazer o exame de sangue para progesterona:

  • especiarias e especiarias
  • bebidas contendo taurina
  • café contendo bebidas
  • pratos gordurosos e fritos,
  • carne defumada
  • sobre os alimentos salgados
  • confeitaria e produtos de panificação.

Isso deve ser gradualmente eliminado durante a semana, uma vez que essa lista de produtos pode contribuir para a excitação do sistema nervoso, bem como levar a um certo deslocamento da razão hormonal sob a influência de macro e microelementos.

Quando a resposta recebida do laboratório excede os valores normais, isso pode indicar os seguintes processos patológicos e outros processos do corpo:

  • corpo amarelo cístico,
  • patologias renais,
  • disfunção do córtex adrenal,
  • amenorréia,
  • gravidez
  • patologia placentária.

Baixos níveis sangüíneos de progesterona podem indicar que a ovulação não ocorre, porque é um dia do ciclo determinado erroneamente para determinar o índice hormonal.

Progesterona durante a gravidez

Durante a gestação, concentrações elevadas de progesterona no sangue são aceitas como norma fisiológica.

No entanto, quando esses valores são determinados no sangue sem o fato estabelecido ou na parte 1 do ciclo, então são suspeitas mudanças negativas no processo de síntese hormonal do córtex adrenal ou insuficiência renal.

Na identificação de um processo de síntese hormonal prejudicada, uma certa terapia medicamentosa é desenvolvida, descendendo de certas características da fisiologia do paciente, bem como o estado atual da gravidez, a menopausa.

Ao planejar uma gravidez, a taxa superestimada de progesterona não é tão crítica quanto seu nível reduzido de síntese.

Com baixos valores de progesterona e estradiol, a ovulação pode não ocorrer, e durante a concepção, o aborto espontâneo pode ocorrer.

Para evitar tal situação, a necessidade foi introduzida para registro no MDC das gestantes até 12 semanas.

Com registro antecipado e passagem oportuna de análises hormonais, a mulher tem uma grande chance de salvar a criança em caso de distúrbios patológicos revelados da relação hormonal.

Para determinar a quantidade de progesterona, um exame de sangue é o melhor para as mulheres passarem no primeiro trimestre. O período exigido para a passagem indica o médico.

Também é possível que você precise coletar uma amostra de sangue para progesterona várias vezes em diferentes semanas de gestação - para monitorar a dinâmica das mudanças nas concentrações de progesterona no sangue.

Quando a deficiência de progesterona em mulheres grávidas nos estágios iniciais da gestação, não há "surto" fisiológico de progesterona e estradiol, que é uma ameaça direta de interrupção.

Para prevenir o desenvolvimento do estado de aborto, use drogas:

Eles estabilizam os níveis hormonais, sendo fontes de progesterona "emprestada".

No entanto, apenas o ginecologista que acompanha a gravidez pode tomar uma decisão sobre o grau de necessidade de aumentar artificialmente as concentrações do hormônio no corpo da gestante.

Além do ginecologista, a mulher deve fazer uma consulta com um endocrinologista e descobrir a “segunda opinião”.

Em caso de algum desvio no conteúdo do composto biologicamente ativo no sangue, sem uma diferença - o período da gravidez ou do lado de fora da concepção, o uso independente de drogas que levantam o indicador de hormônio é inaceitável.

No entanto, é possível controlar e corrigir seu conteúdo no sangue devido às seguintes ações:

  1. Recusa de bebidas alcoólicas.
  2. Cessação do uso de produtos contendo café.
  3. Recusa de procedimentos de salão perm e tingimento de unhas, cabelos, sobrancelhas.
  4. Aumentar a duração do sono até 8-10 horas.
  5. Recusa de fumar.
  6. Comece a se envolver em exercícios físicos (carga cardio) e ginástica respiratória.
  7. Menu de correção.

Para corrigir e estabilizar o nível de progesterona no sangue, é necessário adicionar alimentos com altos níveis de vitaminas à dieta. E e C.

Legumes e frutas devem ser sazonais - somente os produtos sazonais têm os componentes úteis necessários nas quantidades necessárias.

Progesterona - o que é esse hormônio?

A progesterona é um hormônio extremamente importante no corpo de uma mulher. É produzido pelo córtex adrenal e pelo corpo lúteo. Aparece no lugar do folículo dominante após a ovulação. Se um óvulo maduro não fertilizar, o corpo lúteo morre e a menstruação começa. Quando tudo acontece ao contrário, a concentração de progesterona aumenta a cada dia. O corpo lúteo produz esse hormônio até aproximadamente 16 semanas de gravidez, após o que a placenta assume essa função.

É através da ação da progesterona no corpo de uma mulher que o óvulo fertilizado pode ser ligado e desenvolvido com sucesso. Isso leva a um espessamento da camada interna do útero, que é um ambiente ideal para o desenvolvimento do embrião. Este hormônio reduz significativamente a contratilidade dos músculos lisos. Isso reduz o risco de aborto espontâneo, uma vez que o útero não é capaz de rejeitar um óvulo fixo. A progesterona também tem um efeito benéfico sobre as glândulas mamárias das mulheres, o que permite que elas se preparem para o período de lactação.

Como a progesterona muda ao longo do ciclo menstrual?

Os níveis de progesterona no corpo de uma mulher não são constantes. Isso varia dependendo da fase do ciclo menstrual. Nos primeiros dias após o início da concentração mensal deste hormônio é mínima. No futuro, começa a crescer durante o início da ovulação e por algum tempo. Se a gravidez não ocorreu, há uma queda acentuada no nível de progesterona, que termina com a próxima menstruação. Quando a fertilização ocorre, a concentração desse hormônio começa a crescer mais.

Com base nisso, os seguintes padrões de progesterona são distinguidos dependendo da fase do ciclo menstrual (nmol / l):

  • no período antes da ovulação, a taxa é de 0,31-2,25,
  • durante a ovulação, os níveis de progesterona podem ser de 0,47 a 9,42,
  • durante o período de funcionamento do corpo lúteo, a concentração do hormônio atinge 6,98-56,52.

O que pode precisar de uma análise para determinar o nível de progesterona?

Uma mulher saudável desde o momento da ovulação até o início da menstruação leva pelo menos 10 dias. Ao longo deste período, o corpo lúteo produz uma grande quantidade de progesterona, o que permite preparar adequadamente o corpo de uma mulher para o transporte de uma criança. Se a segunda fase do ciclo menstrual for significativamente reduzida, o endométrio não é capaz de passar por todas as mudanças que garantem o início bem-sucedido da gravidez. Além disso, essa condição pode levar ao aborto espontâneo nos estágios iniciais.

A detecção atempada de tais violações salvará a gravidez. Portanto, o teste de progesterona é obrigatório se a mulher estiver planejando ou já tiver concebido um filho. Também o encaminhamento para diagnósticos laboratoriais deste tipo é obtido em outros casos:

  • quando é necessário estabelecer a causa da infertilidade com a ovulação preservada,
  • no caso de ovulação induzida, a fim de monitorar a condição da mulher,
  • em caso de desenvolvimento de violações do ciclo menstrual, especialmente se eles estão presentes por um longo período,
  • se uma mulher tem muitos sintomas desagradáveis ​​que podem indicar doenças ginecológicas, como parte de um diagnóstico abrangente da condição do corpo.

Como passar no teste de progesterona?

Como fazer um teste de progesterona, para que ele fosse o mais verdadeiro? Nesta conta existem algumas regras simples:

  • Análise da progesterona durante a gravidez ou em qualquer outro momento que você precisa tomar apenas com o estômago vazio pela manhã.
  • Se o laboratório não puder ser visitado a tempo e o procedimento for movido para mais perto do jantar, é permitido um café da manhã leve. A condição principal - da última refeição deve passar pelo menos 6 horas.
  • É permitido beber água pura antes de fazer o teste, mas é recomendável excluir outras bebidas.
  • Por um dia para realizar testes laboratoriais de sangue, é necessário recusar alimentos gordurosos que podem distorcer o resultado, aumentando os níveis de colesterol.
  • O dia antes do teste é recomendado para excluir da dieta álcool, café, chá e quaisquer alimentos picantes.
  • Durante vários dias é aconselhável recusar receber qualquer medicação. Se isso não puder ser feito, é necessário notificar o técnico do laboratório sobre o tempo e a quantidade de medicamentos usados.
  • Um dia antes da análise, você precisa abandonar o exercício excessivo e evitar situações estressantes.
  • 2 horas antes de visitar o laboratório, é estritamente proibido fumar.

Quando é recomendado doar sangue para progesterona?

Em qual dia do ciclo eles dão progesterona para obter um resultado confiável? Se a menstruação de uma mulher ocorre regularmente e o ciclo dura cerca de 28 dias, recomenda-se a realização de um exame de sangue para determinar o nível desse hormônio a partir do 22º dia após a próxima menstruação. Neste caso, você deve visitar o laboratório o mais tardar uma semana antes do próximo sangramento. Especialmente, essa regra é útil para mulheres cujo tempo de ciclo é muito maior.

Quando tomar progesterona se a menstruação é irregular? Neste caso, o médico dá várias instruções ao laboratório em dias diferentes. Isso permite analisar o nível de progesterona na dinâmica, que exibirá um quadro completo do estado do corpo da mulher. Чтобы не сдавать дорогостоящие анализы несколько раз и оперативно получить всю необходимую информацию, можно предварительно определить день овуляции. После ее наступления примерно через 7-8 дней можно проводить исследование крови на уровень прогестерона.

Определить момент наступления овуляции можно при помощи трансвагинального УЗИ. Com sua ajuda, é fácil obter informações sobre se um folículo dominante se desenvolve no ovário, se um corpo amarelo apareceu.

Também estabelecer o fato da ovulação pode ser em casa. Para fazer isso, use um termômetro comum, com o qual você precisa medir a temperatura basal diária. Assim que começar a mudar, você pode falar sobre o início da ovulação. O principal é realizar um procedimento de medição de temperatura pela manhã, sem sair da cama. Se este método de determinação da ovulação for difícil, você pode comprar as tiras de teste usuais na farmácia.

O que as anormalidades indicam?

Se, por exemplo, no laboratório Invitro progesterona é detectado em uma concentração que difere da norma em qualquer direção, podemos falar sobre a presença de certas doenças. Com base em resultados de testes adicionais, o médico faz um diagnóstico e prescreve o tratamento apropriado. Na maioria das vezes isso faz com que o ginecologista-endocrinologista, que tem as qualificações necessárias. Se um distúrbio hormonal é encontrado em uma mulher grávida, o tratamento é prescrito pelo médico local.

Os níveis excessivos de progesterona indicam tais condições patológicas:

  • a presença de amenorréia e outras doenças que poderiam levá-lo,
  • desenvolvimento de cistos do corpo amarelo,
  • a presença de sangramento no útero,
  • patologia da placenta, que afeta negativamente o desenvolvimento do feto.

Uma diminuição no nível de progesterona é observada na presença das seguintes patologias:

  • a presença de processos inflamatórios crônicos nos ovários,
  • períodos irregulares,
  • a presença de vários distúrbios no funcionamento do corpo lúteo,
  • patologias de desenvolvimento do feto que podem resultar em aborto espontâneo,
  • falta de ovulação, o que leva à infertilidade.

Como trazer os níveis de progesterona de volta ao normal?

Se depois de passar testes revelaram um nível reduzido de progesterona, o tratamento adequado é prescrito. Existem várias maneiras de normalizar a concentração desse hormônio. Em alguns casos, a progesterona é prescrita sob a forma de uma solução de diferentes concentrações - 1%, 2%, 2,5%. É administrado por via subcutânea ou intramuscular.

As injeções de progesterona fazem estritamente de acordo com as instruções do doutor. Eles são nomeados na segunda metade do ciclo por vários dias. Você não pode interromper abruptamente o tratamento, exceder ou diminuir a dose da droga, o que pode levar a perturbações hormonais no corpo de uma mulher.

Além disso, a progesterona é freqüentemente prescrita em forma de pílula. As drogas mais populares deste grupo são Duphaston, Utrozhestan. Neste caso, o primeiro meio é feito de componentes sintéticos e o segundo - de natural. Duphaston é tomado apenas por via oral. Esta é uma droga que tem um monte de feedback positivo por causa da quase completa ausência de efeitos colaterais. Utrozhestan pode tomar-se de dois modos - vaginalmente ou oralmente. Quando usado do segundo modo, tal efeito colateral como tontura pode ocorrer.

Veja também

Então minha análise chegou e eu sento rastroennaya .. No 3º dia do ciclo eu estava no parto Eu sei muito bem por enquanto qual é o problema, mas eu estava marcado apenas para 2 de dezembro porque meu médico não queria outro em férias.

O principal objetivo do ciclo de hormônios no corpo durante o ciclo menstrual é a ovulação. O processo de ovulação é controlado pelo hipotálamo regulando (através do hormônio liberador de gonadotropina) a secreção de hormônios secretados pela pituitária anterior: LH e FSH. Na fase folicular (pré-ovulatória) da menstruação.

Sob o exame de sangue para hormônios, os médicos sugerem um estudo abrangente do material acima sobre a concentração e a presença de um número de substâncias biologicamente ativas produzidas pelas glândulas humanas. Este procedimento pode ajudar na identificação de um grande número de uma ampla variedade de doenças.

Olá meninas! Por favor, ajudem-me a decifrar a análise. Em 21 DC: progesterona 1.3 nmol / l SM.COMM. Fase folicular

O papel da progesterona no corpo feminino

Este hormônio é sintetizado pelos ovários e, em certa medida, pelo córtex adrenal. O trabalho da progesterona está relacionado principalmente à atividade da esfera sexual. A saúde de uma mulher em qualquer idade depende de sua formação hormonal. Tanto o excesso quanto a falta de hormônios afetam negativamente a função reprodutiva do corpo.

Para planejar a concepção de uma criança, você precisa saber quando tomar progesterona. Determine a quantidade desse hormônio realizando um exame de sangue apropriado. A concentração hormonal é expressa em nanomoles por litro.

O nível normal para uma mulher não grávida varia de 0,32 a 56,62 nmol / l, dependendo da fase do ciclo.

Em gestantes, a taxa devido ao período varia de 8,7 a 770,5 nmol / l. O nível de progesterona está constantemente sujeito a flutuações, e a quantidade do hormônio depende diretamente das fases do ciclo menstrual.

Assim, a primeira metade é caracterizada por um aumento gradual da progesterona. Na fase ovulatória, durante a ruptura do folículo e a liberação do óvulo, seu nível atinge o máximo. A glândula auxiliar resultante, o corpo lúteo, assume o desenvolvimento da progesterona. Se a gravidez não acontecer, a síntese hormonal é reduzida, o corpo lúteo morre e começa um novo ciclo menstrual.

Funções do hormônio no corpo

A progesterona está envolvida na formação do corpo do tipo feminino, promove o desenvolvimento dos órgãos genitais, é responsável pelo crescimento do cabelo. Normaliza a composição e circulação do sangue, regula a quantidade de açúcar. No corpo de uma mulher não grávida, em regra, a progesterona desempenha a função oposta ao estrogênio. Como prevenção da mastopatia inibe o crescimento excessivo das glândulas mamárias.

Em mulheres grávidas, o trabalho principal é preparar o endométrio do útero para a introdução segura do óvulo. As principais funções da progesterona são as seguintes:

  • inibe o ciclo menstrual
  • contribui para a adaptação de um óvulo fertilizado,
  • reduz o tônus ​​muscular
  • estimula a síntese do tecido adiposo, o acúmulo de nutrientes e o crescimento do útero,
  • é responsável pelo aumento das glândulas mamárias e suprime o nível de prolactina antes do início do trabalho de parto,
  • aumenta a pressão, aumenta a circulação sanguínea,
  • Promove o crescimento de alguns tecidos fetais.

Se a fertilização ocorreu, o hormônio cresce até o quarto mês de gravidez. Então a função do corpo amarelo realiza a placenta. Todo esse tempo, o nível de progesterona está aumentando gradualmente. O declínio hormonal ocorre nas últimas semanas antes do parto.

Uma pequena quantidade de progesterona não pode criar a espessura desejada do endométrio para reter o óvulo. Uma quantidade insuficiente de progesterona no início da gravidez é repleta de aborto espontâneo. A flutuação do nível hormonal afeta tanto o período pré-menstrual da menina quanto o período do climatério. Portanto, manter o hormônio no nível adequado é importante para uma mulher em qualquer fase da vida.

Indicações de Progesterona

Estabilização do nível de progesterona no sangue é realizada por um ginecologista e endocrinologista. A necessidade de análise sobre a progesterona, quando tomar e em qual dia do ciclo, também determina este especialista. Atribuir um estudo para as seguintes indicações:

  • na fase de planejamento da concepção para determinar a ovulação,
  • controle da gravidez,
  • análise de aborto
  • amenorréia em idade fértil
  • distúrbios disfuncionais do ciclo mensal,
  • tumor ovariano ou cisto
  • controle no tratamento de preparações hormonais,
  • períodos pubertal e menopáusico.

Em que dia para tomar progesterona depende do estado da mulher, a presença de uma patologia particular. A data específica é atribuída pelo médico individualmente. Se a gravidez é planejada, e no ciclo normal, exames de sangue são realizados na segunda fase: o 23º dia - o meio do período luteal, quando o nível do hormônio é o mais alto possível.

Em qualquer caso, o sangue para análise é passado cerca de uma semana antes da menstruação.

Se o ciclo é quebrado, a análise é realizada três vezes, cerca de uma vez por semana. As taxas mais altas são comparadas com valores normais. Controle recomendado de temperatura basal. A este respeito, a progesterona mais alta deve ser uma semana após o pico de temperatura. Então, com um ciclo curto, isso é cerca de 19 a 20 dias. Se o ciclo durar até 35 dias, é de 27 a 29 dias. As mulheres grávidas podem doar sangue a qualquer momento. É importante consultar o seu médico, descobrir qual é a análise sobre a progesterona, como tomá-lo corretamente.

Como se preparar para o estudo

Existem algumas condições para testar corretamente a progesterona. Antes de visitar o laboratório, você deve se preparar para o exame. Se possível, em duas semanas pare de tomar medicamentos que possam afetar o resultado. Se isso não for possível, uma lista de medicamentos deve ser elaborada indicando as doses e fornecidas ao técnico de laboratório.

A amostragem de sangue é realizada de manhã com o estômago vazio. O intervalo entre a última refeição e o estudo deve ser de pelo menos 8 horas. Os médicos precisam ser informados sobre a fase do ciclo menstrual, a duração da gravidez, contraceptivos orais ou outros medicamentos.

Durante os três dias anteriores, é importante eliminar alimentos salgados, defumados e condimentados da dieta. Não tome drogas e álcool. Abster-se de intimidade deve ser por dois dias. É importante evitar emoções negativas e choques nervosos na véspera da análise. Durante as duas últimas horas antes de doar sangue, não fume.

O desequilíbrio hormonal, em particular os níveis anormais de progesterona, é perigoso não só para as mulheres grávidas. Muitas vezes, uma mulher tem vários distúrbios externos. Possível ganho de peso rápido, pele seca e vagina, crescimento excessivo de pêlos. Além disso, há uma violação da digestão, dores de cabeça, flutuações de temperatura espontâneas. Você precisa estar atento aos sinais do seu corpo e monitorar a aparência desses sintomas - isso requer um exame sério.

O que é um hormônio progesterona?

A progesterona é um hormônio produzido pelo ovário ou testículos, assim como pelas glândulas supra-renais, cuja principal tarefa é manter o funcionamento normal do sistema reprodutivo humano. Um papel muito importante é atribuído a este hormônio durante a gravidez. Sem isso, é impossível fixar o óvulo às paredes do útero. Toda mulher deve saber qual é o hormônio progesterona, quando tomá-lo e qual é o papel desse composto no organismo.

  1. Preparação do endométrio no útero para a introdução do ovo.
  2. Garantir a integridade do epitélio uterino durante a gravidez devido à ausência de menstruação.
  3. Contribui para o crescimento do útero, que é necessário para o desenvolvimento normal do futuro bebê.
  4. A progesterona relaxa os músculos do útero e não permite que ele rejeite o feto.
  5. Graças ao hormônio, as glândulas mamárias são aumentadas, então elas se preparam para a lactação subseqüente.
  6. O hormônio contribui para o acúmulo de gordura subcutânea que nutre o bebê e a placenta.
  7. Normaliza a pressão sanguínea.
  8. Participa no desenvolvimento de tecidos.

Para descobrir o nível do hormônio no corpo, você precisa doar sangue para análise. A progesterona é tomada no dia do 22º ou 23º ciclo, após o início da menstruação. Se o ciclo não se ajustar e fizer mais de 30 dias, a consulta do ginecologista é necessária. Nesses casos, a análise é realizada após o 23º dia do ciclo.

Progesterona e ciclo menstrual

O ciclo menstrual é um processo biológico importante no corpo de uma mulher, no qual depende sua capacidade de conceber e dar à luz uma criança, isto é, a função de apoio à criança.

Em média, o ciclo menstrual consiste em 28 dias (desde o início da primeira menstruação até o início da segunda). Possíveis desvios - 21 a 35 dias. Não importa quantos dias o ciclo menstrual dura, é importante que seja regular.

O ciclo consiste em duas fases: na primeira, o hormônio estrogênio é produzido, na segunda - progesterona. A primeira fase do ciclo é a maturação do ovo e a ovulação, a segunda é a jornada do ovo até o “destino”, isto é, até o útero. Do folículo em que o óvulo amadureceu, forma-se um corpo lúteo, produzindo subsequentemente progesterona. O nível hormonal aumenta no sangue apenas na segunda metade do ciclo. Portanto, a questão de que dia para tomar progesterona, a resposta é inequívoca: mais perto do início da menstruação.

Se a fertilização não ocorrer, o óvulo morre e o corpo lúteo regride. Como resultado, todo mês uma mulher tem sangramento menstrual. Quando a gravidez, no entanto, ocorre, o hormônio continua a ser produzido pelo corpo lúteo até a 16 ª semana, e depois a placenta produz.

Norma de Progesterona Sanguínea

A progesterona é um hormônio importante que prepara o corpo de uma mulher para o próximo bebê. Sem isso, a gravidez é impossível.

Durante o mês, a concentração de progesterona no sangue varia. Portanto, o menor número está no início do ciclo (até 4,83 nmol / l). O número de hormônios aumenta até o início da ovulação (9,41 nmol / l) e continua a aumentar durante a fase lútea, quando o corpo lúteo começa a produzir (de 16,2 a 85,9 nmol / l). Com o início da menstruação, a quantidade do hormônio diminui para 0,32-2,51 nmol / l.

Para aquelas mulheres que engravidam, a concentração do hormônio no sangue continua a crescer e é:

  • No primeiro trimestre - de 14,9 a 108,1 nmol / l.
  • No segundo - de 61,7 para 159.
  • No terceiro - 17.3-508.8.

Em cada semana de gravidez, a progesterona é produzida em quantidades diferentes. Não importa quando as gestantes doam sangue para progesterona. Onde levar a análise, informe o médico local. Muitas vezes isso é feito em laboratórios privados.

Progesterona e gravidez

Muitas vezes você ouve a expressão "hormônio da gravidez". Mas as pessoas nem sempre entendem o que está em jogo. Hormônio da gravidez - isso é progesterona. Sua principal função é preparar o corpo de uma mulher para a próxima gravidez e promover seu desenvolvimento.

Quando uma mulher se sente bem, a análise para esse tipo de hormônio não é prescrita. Não está na lista de obrigatórios. Mas quando o estado de saúde da futura mãe está longe de ser normal, há ameaças de aborto, ela recebe uma análise da progesterona. Como tomar, como preparar - o especialista (endocrinologista) é obrigado a dizer.

A concentração do hormônio deve estar sempre dentro dos limites aceitáveis. Uma quantidade aumentada ou diminuída de progesterona indica anormalidades associadas à gravidez ou à saúde da futura mãe.

A baixa progesterona pode causar:

  • Aborto espontâneo
  • Desvanecimento da gravidez.
  • Insuficiência placentária.
  • Retardo fetal no desenvolvimento.
  • Parto renal e tardio.

Alta progesterona diz sobre:

  • Distúrbios na placenta.
  • Insuficiência renal.
  • Gravidez múltipla.
  • Problemas com a saúde da mãe (diabetes, cistos nos ovários).

Durante a gravidez, a progesterona contribui não apenas para a fixação do óvulo às paredes do útero, mas também:

  • participa na formação de tecidos embrionários,
  • muda o estado emocional e mental de uma mulher, "preparando-a" para a gravidez,
  • relaxa os ligamentos durante o parto.

Se você precisa saber o quanto de progesterona está no corpo, como fazer a análise e, o mais importante, quando, você deve consultar um especialista. Além do exame de sangue, outros tipos de estudos, especialmente ultrassonografia, podem ser adicionalmente prescritos.

A correção do hormônio é produzida permanentemente e em casa. Tudo depende do caso, assim como do estado da mãe e do feto. Se não houver ameaça de interrupção, é possível tratamento em casa. Como dizem, casas e muros são tratados.

Como doar sangue para progesterona?

Para aqueles que planejam uma gravidez, um exame de sangue para progesterona é um dos métodos diagnósticos importantes. Sua concentração aumenta significativamente após a liberação do óvulo do folículo (ovulação). O contato sexual neste momento vai quase acabar completamente com a gravidez.

Muitas mulheres estão interessadas em quando estão sendo testadas para progesterona, como doar sangue adequadamente para pesquisa e se é necessário se preparar para uma análise. Claro Antes de um exame de sangue para hormônios, uma consulta de endocrinologista é necessária.

Mulheres não grávidas doam sangue para progesterona no 23º dia do ciclo menstrual (o primeiro dia do ciclo é o primeiro dia da menstruação). Quando o ciclo é superior a 30 dias, a análise, respectivamente, passa um pouco mais tarde (no 28º dia).

Em suma, o estudo do "hormônio da gravidez" é realizado uma semana antes do início da menstruação. Neste caso, a duração do ciclo não importa. Aqueles que memorizaram uma regra tão simples não terão mais uma pergunta sobre qual dia tomar a progesterona.

A análise não requer preparação especial. O sangue venoso é tomado pela manhã com o estômago vazio. Alguns dias antes da análise, você precisa cancelar alguns medicamentos que tenham impacto nos resultados. Para fazer isso, e precisa de aconselhamento especializado.

As mulheres grávidas podem doar sangue para progesterona em qualquer dia. Os resultados são interpretados de acordo com o prazo (trimestre) da gravidez.

Correção do nível hormonal

Na maioria das vezes, os desvios da progesterona no sangue das mulheres são observados no lado menor. Isto é, é reduzido. Esta é a causa de abortos e gravidez ectópica. Além disso, a progesterona reduzida indica uma variedade de inflamações nos genitais (cistos, miomas).

Скорректировать уровень гормона можно с помощью специальных лекарств. Это прогестерон в уколах и таблетках. Схему лечения и дозы назначает только врач после тщательной диагностики.

A correção do hormônio permite ajustar o ciclo menstrual, apoiar o feto ou a placenta durante a ameaça de interrupção. A droga às vezes causa reações adversas - náusea, dor de cabeça, vertigem. No entanto, esses fenômenos são temporários.

Quem é contra-indicado para tratamento com progesterona?

Infelizmente, nem todo mundo é igualmente útil aumento da concentração desse hormônio no sangue. Além das reações adversas que a progesterona pode causar (como droga), ela afeta negativamente os doentes:

  • Câncer de mama, tumores genitais.
  • Hepatite ou outras doenças do fígado.
  • Bronquite
  • Doença Cardíaca.
  • Diabetes mellitus, insuficiência renal.

A progesterona não deve ser tomada por pessoas propensas à trombose.

A progesterona deve ser prescrita apenas por um médico. A automedicação é proibida.

Métodos populares de aumentar a progesterona no sangue

É possível elevar o nível de progesterona no sangue com a ajuda dos métodos tradicionais de tratamento, que são baseados na ingestão de ervas - é um manguito comum, canela, mamãe, um milenar, uma peônia, um galho sagrado, folhas de framboesa e potentilla. As substâncias encontradas nessas plantas estimulam a glândula pituitária. E ele, por sua vez, afeta a produção do hormônio pelo corpo amarelo.

Sugere-se que as infusões e os chás das plantas passem do décimo quinto ao vigésimo quinto dia do ciclo. Fitoterapia é bom para a prevenção da síndrome pré-menopausa, bem como para as mulheres que tentam engravidar.

A consulta com um endocrinologista também é necessária para o tratamento com métodos tradicionais. Afinal, nem todas as ervas são igualmente úteis para pessoas diferentes.

17 - Progesterona OH

Muitas vezes, depois de receber os resultados dos testes hormonais, as mulheres começam a entrar em pânico por causa do aumento do nível de 17-OH progesterona. E em vão. 17-OH não é um hormônio, é um produto de sua síntese. Também é produzido a partir do segundo trimestre da placenta e glândulas supra-renais do feto, o que explica o aumento da quantidade dessa substância.

A concentração de 17-OH na faixa normal é de 1,24-8,24 nmol / l durante a maturação do ovo, 0,91-4,24 no período da ovulação, 0,99–11,51 durante a liberação do óvulo pelo folículo.

Naturalmente, uma deficiência significativa, assim como um excesso de 17-OH, indica distúrbios no corpo. Estes podem ser:

  • Falhas do ciclo menstrual.
  • Tumores das glândulas supra-renais.
  • Anormalidades no desenvolvimento do feto (genitais externos em meninos).
  • Insuficiência do córtex adrenal no feto.

Então, 17-OH progesterona quando passar, informe o especialista. Os principais sintomas que são indicações para isso:

  • Abortos espontâneos
  • Mortalidade infantil (recém-nascidos).
  • Ciclo menstrual interrompido.
  • Acne no rosto.
  • Aumento do pêlo no peito e face nas mulheres.

Se fenômenos semelhantes forem observados, o sangue deve ser doado ao hormônio 17-OH (progesterona). Quando fazer uma análise? A pesquisa requer sangue venoso colhido pela manhã com o estômago vazio. Não há necessidade de se preparar para isso.

O diagnóstico e tratamento precoces ajudarão a evitar muitos problemas de saúde.

Progesterona nos homens

A maioria das mulheres que está planejando uma gravidez sabe o que é progesterona, quando doar sangue para um hormônio e o que os resultados significam. Os homens sabem qual o papel desse hormônio em seus corpos?

As funções da progesterona no corpo masculino:

  1. Serve para a prevenção de doenças tumorais do sistema reprodutivo, bem como doenças do coração e vasos sanguíneos.
  2. Fortalece o sistema ósseo.
  3. Controla o nível do hormônio estrogênio.
  4. Participa na troca de líquidos.
  5. Normaliza a glândula tireóide.
  6. Promove um sono saudável

Portanto, quando perguntado sobre por que a progesterona é dada a um homem, a resposta é simples - para a prevenção e diagnóstico de muitas doenças.

Medidas profiláticas para manter os níveis de progesterona

A quantidade de progesterona no sangue, como outros hormônios, depende de muitos fatores, em particular do estilo de vida. Estilo de vida adequado e saudável contribui para a produção normal do hormônio.

Para manter a progesterona na faixa normal, você precisa:

  • Dieta equilibrada.
  • Os alimentos devem ser variados, incluindo a inclusão do colesterol, que é a principal fonte do hormônio.
  • Evite situações e depressões estressantes.
  • Faça educação física e esportes.
  • Fortalecer a imunidade

Conclusão

A progesterona não é apenas o "hormônio da gravidez", é uma substância importante que é responsável pelo funcionamento normal do corpo humano. Todos devem conhecer os sintomas que indicam que a progesterona está elevada ou diminuída (quando testada, descrita no artigo) e que ajuda a normalizar seu nível.

Pin
Send
Share
Send
Send