Vida

Hospital após cistos ovarianos laparoscópicos

Pin
Send
Share
Send
Send


Os cistos ovarianos são uma causa frequente de dor no baixo ventre e infertilidade. Eles são de origem e estrutura diferentes, mas um cisto de qualquer tipo em um certo estágio de seu desenvolvimento pode requerer tratamento cirúrgico. Um método cirúrgico moderno e econômico é a laparoscopia de um cisto ovariano, que possibilita encurtar o período de hospitalização e acelerar a recuperação pós-operatória do paciente.

O que é um cisto ovariano

Cisto é chamado uma formação oca arredondada na superfície do ovário ou na sua espessura, assemelhando-se a uma bexiga. Seu conteúdo e estrutura de parede dependem da origem. Apesar de pertencer a tumores benignos, alguns tipos de cistos podem renascer com o aparecimento de células cancerígenas. Este processo é chamado de malignidade.

Às vezes, uma formação semelhante ocorre no câncer de ovário, quando, devido à desintegração central, uma cavidade irregular se forma dentro do tumor. Ao examinar as mulheres, os cistos paraovenciais também podem ser diagnosticados. As trompas de falópio estão envolvidas na sua formação e o tecido do ovário permanece inalterado.

Tipos possíveis de cistos ovarianos:

  1. o folicular, que é formado a partir de um folículo que não foi erupcionado no período ovulatório, às vezes há manchas de sangue no fluido dentro de tal cisto,
  2. luteal, que surge no local de um folículo ovulado (no corpo lúteo), contém fluido seroso e, às vezes, uma mistura de sangue de pequenos vasos destruídos,
  3. endometrioide, que se desenvolve durante a reprodução de células endometriais fora da mucosa uterina, sofre alterações cíclicas de acordo com o ciclo menstrual e contém um líquido escuro e espesso,
  4. Um cisto dermoide (ou teratoma maduro) pode conter tecidos germinais ou mesmo formações parcialmente formadas (dentes, pêlos), formas no lugar de um óvulo que começou a se desenvolver independentemente e é freqüentemente congênito,
  5. mucinoso - é multi-câmara e contém muco, pode crescer até 40 cm de diâmetro.

Cistos foliculares são múltiplos, neste caso eles falam de ovários policísticos. Além disso, em cada ciclo, o ovo não ovula, o folículo continua a crescer e se transforma em uma cavidade sob a membrana externa do ovário. Cistos de outras espécies são geralmente simples.

Quando a patologia requer tratamento?

Os cistos foliculares e luteínicos dependem do hormônio e podem ser gradualmente absorvidos. Mas se eles atingirem tamanhos grandes e não forem revertidos, eles devem ser removidos. Ao detectar formações endometriais, a terapia conservadora é prescrita primeiro. Com sua ineficiência e a presença de grandes entidades, é tomada uma decisão sobre a operação. Todos os outros tipos de cistos requerem apenas tratamento cirúrgico. Para a infertilidade, o médico pode recomendar a remoção de tumores pequenos, após os quais a terapia hormonal é mais frequentemente prescrita.

O objetivo da operação é a remoção completa da formação patológica. Em mulheres em idade reprodutiva, elas tentam preservar o tecido ovariano o máximo possível, realizando apenas ressecção. E na pós-menopausa, quando os hormônios sexuais praticamente não são produzidos, todo o órgão pode ser removido sem consequências para a saúde da mulher.

A operação é realizada pelo método clássico (através de uma incisão na parede abdominal anterior) ou a remoção laparoscópica de um cisto ovariano é realizada. Em ambos os casos, a mulher vai ao hospital, na maioria das vezes essa hospitalização é planejada.

Benefícios da laparoscopia

A remoção de um cisto ovariano por laparoscopia é um procedimento benigno. Todas as manipulações são realizadas através de 3 punções da parede abdominal. Ao mesmo tempo, os músculos abdominais não são dissecados, a fina membrana serosa interna da cavidade abdominal (peritônio) é minimamente ferida, não é necessário afastar manualmente os órgãos internos da área de operação.

Tudo isso faz com que as principais vantagens do método laparoscópico sobre a operação clássica:

  1. menor risco de desenvolver doença adesiva subsequente,
  2. baixa probabilidade de hérnia pós-operatória, que pode ocorrer devido à insolvência dos músculos dissecados da parede abdominal anterior,
  3. pequeno volume de feridas cirúrgicas, sua rápida cicatrização,
  4. um efeito poupador sobre os órgãos vizinhos durante a cirurgia, o que reduz o risco de hipotensão intestinal pós-operatória,
  5. menos limitações no período pós-operatório, uma alta precoce do hospital,
  6. a ausência de cicatrizes pós-operatórias deformantes, vestígios de punções podem ser escondidos cueca.

O método de tratamento laparoscópico permite que a mulher retorne a uma vida normal mais rapidamente, sem se sentir envergonhada por sua aparência e sem se preocupar com o possível desenvolvimento de efeitos a longo prazo após a cirurgia.

Preparação

Antes da cirurgia laparoscópica para remover um cisto ovariano, uma mulher precisa ser examinada, o que geralmente é feito em nível ambulatorial. Inclui exames de sangue gerais e bioquímicos, urinálise, coleta de sangue para triagem de hepatite, sífilis e HIV, ultrassonografia pélvica, fluorografia pulmonar, determinação de grupo sanguíneo e fator Rh, esfregaço vaginal para pureza. Em alguns casos, também é necessário fazer um ECG, examinar o estado do sistema de coagulação do sangue, determinar o estado hormonal, obter uma conclusão do terapeuta sobre a ausência de contraindicações para a cirurgia. O escopo da pesquisa é determinado pelo médico, com base no quadro clínico geral.

Antes da rotina de laparoscopia, os cistos ovarianos usam métodos contraceptivos confiáveis. Se você suspeitar de uma gravidez, você deve informar o médico com antecedência.

Poucos dias antes da operação, deve-se excluir da dieta repolho, leguminosas, bebidas carbonatadas, pão preto e outros produtos que aumentam a formação de gás no trato digestivo. Com uma predisposição à flatulência, o médico pode recomendar o uso de sorventes e drogas carminativas, muitas vezes apontadas pela purificação do trato intestinal inferior. Na véspera da intervenção, a última refeição deve ser o mais tardar às 18:00, você pode beber até às 10 da noite. No dia da cirurgia, é proibido beber e comer, com sede forte, pode enxaguar a boca e umedecer os lábios com água.

Imediatamente antes da laparoscopia, os pêlos púbicos e perineais são removidos, a ducha higiênica é tomada. Depois disso, não aplique loções, cremes ou outros produtos de cuidado na pele do abdômen.

Como a laparoscopia

A laparoscopia para remoção de um cisto ovariano é realizada sob anestesia geral (anestesia). No dia da cirurgia, um ressuscitador consulta uma mulher para identificar possíveis contraindicações e tomar uma decisão final sobre o tipo de anestesia. A intubação traqueal é mais utilizada, o que permite controlar a respiração e manter a profundidade necessária da anestesia. Antes disso, a pré-medicação é realizada quando um sedativo com efeito hipnótico é administrado por via intravenosa, sendo os tranquilizantes normalmente utilizados para isso. Em vez de uma injeção desse tipo, você pode usar anestesia de máscara.

A mesa cirúrgica é inclinada com a ponta da cabeça abaixada em 30º, de forma que os intestinos se movem em direção ao diafragma e abrem o acesso aos ovários. Após o processamento do campo cirúrgico no umbigo, é feita uma punção, através da qual a cavidade abdominal é preenchida com dióxido de carbono. Isso permite aumentar a distância entre órgãos e cria espaço para as manipulações necessárias. Um laparoscópio é inserido no mesmo orifício - um instrumento especial com uma câmera e uma fonte de luz. É avançado para a pélvis, onde os ovários estão localizados. Sob o controle da câmera de vídeo, nas partes laterais do abdome, mais duas perfurações são feitas mais próximas da virilha, necessárias para a introdução de manipuladores com instrumentos.

Após um exame minucioso dos ovários e cistos, a decisão é de continuar a laparoscopia ou a necessidade de amplo acesso à cavidade abdominal (o que é bastante raro). Neste último caso, todas as ferramentas são recuperadas e começam a operação clássica.

Durante a laparoscopia, o médico pode realizar uma esfoliação do cisto, uma ressecção em cunha (excisão) de um fragmento do ovário com um cisto ou a remoção de todo o ovário. O volume da intervenção cirúrgica é determinado pelo tipo de cisto e pelo estado dos tecidos circundantes. No final da operação, uma verificação é realizada pela ausência de sangramento, os instrumentos são removidos, o dióxido de carbono é sugado. Pontos externos e curativos estéreis são aplicados nos locais de punção.

Após a remoção do tubo endotraqueal, o anestesiologista verifica a respiração do paciente e sua condição, e dá permissão para ser transferido para a enfermaria. Na maioria dos casos, o paciente não é obrigado a ser colocado na unidade de terapia intensiva, uma vez que o rompimento dos órgãos vitais e a perda maciça de sangue não ocorrem.

Pós-operatório

Após a laparoscopia, recomenda-se levantar-se cedo da cama. Depois de algumas horas com uma pressão arterial estável, é aconselhável que a mulher se sente, levante e mova suavemente pela enfermaria. Uma dieta suave é prescrita, incluindo produtos lácteos fermentados, legumes cozidos no vapor e carne, sopas, peixe, sem produtos com propriedades de formação de gás.

O tratamento das costuras é realizado diariamente e a temperatura corporal é monitorada. O extrato é feito 3 a 5 dias após a operação, mas às vezes até a noite do primeiro dia. Os pontos são removidos em ambulatório por 7-10 dias. A reabilitação cheia normalmente ocorre durante o dia 14, mas a folha de inaptidão em boas condições de uma mulher pode fechar-se antes.

Pontos após a laparoscopia

Possibilidade de gravidez

Até o final do ciclo menstrual atual, é desejável excluir contatos íntimos, em caso de descumprimento desta recomendação é necessário o uso de contraceptivos. Gravidez após laparoscopia do cisto ovariano pode ocorrer no próximo ciclo. Por isso, é necessário esclarecer com o doutor quando pode cancelar a proteção. No caso de cistos funcionais (lútea e folicular) e ovários policísticos, a concepção é mais frequentemente permitida após a primeira menstruação, se o período de operação e recuperação tiver passado sem complicações. Mas após a remoção de cistos endometrioides, muitas vezes segue um estágio de tratamento medicamentoso.

Complicações possíveis

A complicação mais comum após a laparoscopia de um cisto ovariano é a síndrome da dor. Além disso, o desconforto é notado não na área de operação ou punção, mas na área do lado direito e do ombro direito. Isto é devido ao acúmulo de resíduos de dióxido de carbono perto do fígado, o que irrita o nervo frênico. Também pode haver dores musculares, leve inchaço dos membros inferiores.

Nos primeiros dias após a laparoscopia, pode ocorrer enfisema subcutâneo, isto é, acúmulo de gás nas camadas superiores do tecido adiposo. Isto é uma consequência de uma violação da técnica de operação e não representa qualquer perigo para a saúde. Auto-resolução do enfisema.

No pós-operatório tardio, a doença adesiva é ocasionalmente formada, embora o risco de seu aparecimento após a laparoscopia seja significativamente menor do que após a cirurgia clássica.

Quando a laparoscopia não é realizada

Apesar do desejo da mulher, o médico pode se recusar a realizar a cirurgia laparoscópica nos seguintes casos:

  1. obesidade grave (3-4 graus)
  2. detecção de acidente vascular cerebral ou infarto do miocárdio, descompensação de doenças crônicas existentes,
  3. distúrbios graves da hemostasia na patologia da coagulação,
  4. cirurgia abdominal transferida há menos de 6 meses
  5. suspeita da natureza maligna do tumor ovariano (cistos),
  6. peritonite difusa ou hematoperitônio pronunciado (acúmulo de sangue e cavidade abdominal),
  7. choque da mulher, aumentando a severa perda de sangue,
  8. alterações pronunciadas na parede abdominal anterior com fístulas ou lesões cutâneas purulentas.

A remoção laparoscópica de um cisto ovariano é um método cirúrgico moderno e suave. Mas a operação deve ocorrer após um exame minucioso preliminar da mulher na ausência de contra-indicações para ela. Deve ser lembrado que alguns cistos podem se formar novamente, se os fatores predisponentes não forem eliminados. Portanto, quando os cistos funcionais conduzem necessariamente um estudo dinâmico do estado hormonal e a correção das violações identificadas.

Reabilitação após laparoscopia de cistos ovarianos

Uma situação onde, durante a ovulação, o ovo não conseguiu sair do ovário, causa o acúmulo de fluido, a aparência de uma cavidade - um cisto. A neoplasia pode estar dentro e fora, provocar supuração, hemorragia, ruptura. A operação para remover um cisto ovariano é realizada de maneira laparoscópica suave, permanecendo suturas subsequentes. Sob anestesia geral, três pequenas incisões são feitas na parede anterior do abdômen: a câmera e os instrumentos passam por eles. Para a conveniência do acesso ao local da intervenção cirúrgica, um gás especial é bombeado para a cavidade peritoneal.

Recuperação após laparoscopia de cistos ovarianos ocorre muito mais rápido do que com intervenções abdominais. Para evitar complicações, e o processo foi realizado ativamente, recomenda-se:

  • mantenha a dieta alimentar,
  • exercitar-se moderadamente
  • tomar vitaminas
  • aderir às recomendações de ginecologistas,
  • fazer fisioterapia.

O que posso comer após a laparoscopia?

É indesejável comer no dia da operação, e no dia seguinte: eles só bebem água, e isso sem gás. Em seguida, para restaurar a função intestinal, você precisa comer alimentos puré ou vapor. Neste momento é bom comer sopas, cereais, bananas. Depois de um mês, você pode remover todas as restrições. Dieta após a laparoscopia do cisto ovariano sugere excluir por um tempo:

  • legumes frescos, frutas - a primeira semana,
  • farinha de comida,
  • carne defumada
  • salgado, picante.

Que tipo de corrimento após a laparoscopia é considerado normal?

Na fase de recuperação após a laparoscopia, cistos ovarianos em pacientes podem aparecer descarga. Os primeiros dias são sangrentos, uma pequena quantidade - isso é considerado normal. Nas próximas duas semanas, o muco claro é possível. Às vezes há escassez de sangue. Deve tomar cuidado e consultar um médico quando:

  • sangramento pesado
  • descarga esbranquiçada, amarelada.

O que fazer se dores de estômago após laparoscopia

A dor é frequentemente acompanhada de recuperação após a laparoscopia dos cistos ovarianos. Eles estão localizados na área de suturas, a parte média do abdômen, com duração de vários dias - até uma semana. Para reduzi-lo, recomenda-se tomar analgésicos, para não fazer movimentos repentinos, para descansar. Devido ao enchimento de gás no peritônio durante a cirurgia, ocorre pressão no diafragma. Isso causa dor após a laparoscopia dos músculos cistos ovarianos do corpo, doendo nas costas, pescoço. Para lidar com eles, você precisa se movimentar ativamente, andar. Drogas nesta situação são inúteis.

Em que dia os pontos são retirados após a laparoscopia

Quando a cirurgia laparoscópica é realizada, o paciente pode se levantar depois de 3 horas. Recomenda-se começar a se mover imediatamente, mas tudo deve acontecer sem problemas. As costuras devem ser tratadas todos os dias durante a semana com desinfetantes, se necessário, para realizar a drenagem. Eles curam completamente em cerca de oito dias. Uma mulher neste momento muitas vezes chega ao trabalho, mas precisa ir ao hospital para remover os pontos. Cicatrizes após laparoscopia rapidamente se tornam invisíveis. Então eles olham para a foto na alta do hospital - dois abaixo, e o terceiro no umbigo.

Quanto para ficar no hospital após a laparoscopia

Se a cirurgia laparoscópica foi bem sucedida, sem complicações, a alta do paciente no terceiro dia. Mais muitas vezes ocorre no quinto, e logo prolonga o hospital até dez. Durante esse período, o tratamento termina e o corpo começa a se recuperar após a laparoscopia de um cisto ovariano. Para garantir que a recuperação ocorra mais ativamente na alta hospitalar, é aconselhável seguir as recomendações:

  • você não pode tomar um banho de mês, tomar banho no banho,
  • sexo após a laparoscopia é permitido somente após 4 semanas (gravidez precoce não é bem-vinda),
  • limitar a atividade física por 30 dias,
  • não viajar durante este período,
  • 3 meses não podem ser levantados
  • tratamentos de água para tomar no chuveiro.

Quando a menstruação começa após a laparoscopia dos cistos ovarianos

Em caso de remoção bem sucedida do cisto, os períodos menstruais começam no momento apropriado, o que aumenta as chances de engravidar. Isso nem sempre é o caso, tudo é muito individual. As revisões dos pacientes indicam que dois ciclos podem ser perdidos. Com um atraso maior, você deve visitar especialistas. Existe a possibilidade de alterar a duração e a natureza da menstruação - isso é normal, não se preocupe. O perigo é representado por períodos abundantes e longos.

Quando planejar uma gravidez depois de uma laparoscopia

Seus planos para engravidar, é desejável realizar seis meses após a laparoscopia, quando há uma recuperação do corpo. É necessário realizar algumas atividades para garantir a ocorrência da gravidez:

  • пить три месяца фолиевую кислоту,
  • обоим партнерам отказаться от курения, алкоголя,
  • избегать стрессов,
  • кушать здоровую пищу с витаминами,
  • много двигаться,
  • наблюдаться у гинеколога,
  • сдать анализы,
  • исключить половые инфекции,
  • обследоваться на УЗИ,
  • пройти консультацию генетика,
  • планировать зачатие в дни овуляции.

O período após a cirurgia laparoscopia cistos ovarianos

Cirurgia abdominal para remover um cisto ovariano é realizada em casos extremos, quando o tumor é de tamanho enorme, uma alta taxa de crescimento de compactação e quando a sua degeneração em uma neoplasia maligna foi confirmada. A preparação para a cirurgia inclui muita pesquisa de laboratório, e o período pós-operatório é repleto de complicações e recuperação a longo prazo do corpo. Hoje, a medicina oferece um método alternativo de intervenção cirúrgica - a laparoscopia, que, ao contrário da cirurgia padrão, deixa traços quase imperceptíveis no corpo e contribui para a rápida recuperação do paciente durante o período de reabilitação.

Você deve considerar cuidadosamente as recomendações que dão aos médicos após a laparoscopia dos apêndices.

Contra-indicações

Apesar de quantas vantagens a laparoscopia tem de um cisto ovariano antes da cirurgia abdominal, existem algumas contraindicações para sua implementação:

  • Obesidade grau 3-4
  • doenças comissurais nos órgãos do peritônio e da pequena pelve,
  • diagnóstico oncológico do sistema reprodutivo
  • tratamento recente de doenças virais e infecciosas (do frio à cistite).

Estágios de operação

A laparoscopia de um cisto ovariano é realizada sob anestesia geral, e a tecnologia para sua implementação inclui as seguintes etapas:

  1. Anestesia e instalação de cateteres urinários.
  2. Desinfecção da superfície da pele e realização de 3 incisões para inserção na cavidade abdominal do laparoscópio e instrumentos cirúrgicos.
  3. Depois que o equipamento médico está próximo do órgão doente, o preenchimento do peritônio com ar começa a limpar o espaço de visualização da câmara óptica.
  4. Depois de examinar cuidadosamente o órgão, o cirurgião incisa o tecido do ovário e suga o líquido que preenche o cisto.
  5. Para evitar a ocorrência de aderências, o excesso de epitélio é suturado ou removido, dependendo da quantidade de excesso de tecido presente.
  6. Em seguida, remova todos os dispositivos e ar aspirado.
  7. Coloque pontos na 2ª incisão e na 3ª insira o tubo de drenagem.

Em geral, a laparoscopia do cisto ovariano dura de 20 minutos a 1 hora - depende do tamanho do cisto e do curso da operação em si.

Por quanto tempo o tratamento restaurador continua após a laparoscopia dos cistos ovarianos?

Normalmente, o período de reabilitação pós-operatória do hospital nas condições de um hospital dura pela 1ª semana de trabalho, às vezes com a tomada de dias de folga. O período total de recuperação completa do corpo tem uma duração mensal, durante a qual é necessário realizar todas as recomendações médicas, sem sobrecarregar-se fisicamente ou psicologicamente.

No 1º dia após a laparoscopia dos cistos ovarianos, os efeitos residuais são observados após a realização da anestesia. São sonolência, fraqueza, febre e também desconforto nos órgãos do trato gastrintestinal (náuseas, vômitos) e nasofaringe (sensações desagradáveis ​​deixadas pelo tubo de anestesia). O 1º dia de pós-operatório hospitalar encerra com sucesso significativo de pacientes jovens em autocuidado dentro dos limites de possíveis funções: higiênico, alimentação, procedimentos higiênicos. Caldo e água pura devem estar presentes na dieta.

Os próximos 2-3 dias após a laparoscopia do cisto ovariano, a mulher sente os efeitos da pressão do ar sobre o diafragma - dor na região do colar cervical e nos ombros. Possível descarga sanguinolenta da vagina, que também é a norma. Fraqueza geral, um ligeiro aumento da temperatura corporal e dor nos locais onde as suturas são aplicadas - este sintoma dura de 4 a 5 dias no máximo. O tratamento com drogas durante este período inclui antibióticos, antiespasmódicos e medicamentos fortificados.

A nutrição do paciente no período pós-operatório deve consistir em uma variedade de alimentos. A partir do segundo dia após a laparoscopia dos cistos ovarianos, você pode comer pão branco e pratos líquidos viscosos: caldo, geleia. O aumento na quantidade de alimentos consumidos deve ser feito com a inclusão de produtos magros e cozidos que são desejáveis ​​para serem cozidos no vapor.

Os pontos e a drenagem normalmente retiram-se em 4-5 dias no contexto da dinâmica positiva na condição geral do paciente. Após resultados satisfatórios de um ultrassom de controle, uma mulher recebe alta para tratamento ambulatorial com recomendações para uso de medicamentos hormonais e contraceptivos.

Sintomas de complicações após a laparoscopia de cistos ovarianos que requerem atendimento médico imediato

Cirurgia para remover um cisto ovariano é um procedimento complexo que requer adesão rigorosa às exigências de um médico no período pós-operatório. Apesar do fato de que a laparoscopia dá à mulher mais benefícios do que a cirurgia abdominal para remover um cisto ovariano, as complicações ainda podem ocorrer após a cirurgia. Estes incluem:

  • dor intensa, não desaparecendo mais de 1 semana,
  • hiperemia da pele ao redor das costuras,
  • sangramento não menstrual,
  • aumento na temperatura do corpo para 38-38,5 C,
  • forte fraqueza crescente
  • manifestações de desconforto de estômago: náusea, vômito, diarreia.

No caso destes sinais de aviso, você deve consultar imediatamente um médico, uma vez que qualquer atraso pode custar não só a saúde, mas também a vida. Cuide da sua saúde!

Como se recuperar rapidamente após a laparoscopia dos cistos ovarianos

O cisto ovariano é uma doença perigosa para o corpo e a função reprodutiva da mulher. Se um cisto atingir um tamanho grande e houver risco de ruptura, ele será prontamente removido. A recuperação adequada após a laparoscopia dos cistos ovarianos é muito importante, porque após qualquer cirurgia, há um risco de complicações.

Antes de continuar a ler este artigo, recomendamos que você leia e aprenda a linha secreta da Alena Vodonaeva. Abrir em uma nova janela >>

A laparoscopia dos cistos ovarianos no pós-operatório é um tema importante que discutiremos neste artigo. Considere as possíveis complicações e quais medidas precisam ser tomadas no caso delas.

A laparoscopia é perigosa?

Clique para ampliar

A operação usando laparoscopia é realizada usando um endoscópio equipado com um sistema óptico. Entre as vantagens deste método, pode-se destacar um baixo grau de trauma (pequenas perfurações são feitas), como regra, uma recuperação rápida do paciente após a cirurgia, uma curta permanência hospitalar, uma pequena perda sanguínea.

As cicatrizes tornam-se quase invisíveis, geralmente resolvidas em alguns meses. Cirurgia abdominal para remover um cisto ovariano é uma maneira muito menos suave para remover um cisto, a recuperação depois que ele levará mais tempo, mas entre as vantagens, pode-se notar que com essa operação, o médico pode examinar melhor o órgão doente.

Mensalmente após cistos ovarianos por laparoscopia

O início da menstruação, de acordo com a prática médica, ocorre na maioria dos pacientes dentro do período prescrito e geralmente não há distúrbio menstrual. Às vezes, após a laparoscopia, o cisto ovariano em pacientes tem uma menstruação irregular, que pode começar com um atraso ou vice-versa antes do tempo.

Tais violações estão associadas a muitos fatores, como as qualificações do médico que realizou a operação, as características do corpo da mulher, os dados de idade, a imunidade enfraquecida, o estresse experimentado durante a operação, etc. Neste caso, é muito importante prestar atenção aos processos que ocorrem no corpo, aos sintomas e à natureza da descarga e consultar um médico. O médico assistente prescreve nesses casos a ingestão de drogas que fortalecem o sistema imunológico e as vitaminas.

Para o tratamento de pacientes que não têm menstruação por seis meses ou mais, prescritos hormônios. Depois da laparoscopia, a ovulação reaparece e a gravidez é possível, por via de regra, durante seis meses ou um ano. Se a ovulação não se recuperar ao longo de vários ciclos, consulte um médico, você provavelmente precisará recorrer ao tratamento baseado em mídia.

Tratamento após laparoscopia

O tratamento após a remoção de um cisto ovariano tem como objetivo neutralizar o risco de desenvolver um processo inflamatório e, portanto, antibióticos devem ser tomados. Apesar do dano tecidual leve após a laparoscopia, a probabilidade de infecção ainda existe. Também é necessária a ingestão de medicamentos fortificados, medicamentos hormonais para indicações individuais, bem como fisioterapia.

Após a operação laparoscópica do cisto ovariano, o paciente deve ficar em decúbito dorsal por um certo tempo com um estado de repouso. A este respeito, a trombose pode por vezes ser provocada. Para eliminá-lo, prescrever produtos químicos e drogas que inibem a atividade do sistema de coagulação do sangue e evitar a formação de coágulos sanguíneos. Ajude também meias de compressão, que são obrigatórias antes da operação e usadas no período pós-operatório.

O que comer durante o período de recuperação

Após a laparoscopia devido ao modo inativo e como resultado de medicação, o desconforto no intestino, problemas digestivos e constipação são possíveis. Portanto, com uma nutrição adequada, a reabilitação será mais rápida. No primeiro dia, se o estado permitir e houver apetite, então é necessário usar um caldo fraco. Um aumento na quantidade de alimentos consumidos é obrigatório com a introdução na dieta de pratos magros cozidos que são recomendados para serem cozidos no vapor.

Na primeira semana após a laparoscopia, você pode comer cereais, sopas, carne bovina, costeletas de frango com baixo teor de gordura, cozido no vapor. No primeiro mês é necessário comer legumes (assados ​​e estufados), peixe, carne magra. Os alimentos nos períodos pós-operatórios devem estar corretos e consumidos em pequenas porções, depois os problemas digestivos podem ser evitados e a capacidade de trabalho do corpo pode ser restaurada. Aproximadamente 3 meses você precisa eliminar completamente o álcool, doces, alimentos fritos e gordurosos, chocolate, café e chá forte.

Consequências após a cirurgia do cisto ovariano

No caso em que a laparoscopia é realizada por um especialista qualificado, o desenvolvimento de complicações é insignificante. Mas a probabilidade de 100% não deve ser excluída. Entre os prováveis ​​problemas estão: sangramento após laparoscopia, dano vascular, tromboflebite, dano a órgãos próximos, doença infecciosa da cavidade abdominal, infertilidade, recorrência de um cisto.

Também deve ser notado que as complicações após a laparoscopia dos cistos ovarianos são individuais e dependem de certos fatores, como gravidez, aborto, insuficiência hormonal, excesso de peso, doenças crônicas, abuso de álcool ou drogas, tabagismo, hipotermia, não-conformidade com recomendações médicas. O reaparecimento de cistos ovarianos refere-se a complicações pós-operatórias e ocorre com bastante frequência.

Um cisto após a laparoscopia pode recorrer devido aos distúrbios hormonais e fatores de risco descritos acima. Após a laparoscopia, o médico pode prescrever o curso necessário de medicamentos que estimulam a produção de hormônios masculinos (muitas vezes esses métodos de tratamento são usados ​​após a remoção de um cisto endometrioide). Para evitar a recorrência de um cisto, certifique-se de seguir as recomendações do médico, não negligencie o tratamento prescrito, não deixe de visitar periodicamente o ginecologista, comer adequadamente e evitar o estresse.

Adesões ovarianas - possível risco de infertilidade

No contexto de complicações pós-operatórias, a prevenção das chamadas adesões é muito importante. As aderências são uma patologia devido a processos inflamatórios prolongados, operações, endometriose. representando a fusão do tecido em locais de inflamação. Se a incipiente inflamação pós-operatória em uma mulher não for tratada a tempo, ela se desenvolve em uma crônica, como resultado, ocorre o processo adesivo de fusão tecidual nos órgãos genitais femininos. As mulheres geralmente sofrem de dor persistente no baixo ventre que não pode ser tratada com analgésicos, pois são causadas por distúrbios anatômicos. Entre as consequências da doença estão os excessos da trompa de falópio, a dificuldade de fertilização e gravidez ectópica, a infertilidade.

Sintomas de complicações que requerem atenção médica imediata

A recuperação após a remoção de um cisto ovariano dura em média um mês. O período de recuperação é muito melhor do que as operações de cavidade aberta. Durante todo o período de reabilitação pós-operatória, monitore cuidadosamente o seu corpo. Entre os sintomas que requerem atendimento médico de emergência, selecione o seguinte:

  • dor severa após a laparoscopia dos cistos ovarianos. não desaparecendo uma semana após a cirurgia.
  • vermelhidão pronunciada da pele ao redor das costuras,
  • sangramento uterino,
  • cor escura, tendo um cheiro desagradável,
  • aumento da temperatura corporal para 38-38,5 C,
  • fraqueza crescente
  • desconforto no estômago: náuseas, vômitos, diarréia.

A ocorrência de pelo menos um ou vários dos sintomas listados pode indicar complicações pós-operatórias sérias no corpo, então consulte um médico imediatamente.

Uma nova maneira de limpar o corpo de parasitas por 1 rublo!

Um programa federal de tratamento e prevenção de parasitas foi lançado! É difícil acreditar, mas uma droga eficaz para a degelmentação do corpo é financiada pelo orçamento e fundos especiais. A verdade cruel é que mais de 10 milhões de pessoas morrem como vítimas de parasitas que vivem em peixes, legumes e frutas todos os anos! E para proteger você e seus entes queridos, você precisa de uma ferramenta de centavo.

O período de reabilitação após a cirurgia de um cisto ovariano

Quantos estão no hospital após a remoção dos cistos ovarianos? Deve ser dito imediatamente que os casos são diferentes e todos individualmente. O período pós-operatório após a remoção leva até uma semana. Deve ser entendido que um cisto ovariano é um crescimento benigno que está sujeito a uma operação apenas com uma possível transição para uma forma perigosa ou um forte aumento. Representa uma cavidade (cápsula) cheia de líquido. A intervenção cirúrgica é realizada somente quando uma tendência negativa é detectada, por exemplo, quando a pressão é aplicada aos órgãos ou perturbações hormonais no corpo.

Que cisto ovariano tem indicações para remover

Dependendo do tipo de cisto e sua condição, o médico decide sobre o tratamento cirúrgico, isto é, a remoção da formação. Incondicionalmente, o tratamento cirúrgico é prescrito quando um diagnóstico é feito de um endometrioma, teratoma e um verdadeiro cisto ovariano.

Talvez um tratamento conservador de cistos foliculares e luteínicos. Mas quando um curso de hormônios e medicamentos não dá uma dinâmica positiva ao longo de 3-4 ciclos menstruais, a remoção de uma neoplasia é recomendada. Já que, se a formação não interromper seu crescimento, existe o risco de ruptura da cápsula, sangramento, necrose e até transformação em tumor maligno.

Métodos e métodos para remoção de cisto ovariano

Em condições modernas, uma operação para remover um cisto ovariano pode ser realizada:

  • da maneira tradicional - laparotomicamente, com uma cirurgia intracavitária completa na cavidade abdominal,
  • método moderno baixo-traumático - laparoscopicamente, usando equipamento endoscópico.

Com base no diagnóstico, o estágio de desenvolvimento do cisto, o estado dos tecidos circundantes do órgão afetado pelo cisto, os seguintes métodos de remoção de cisto no ovário são distinguidos:

  • Cistectomia - remoção, sem afetar o ovário e seus tecidos,
  • Ressecção em conjunto com a formação circundante do tecido afetado.
  • Ovariectomia e adnexectomia - remoção completa do órgão afetado pelas formações, muitas vezes com apêndices.

A escolha do método de remoção determina-se pelo doutor com base em indicadores de saúde do paciente, o tipo e a extensão do crescimento da educação, a possibilidade de complicações posoperativas, das quais a estadia do paciente no hospital dependerá.

A duração da estadia no hospital

A pergunta mais freqüente das mulheres sobre o tratamento cirúrgico: após o corte de um cisto ovariano, quanto deve ser no hospital? Para realizar uma operação para remover um cisto ovariano, uma mulher entra no hospital um dia antes da data agendada. Durante este período, uma etapa preparatória é realizada com uma restrição em alimentos e bebidas, com procedimentos higiênicos apropriados e limpeza intestinal.

No dia após a cirurgia, o paciente observa um repouso absoluto: é dado tempo para o corpo sair da anestesia, é possível usar analgésicos. Também prescrito terapia hormonal, vitaminas e imunoestimulantes. Quando uma operação tradicional com dissecção intracavitária e sutura do tecido peritoneal é realizada, um cateter pode ser necessário para remover a urina.

Na maioria dos casos, após a remoção pelo método laparoscópico, não é necessária uma longa internação hospitalar. Se a saúde permitir, e o médico permitir, você poderá voltar para casa um dia após a cirurgia (à noite) ou amanhã. Mas, como regra geral, levará de 3 a 7 dias para ficar no hospital.

Independentemente levantar da cama e andar devagar deve ser no dia seguinte após a cirurgia. Это улучшает работу кишечника, быстрее приводит в норму функции яичников и улучшает кровоснабжение других органов малого таза.

При лапароскопии кисты яичника маленькие послеоперационные швы рассасываются сами и очень быстро. После проведения традиционного внутриполостного хирургического вмешательства не рекомендуется принимать водные процедуры, нужно дождаться снятия швов. Обычно их снимают через 7-10 дней.

Preste atenção: No primeiro mês após a operação (de qualquer tipo), o exercício ativo e o levantamento de peso são estritamente proibidos. Com a laparoscopia, o período de reabilitação com o retorno subsequente a uma vida plena é de até três semanas, com laparotomia - 1-1,5 meses. As complicações pós-operatórias podem prolongar o tempo de restauração completa da atividade vital do organismo.

As limitações recomendadas pelos médicos no período de reabilitação são a observância da dieta (apenas alimento semilíquido) e o comportamento sexual.

Possíveis efeitos negativos e complicações da remoção

Os efeitos negativos pós-operatórios são possíveis quando uma infecção secundária se une durante a operação ou período de cicatrização. Em tais casos, o tratamento antibiótico adicional é prescrito. Com a laparoscopia, é bastante raro, mas efeitos negativos da introdução de gás na cavidade abdominal são possíveis. Quando a cirurgia intracavitária, sempre há temores de aderências nas trompas de falópio, e isso pode provocar uma gravidez ectópica e até infertilidade.

Existe a probabilidade de costuras e hemorragias. Seu risco é muito maior se o paciente operado tiver excesso de peso, obesidade ou distúrbio de sangramento. Existem reações individuais do corpo à anestesia. Depois da remoção do teratoma, o seu desenvolvimento é possível.

Aqui estão alguns sinais de complicações que podem se manifestar em certa medida após o tratamento cirúrgico de um cisto ovariano:

  • calafrios, febre, como sinais de infecção e inflamação,
  • sangramento vaginal prolongado e contínuo,
  • dor na área de pontos
  • vômito, náusea,
  • inchaço e vermelhidão das costuras, bandagem chorosa,
  • dor que se estende até a perna.

Não ignore tais sintomas, mesmo que você não veja todos eles. Quanto mais cedo você for ao médico com queixas, mais cedo as complicações e suas causas serão eliminadas.

Quando um ovário é removido juntamente com um cisto, reabilitação adequada e trabalho completo do segundo ovário, a mulher não perde suas funções reprodutivas. A restauração da possibilidade de concepção após a cirurgia ocorre dentro de alguns meses. Como regra geral, se uma mulher está em idade fértil, o cirurgião tenta, se possível, preservar os tecidos do órgão, o próprio ovário e, especialmente, o útero. E mesmo com a remoção de ambos os ovários e diagnóstico - infertilidade, o nascimento de uma criança saudável é possível através da fertilização in vitro. O planejamento de uma gravidez após o tratamento cirúrgico deve basear-se nas recomendações e prescrições de especialistas especializados e após quatro a cinco meses.

Recomendações de Cuidados de Costura

Para a cicatrização mais rápida e subseqüente reabsorção das suturas, recomenda-se:

  • Antes de remover o material de sutura, evite o contato dos locais da incisão com água.
  • No primeiro dia, tratamento com sutura com uma solução a 5% de permanganato de potássio ou iodo.
  • Após a remoção do material de sutura e o aperto das suturas, recomenda-se o tratamento com agentes especiais para reabsorção de queloides.

Reabilitação após a remoção laparoscópica de cistos ovarianos

A cirurgia laparoscópica é muito popular devido ao seu pequeno trauma. No entanto, depois deles, bem como após quaisquer outras intervenções cirúrgicas, o corpo precisa de tempo para se recuperar.

Recuperação após laparoscopia de um cisto ovariano é bastante fácil. No dia seguinte à operação, a mulher sai das paredes da clínica médica, após 3 a 5 dias a dor deixa de incomodá-la. Os pontos curam por cerca de duas semanas, após o que a paciente retorna à sua vida normal.

Recuperação após a cirurgia pode levar até 1 mês. A duração da reabilitação depende de:

  • Idade e estado de saúde das mulheres.
  • A complexidade da operação.
  • O tamanho e o número de cistos removidos.

Cisto ovariano - efeitos após a cirurgia

Se a operação se realizar profissionalmente, então o risco da repetição de um cisto ou a formação de outra complicação não é grande, mas existe. Pode ocorrer:

  • Hemorragia vaginal.
  • Hemorragias e hematomas devido a dano vascular durante a remoção do cisto.
  • Coágulos sanguíneos
  • Infecção ou inflamação dos tecidos dos órgãos pélvicos.
  • Recaída da patologia.
  • Infertilidade

Cada um dos sintomas é individual, sua ocorrência depende do processo da operação e das características do organismo. A ausência completa mais favorável de complicações após a remoção de cistos ovarianos. Provocadores podem fazer:

  • O uso de álcool e drogas, fumando.
  • Gravidez atual, distúrbios hormonais, abortos.
  • Excesso de peso.
  • Várias doenças crônicas.

Recaída é rara. O médico prescreve medicações adicionais para ajudar a tratar e proteger contra complicações após a remoção de um cisto ovariano. Dieta, visitas ao ginecologista também ajudará a evitar.

Spikes - uma chance de infertilidade

Entre outras complicações após a laparoscopia, cistos ovarianos, as piores - adesões - patologias especiais decorrentes do processo muito longo de inflamação. Pode tornar-se crônico, fazendo com que os tecidos inflamados cresçam juntos. Essa patologia é considerada anatômica e não é tratada com drogas. As conseqüências da remoção de um cisto ovariano e, em seguida, uma nova lesão, podem ser alterações nos órgãos pélvicos, resultando em infertilidade.

Sintomas para os quais você precisa consultar um médico

O corpo é reabilitado um mês após a cirurgia. O processo é indolor, mas você precisa monitorar o corpo. Existem várias situações em que você pode precisar chamar uma ambulância ou uma visita ao hospital:

  • Dor intensa após laparoscopia de cistos ovarianos nos órgãos pélvicos após 7-10 dias após a remoção do cisto ovariano.
  • Sintomas alérgicos: vermelhidão, coceira.
  • Hemorragia grave ou descarga de líquido de sombras escuras com um odor característico.
  • Temperatura corporal excessiva após a laparoscopia de um cisto ovariano (38 graus ou mais) durante vários dias.
  • Fraqueza geral.
  • Funcionamento inadequado do trato digestivo: náuseas, fezes moles.

A manifestação de um dos sintomas indica o aparecimento de uma complicação que precisa ser resolvida.

Recuperação após a remoção de um cisto ovariano requer alguma força e leva muito tempo. Estar no hospital, após a laparoscopia e depois no hospital em casa, certifique-se de manter uma boa saúde.

O que você pode comer

É indesejável comer no dia da operação, e no dia seguinte: eles só bebem água, e isso sem gás. Em seguida, para restaurar a função intestinal, você precisa comer alimentos puré ou vapor. Neste momento é bom comer sopas, cereais, bananas. Depois de um mês, você pode remover todas as restrições. Dieta após a laparoscopia sugere eliminar por um tempo:

  • legumes frescos, frutas - a primeira semana,
  • farinha de comida,
  • carne defumada
  • salgado, picante.

Quais secreções são consideradas normais

Na fase de recuperação após a laparoscopia, cistos ovarianos em pacientes podem aparecer descarga. Os primeiros dias são sangrentos, uma pequena quantidade - isso é considerado normal. Nas próximas duas semanas, o muco claro é possível. Às vezes há escassez de sangue. Deve tomar cuidado e consultar um médico quando:

  • sangramento pesado
  • descarga esbranquiçada, amarelada.

O que fazer se seu estômago doer

As dores geralmente acompanham a recuperação. Eles estão localizados na área de suturas, a parte média do abdômen, com duração de vários dias - até uma semana. Para reduzi-lo, recomenda-se tomar analgésicos, para não fazer movimentos repentinos, para descansar. Devido ao enchimento de gás no peritônio durante a cirurgia, ocorre pressão no diafragma. Causa dores nos músculos do corpo, dor nas costas, pescoço. Para lidar com eles, você precisa se movimentar ativamente, andar. Drogas nesta situação são inúteis.

Quanto ficar no hospital?

Se a cirurgia laparoscópica foi bem sucedida, sem complicações, a alta do paciente no terceiro dia. Mais muitas vezes ocorre no quinto, e logo prolonga o hospital até dez. Durante esse período, o tratamento termina e o corpo começa a se recuperar após a laparoscopia de um cisto ovariano. Para garantir que a recuperação ocorra mais ativamente na alta hospitalar, é aconselhável seguir as recomendações:

  • você não pode tomar um banho de mês, tomar banho no banho,
  • sexo após a laparoscopia é permitido somente após 4 semanas (gravidez precoce não é bem-vinda),
  • limitar a atividade física por 30 dias,
  • não viajar durante este período,
  • 3 meses não podem ser levantados
  • tratamentos de água para tomar no chuveiro.

Quando começam os períodos mensais?

Em caso de remoção bem sucedida do cisto, os períodos menstruais começam no momento apropriado, o que aumenta as chances de engravidar. Isso nem sempre é o caso, tudo é muito individual. As revisões dos pacientes indicam que dois ciclos podem ser perdidos. Com um atraso maior, você deve visitar especialistas. Existe a possibilidade de alterar a duração e a natureza da menstruação - isso é normal, não se preocupe. O perigo é representado por períodos abundantes e longos.

Período de recuperação

Um cisto é uma cavidade no ovário que contém fluido (um fluido secundário que deve ser excretado na urina). O cisto em si não é tão perigoso quanto as substâncias que estão dentro dele. Eles devem ser removidos, porque com uma longa estadia dentro do corpo, eles começam a se decompor.

Recursos de recuperação depende da idade da mulher, do tipo de cirurgia e das drogas que foram usadas durante o tratamento.

Considere as complicações mais comuns que ocorrem após a laparoscopia.

Laparoscopia - esta é uma cirurgia minimamente invasiva, na qual o paciente praticamente não está lesionado. A recuperação após a remoção do cisto por este método é extremamente curta e não causa desconforto.

Reações observadas após esta operação:

  • arrepios
  • aumento da temperatura corporal
  • vômito e náusea
  • inflamação
  • tremor
  • febre.

Deve-se dizer que esses efeitos foram observados apenas em 2% de todos os pacientes e foram facilmente eliminados com a ajuda de complexos vitamínicos e fisioterapia.

Como regra geral, após uma semana e meia, você pode remover completamente os pontos e, após duas semanas, pode voltar à sua vida normal.

Após a cirurgia

Quando o anestésico (anestésico) deixa de agir, existem:

  • tontura
  • sensação de "pernas amassadas",
  • falta de apetite
  • dor no sítio cirúrgico
  • humor deprimido
  • sede
  • sonolência

A principal coisa nesta fase é o descanso.

Laparoscopia dos ovários - definição e características gerais da operação

O termo "laparoscopia ovariana" refere-se a várias operações nos ovários produzidos pelo método laparoscópico. Ou seja, a laparoscopia ovariana nada mais é do que operações cirúrgicas nesse órgão, cuja produção é o método de laparoscopia. Para entender a essência da laparoscopia, você precisa saber qual é a técnica e os métodos usuais de conduzir operações cirúrgicas nos órgãos da cavidade abdominal e da pequena pelve.

Assim, a operação usual nos ovários é realizada da seguinte forma: o cirurgião corta a pele e os músculos, espalha-os para os lados e, através do orifício feito pelo olho, vê o órgão. Então, através desta incisão, o cirurgião remove os tecidos afetados do ovário de várias maneiras, por exemplo, cura um cisto, queima os focos de endometriose com um eletrodo, remove parte do ovário junto com o tumor, etc. Após a remoção dos tecidos afetados, o médico higieniza (trata) a cavidade pélvica com soluções especiais (por exemplo, Dioxidina, Clorexidina, etc.) e sutura a ferida. Todas as operações realizadas com esta incisão tradicional no abdome são chamadas de laparotomia ou laparotomia. A palavra "laparotomia" é formada a partir de dois morfemas - lapar (abdômen) e thomium (incisão), respectivamente, seu significado literal é "cortar o abdômen".

A operação laparoscópica nos ovários, ao contrário da laparotomia, é realizada não através da incisão abdominal, mas através de três pequenos orifícios com um diâmetro de 0,5 a 1 cm, que são feitos na parede abdominal anterior. O cirurgião insere três manipuladores nestas aberturas, um dos quais é equipado com uma câmera e uma lanterna, e os outros dois são projetados para segurar instrumentos e remover o tecido cortado da cavidade abdominal. Em seguida, com foco na imagem obtida a partir da câmera de vídeo, o médico realiza dois outros manipuladores para realizar a operação necessária, por exemplo, cura um cisto, remove o tumor, cauteriza os focos de endometriose ou policísticos, e assim por diante. Após a conclusão da operação, o médico remove os manipuladores da cavidade abdominal e costura ou fecha três orifícios na superfície da parede abdominal anterior.

Assim, todo o percurso, a essência e o conjunto de operações nos ovários são exatamente os mesmos da laparoscopia e da laparotomia. Portanto, a diferença entre a laparoscopia a partir da operação usual é apenas no acesso aos órgãos abdominais. Durante a laparoscopia, o acesso aos ovários é feito com três pequenas aberturas e durante a laparoscopia, através de uma incisão no abdômen de 10 a 15 cm de comprimento, mas a laparoscopia é muito menos traumática do que a laparotomia. Atualmente, há muitas cirurgias ginecológicas em vários órgãos, incluindo o número de ovários produzidos apenas por este método.

Isso significa que as indicações para a produção de laparoscopia (assim como para laparotomia) são quaisquer doenças ovarianas que não podem ser curadas de maneira conservadora. No entanto, devido à baixa morbidade, a laparoscopia é usada não só para o tratamento cirúrgico dos ovários, mas também para o diagnóstico de várias doenças difíceis de reconhecer usando outros métodos modernos de exame (ultra-som, histeroscopia, histerossalpingografia etc.), porque o médico pode examinar órgão a partir do interior e, se necessário, recolher amostras de tecido para posterior análise histológica (biópsia).

Laparoscopia de um cisto ou cistoma (neoplasia benigna) dos ovários

As seguintes operações laparoscópicas podem ser realizadas para remover um cisto ou cistoma ovariano:

  • Ressecção ovariana (remoção da parte do ovário em que o cisto ou cistoma foi encontrado)
  • Adnexectomia (remoção de todo o ovário com um cisto ou cistoma),
  • Cistectomia (cistos de descascamento com preservação de todo o ovário).

Para cistos ovarianos, a cistectomia é mais usada, durante a qual somente o conteúdo e a cápsula da formação são removidos, enquanto o ovário inteiro permanece intacto. Nos cistomas ovarianos, todas as três operações podem ser aplicadas, dependendo de quão fortemente os tecidos dos órgãos são afetados. No entanto, todas essas operações na vida cotidiana são simplesmente chamadas de laparoscopia de cistos ovarianos, o que é bastante conveniente, pois permite que você especifique o órgão e a patologia, para os quais a cirurgia foi realizada, bem como o tipo de acesso cirúrgico (laparoscópico). A seguir, consideramos todas as três variantes de operações usadas para cistos ou cistomas ovarianos.

O funcionamento da cistectomia é o seguinte:
1. Depois de inserir os manipuladores na cavidade pélvica com uma pinça de biópsia, o médico agarra o ovário.
2. Em seguida, incise suavemente o tecido ovariano logo abaixo da borda na qual a cápsula do cisto ou cistoma está localizada. Depois disso, a extremidade romba da tesoura ou pinça separa a cápsula do tumor do tecido ovariano subjacente, semelhante a como a pele é removida do frango.
3. O cisto descascado é colocado em um recipiente que se parece com um saco plástico.
4. Tesoura cortar a parede do cisto ou cistoma.
5. As bordas da incisão são esticadas para remover o conteúdo do cisto ou cistoma.
6. Em seguida, dentro do contêiner, primeiro libere o conteúdo do cisto e, em seguida, retire sua cápsula através de um dos manipuladores.
7. Depois de remover o cisto com eletrodos, os vasos na superfície do ovário são cauterizados para interromper o sangramento.
8. Quando o sangue pára, uma solução anti-séptica é despejada na cavidade pélvica, por exemplo, Dioxidina, Clorexidina ou outra, de modo que enxágue bem todos os órgãos, e então a suga de volta.
9. Retire os manipuladores da ferida e imponha 1 a 2 costuras em cada incisão.

Na maioria dos casos, a cistectomia pode remover com sucesso uma neoplasia, deixando a mulher com um ovário completo e funcional.

A ressecção do ovário é realizada nos casos em que a parte do órgão é permanentemente afetada e apenas um neoplasma patológico não pode ser removido. Neste caso, após a introdução dos manipuladores, o ovário é capturado com fórceps e tesouras, um eletrodo de agulha ou um laser, e a parte afetada é cortada. Os tecidos removidos são puxados para fora através do orifício no tubo do manipulador, e a incisão do ovário é cauterizada com eletrodos para parar o sangramento.

Remoção do ovário durante a laparoscopia

A remoção do ovário durante a laparoscopia pode ser realizada durante a ovariectomia ou adnexectomia.

A ovariectomia é uma operação para remover o ovário, a qual é utilizada nos casos em que todo o órgão é afetado, e seus tecidos não podem mais se recuperar e executar as funções necessárias. Para realizar ooforectomia após a introdução dos manipuladores, o ovário é apreendido com fórceps e os ligamentos que seguram o órgão em sua posição são cortados com uma tesoura. Em seguida, o mesentério do ovário é cortado, no qual passam os vasos sanguíneos e nervos do órgão. Após a transecção de cada ligamento e mesentério, a cauterização dos vasos sanguíneos é realizada para interromper o sangramento. Когда яичник окажется освобожден от связи с другими органами, его вынимают наружу через отверстие в манипуляторе.

Аднексэктомия представляет собой удаление яичников вместе с маточными трубами. De acordo com os princípios de implementação, não difere da ooforectomia, mas é usada nos casos em que não apenas os ovários são afetados, mas também as trompas de falópio. Por via de regra, tais situações desenvolvem-se em doenças inflamatórias crônicas severas dos órgãos pélvicos, quando uma mulher tem adnexitis, salpingit, hydrrosalpinx, etc.

Laparoscopia para aderências, apoplexia ovariana e torção das pernas do cisto

Durante as aderências, o médico durante a sua laparoscopia faz a sua separação, cortando-as cuidadosamente com uma tesoura e, assim, liberando órgãos e tecidos de aderências entre si.

A apoplexia ovariana é uma hemorragia profusa no folículo, da qual um óvulo saiu recentemente. Durante a apoplexia durante a laparoscopia, o médico abre a cavidade do folículo, suga o sangue, após o que cauteriza os vasos sangüíneos sangrantes ou remove a parte danificada do ovário.

A torção de um caule de cisto é uma patologia grave, na qual a porção longa e estreita da formação cística se torce ao redor do ovário ou das tubas uterinas. Se uma patologia semelhante ocorre durante a laparoscopia, muitas vezes é necessário remover completamente o ovário e a tuba uterina juntamente com o cisto, uma vez que não é possível separá-los. Às vezes, quando as pernas de um cisto não são completamente torcidas contra o fundo de um ovário saudável e relativamente não afetado, os órgãos são desenrolados, a restauração do fluxo sanguíneo prejudicado e a esfoliação da massa cística.

Indicações gerais e contra-indicações para laparoscopia dos ovários

De maneira planejada, a laparoscopia dos ovários é mostrada nas seguintes condições:

  • Infertilidade da gênese obscura,
  • Suspeita de tumores, cistos ou endometriose,
  • Síndrome da dor pélvica crônica que não é passível de tratamento conservador.

A laparoscopia urgente dos ovários é mostrada nas seguintes situações:
  • Suspeita de apoplexia ovariana,
  • Suspeita de torcer as pernas do cisto,
  • Suspeita de ruptura de um cisto ou cistoma,
  • Adnexite aguda que não pode ser tratada com antibióticos por 12 a 48 horas.

As contra-indicações à laparoscopia são basicamente as mesmas que para qualquer operação convencional, devido às mesmas possíveis complicações associadas à anestesia e estar em uma posição forçada.

Portanto, a laparoscopia é contraindicada nas seguintes condições:

  • Doenças descompensadas dos sistemas respiratório ou cardiovascular,
  • Hemofilia,
  • Diátese hemorrágica grave,
  • Insuficiência renal ou hepática aguda,
  • Insuficiência hepática ou renal crônica grave,
  • Doenças infecciosas agudas suportadas há menos de 6 semanas,
  • Inflamação subaguda ou crônica ativa das trompas de falópio ou dos ovários (o processo inflamatório deve ser curado antes da realização da laparoscopia),
  • III - IV graus de pureza de uma vagina.

Indicações para cirurgia

Quais são os critérios para a escolha de um tipo de tratamento cirúrgico para um cisto ovariano - laparotomia ou laparoscopia?

A laparoscopia de um cisto ovariano tem basicamente as mesmas indicações que a cirurgia abdominal, distinguindo-se apenas pelo método de acesso aos ovários afetados. Embora existam certas limitações.

As indicações para a nomeação de cirurgia laparoscópica planejada são:

  • ineficácia dos métodos terapêuticos no tratamento de cistos,
  • cisto dermoide, paraovarial, formação endometrióide e mucinosa,
  • grandes tamanhos de estrutura cística e sua rápida progressão (crescimento),
  • sinais indicando alta probabilidade de supuração, necrose, ruptura da cápsula, torção das pernas,
  • processo inflamatório, deformidade ovariana,
  • deslocamento do útero, compressão das tubas uterinas, ureteres, intestinos, bexiga,
  • risco de degeneração de células malignas (malignidade).

Vantagens e desvantagens do método

A laparoscopia dos ovários tem vantagens significativas sobre as manipulações, que são realizadas para o acesso às glândulas sexuais durante a laparotomia. Essas vantagens incluem os seguintes recursos:

  • significativamente menos lesões aos tecidos, uma vez que as incisões durante a laparoscopia são 10 vezes menores do que durante a laparotomia,
  • ampliação ótica múltipla na tela dos objetos de operação, o que permite ao cirurgião realizar manipulações mais precisas e cuidadosas,
  • baixa probabilidade de aderências pós-operatórias, porque durante a laparoscopia de cistos ovarianos os órgãos quase não são deslocados,
  • leve perda de sangue
  • baixo risco de infecção cirúrgica, uma vez que as glândulas não são cobertas por luvas, tampões ou mesmo ar,
  • desenvolvimento raro de inflamação pós-operatória,
  • curto período pós-operatório,
  • a dor durante o período de reabilitação é minimizada,
  • a possibilidade de divergência de costuras é excluída,
  • alta eficiência cosmética, já que as cicatrizes após o aperto das incisões são muito pequenas e quase imperceptíveis,
  • curto período de recuperação antes de uma nova gravidez,
  • a possibilidade de realizar estudos diagnósticos simultaneamente com a excisão de um cisto, já que o médico é capaz de estudar o órgão e o cisto mais detalhadamente com uma câmera de vídeo, pegar um fragmento de tecido para histologia,
  • a possibilidade de tratamento cirúrgico paralelo de ovários policísticos, dando a uma mulher a oportunidade de conceber uma criança.

Entre as desvantagens da nota de laparoscopia:

  • a necessidade de anestesia geral, que, como em outras operações realizadas sob anestesia geral, está repleta de complicações,
  • a presença de pessoal médico especialmente treinado
  • equipamentos complexos e caros, nem sempre disponíveis em hospitais regionais,
  • a incapacidade de realizar certos procedimentos cirúrgicos para grandes cistos, remoção simultânea dos ovários e do útero durante a oncologia, a necessidade de sutura de grandes vasos.

Estudos preliminares e análises

A laparoscopia ovariana é feita após exames instrumentais e laboratoriais preliminares, incluindo:

  • exame ginecológico tradicional,
  • exames de sangue, urina geral, para grupo sanguíneo e fator rhesus,
  • pesquisa sobre coagulação sanguínea (coagulograma),
  • bioquímica do sangue (açúcar, proteína, bilirrubina),
  • sangue para infecção por hepatite B, C, sífilis, HIV,
  • esfregaços ginecológicos,
  • Ultra-som do útero com apêndices, ovários, bexiga,
  • eletrocardiografia e fluorografia,
  • verificar os níveis sanguíneos de marcadores (complexos de proteínas), indicando um possível desenvolvimento de oncologia.

Recursos da laparoscopia

É importante que muitos pacientes saibam em qual dia do ciclo eles fazem a laparoscopia, como vai, quanto tempo dura a operação para remover um cisto ovariano, se a anestesia é realizada.

Os médicos acreditam que o melhor momento para uma operação usando a laparoscopia de um cisto ovariano é a primeira fase do ciclo menstrual, melhor nos dias 6-7 após o final do sangramento.

Se o cirurgião não enfrentar complicações, a oncologia, então a duração média da intervenção cirúrgica é de 40 a 90 minutos. A duração está relacionada com o tamanho do cisto a ser removido, o volume do tecido ovariano excisado e as doenças existentes.

A anestesia é feita por anestesia geral.

A laparoscopia dos cistos ovarianos é realizada usando 2 micro incisões feitas para injetar instrumentos médicos muito pequenos. A terceira incisão é projetada para um laparoscópio equipado com uma pequena câmera e um LED. Uma pequena quantidade de dióxido de carbono é injetada na cavidade abdominal, a fim de elevar a parede peritoneal acima dos órgãos internos da pelve. Em um espaço operacional aumentado, fica mais fácil para o médico rastrear o processo e manipular mais facilmente o kit de ferramentas.

O volume dos tecidos excisados ​​depende do grau de desenvolvimento do cisto, da sua germinação na cápsula do ovário, do número de focos endometriais, da oncologia identificada e de outras características.

Em pacientes jovens, se não forem encontradas alterações cancerígenas nas células, as glândulas sexuais tentam afetá-las ao mínimo, preservando suas funções para futuras gestações. Recomenda-se que mulheres com idade superior a 47-50 anos, com excisão de um cisto, removam o ovário para proteger ao máximo a malignidade (transformação celular cancerosa) da glândula reprodutiva, cujo risco aumenta durante esse período. Também previne a recorrência do desenvolvimento de novas estruturas císticas e tumores.

Fase de reabilitação

O período pós-operatório após a laparoscopia dos cistos ovarianos no hospital dura de 3 a 7 dias. Demora um pouco de tempo para recuperar e depois de 6 horas é permitido levantar-se e levar comida fina.

Após quantos dias todas as manifestações desagradáveis ​​ocorrem após a remoção de um cisto ovariano durante a laparoscopia? Às vezes, por 2 dias, o estômago, o pescoço e a parte inferior das pernas doem, o que é conectado com o gás introduzido na cavidade peritoneal, mas assim que o dióxido de carbono no peritônio se resolve, os fenômenos desagradáveis ​​desaparecem.

Um paciente do hospital após a laparoscopia recebe alta por um período de até 10 dias (para complicações, por um período maior) a partir do dia da alta hospitalar.

Depois de quantos dias podemos assumir que o período de recuperação após a laparoscopia para remover um cisto está concluído? Dependendo do volume e características da cirurgia laparoscópica, a fase de recuperação dura de 2 a 6 semanas. Durante esse tempo, o corpo retorna ao funcionamento normal.

Durante este período existem certas limitações:

  • sexo (incluindo anal) só é permitido depois de 30 a 45 dias após o paciente deixar o hospital,
  • o levantamento de peso (incluindo as malas com produtos) com peso superior a 3 kg está excluído,
  • carga desportiva é possível somente após 30 - 60 dias com um lento acúmulo, começando com o mínimo,
  • na dieta limite especiarias, picles, alimentos gordurosos, álcool,
  • fortificação recomendada do corpo, fisioterapia para acelerar a cicatrização (apenas por prescrição médica).

Às vezes, os pacientes estão preocupados que não haja menstruação após a laparoscopia. Tal falha pode ocorrer, uma vez que o cisto ovariano, que é mensal após a laparoscopia, geralmente começa com um pequeno atraso na duração. Mas por 2 - 3 meses o ciclo menstrual estabiliza-se. Neste momento pode haver uma leve descarga marrom, que é considerada normal e passará. Com um atraso maior, você precisa entrar em contato com um especialista.

A laparoscopia é uma opção leve e econômica para o tratamento cirúrgico e, geralmente, um cisto após a laparoscopia não se desenvolve novamente. Mas, em alguns tipos de processos, e para evitar isso, o médico prescreve um curso adicional de drogas hormonais especiais: Buserelina, Goserelina, hormônios androgênicos, combina pílulas anticoncepcionais com baixa dosagem de hormônios. Sua seleção é a prerrogativa do médico sozinho.

Concepção após laparoscopia

Uma gravidez saudável após a laparoscopia é normal, mesmo se uma glândula gonadal for removida. Em 85 pacientes de uma centena, a gravidez ocorre dentro de um ano após o tratamento cirúrgico.

E quando você pode engravidar após a laparoscopia do cisto ovariano?

O termo da concepção e provável gravidez após a laparoscopia é determinado pelo diagnóstico. Recomendações para diferentes diagnósticos são ligeiramente diferentes. Por exemplo, com a formação de endométrio ou doença policística, é desejável engravidar dentro de um ano.

Mas o planejamento de uma gravidez após tal operação é recomendado não antes de 3 meses. Este tempo requer que os pontos estejam completamente apertados, os tecidos sejam restaurados, o corpo descansa e está saturado com vitaminas. Assim, se a gravidez após a laparoscopia ocorreu após 4 a 8 semanas, a probabilidade de sua interrupção é muito maior devido à insuficiente atividade hormonal dos ovários, cicatrização incompleta dos tecidos.

É melhor engravidar após a laparoscopia para esfoliar ou extirpar um cisto, especialmente se um ovário tiver sido removido, após 6 meses. E, claro, antes da concepção, todos os exames e testes recomendados pelo seu médico devem ser feitos.

Indicações para cirurgia

A laparoscopia é realizada quando é impossível eliminar a patologia de um medicamento. Indicações para intervenção:

  • grande educação
  • sintomas fortes
  • ruptura de um cisto ou ovário,
  • risco de desenvolver um processo maligno
  • a probabilidade de ruptura ou torção de suas pernas.

Em alguns casos, antes da cirurgia, os pacientes são prescritos um curso de tratamento medicamentoso. Se houver indicações claras de laparoscopia, a intervenção é realizada imediatamente.

Na maioria das vezes, a cirurgia é necessária na presença de cistos ovarianos epiteliais. Esses tipos de formações têm a capacidade de degenerar em câncer e não são eliminados por drogas. Os cistos funcionais decorrentes da menstruação irregular raramente são removidos cirurgicamente. Geralmente eles estão sozinhos ou sob a influência de drogas hormonais e outras drogas.

O período de reabilitação pós-operatória

No processo de recuperação após a laparoscopia do cisto ovariano, a mulher passa por vários períodos. O mais curto é considerado reabilitação precoce, cuja duração não é superior a 7 dias. No futuro, a restauração ocorre em casa.

O primeiro dia após a cirurgia

No primeiro dia após a laparoscopia ovariana, o paciente deve estar em um hospital. Neste momento, ela se afasta da anestesia. O médico monitora sua condição, se necessário, altera o regime de tratamento ou realiza manipulações adicionais. Isso evita muitas complicações - sangramento uterino, supuração de suturas, deterioração da saúde.

A descarga mais difícil da anestesia. Neste momento, a mulher sente-se enjoada, fraca, calafrios, que passam independentemente no primeiro dia.

Sair da cama deve ser de 3 a 5 horas depois de acordar. Isso costuma ser problemático devido à dor intensa.

Tais sintomas são normais e resultam de danos nos tecidos durante a cirurgia. O rápido restabelecimento do modo motor irá melhorar o estado físico e emocional do paciente. No pós-operatório com laparoscopia para remover um cisto ovariano, a atividade recomeça gradualmente - no primeiro dia, basta sair da cama para ir ao banheiro.

Modo de energia

Após a cirurgia, a dieta habitual da mulher muda. No primeiro dia permite-se usar só a água mineral, às vezes - caldos leves. No dia seguinte, você pode comer sopas de muco, legumes cozidos, costeletas de vapor, beijels e sucos de frutas. Tal dieta após a laparoscopia dos cistos ovarianos garante o funcionamento normal do intestino e estômago, enfraquecido após a intervenção e medicação.

Posteriormente, a dieta se torna mais diversificada. Nas primeiras semanas após a operação, as seguintes refeições e produtos formam a base da dieta:

  • maçãs assadas
  • linhaça,
  • cereais - arroz, trigo mourisco, aveia, cevada,
  • chucrute,
  • sopas de legumes ou com adição de carne magra,
  • queijo duro
  • omeletes no vapor
  • carne magra e peixe cozidos,
  • pão preto
  • Sumos de frutas e bebidas de frutas,
  • infusões de ervas
  • chá verde
  • tomates
  • Biscoitos secos, biscoitos,
  • saladas de legumes com óleo vegetal,
  • kefir de baixa gordura.

  • chá preto
  • café
  • álcool,
  • açucar
  • maionese,
  • pão de trigo fresco
  • picante, frito, defumado, salgado,
  • especiarias
  • repolho fresco, cebola, rabanete,
  • macarrão
  • uvas, pêras,
  • feijões e ervilhas,
  • leite, creme,
  • cozimento,
  • doce - doce, chocolate,
  • nozes.

Diarréia, constipação e inchaço podem agravar a dor dos pontos de cicatrização.

Regras gerais para nutrição após laparoscopia de cistos ovarianos:

  • refeição 5-6 vezes ao dia em pequenas porções,
  • beber água pelo menos um litro e meio por dia,
  • o uso de qualquer líquido antes das refeições ou uma hora depois,
  • jantar - o mais tardar 2-3 horas antes de dormir,
  • evitando o uso de alimentos permitidos que causam sintomas desagradáveis.

Com o funcionamento normal do sistema digestivo, as restrições nutricionais são removidas mais rapidamente. O que pode comer o paciente sem interrupção do trato gastrointestinal após a laparoscopia do ovário, o médico decide. A presença de problemas prolonga o prazo de adesão à dieta para 2-3 meses. Como prevenção ou para aliviar os sintomas, o médico prescreve medicamentos que melhoram o trabalho do trato digestivo, eliminando a azia, o inchaço e a náusea. Com a adesão estrita às regras da nutrição, tais sintomas raramente ocorrem e não requerem medicação.

Imediatamente após a cirurgia para remover um cisto ovariano, o paciente está preocupado com o corrimento vaginal.

Eles consistem em impurezas de sangue, coágulos, muco. A duração total da sua presença não é superior a duas semanas. A maior quantidade de sangue é observada na primeira semana, depois a concentração diminui. Seleções após a laparoscopia dos cistos ovarianos ficam marrons 5-7 dias após a cirurgia e, em seguida, mais e mais transparente.

Sangramento uterino abundante em qualquer período de reabilitação não é considerado normal e requer atenção médica urgente.

As secreções patológicas têm um odor desagradável, adquirem uma tonalidade amarelada, acastanhada ou esverdeada, podem ter impurezas de substância de coalhada branca. Isso indica o curso da infecção do trato genital ou do processo inflamatório. Quando eles aparecem, uma necessidade urgente de visitar um médico.

Sensação desagradável no estômago

O cumprimento das regras de nutrição é necessário para evitar a falha do processo digestivo. Sintomas que requerem a ajuda de um médico:

Для предотвращения развития неприятных симптомов пациентке перед операцией рекомендуется пройти обследование органов брюшной полости – колоноскопию, ФГС, УЗИ.

Для устранения данных признаков необходимо нормализовать питание. В случае возникновения неприятных ощущений на фоне строгих соблюдений рекомендаций врача нужно увеличить в рационе количество следующих напитков:

  • Chá de ervas - camomila melhor,
  • água mineral sem gás
  • decocção de dill,
  • bebidas com canela, cardamomo, gengibre,
  • kefir

Estes fundos irão acelerar o processo de digestão, normalizar o trabalho do trato gastrointestinal. Para obter o melhor efeito, o kefir para a constipação deve ser consumido à noite, 2 horas antes de dormir. Chás de ervas e outras bebidas similares são tomadas antes das refeições ou diretamente durante o consumo de chá.

Com constipação prolongada e flatulência, recomenda-se agendar 1 dia de alta por semana para limpar os intestinos. Neste momento, o dia todo você precisa usar apenas água mineral, kefir, chás de ervas, frutas ou mingau na água.

Dor pós-operatória

Os primeiros 5-7 dias após a laparoscopia de cistos ovarianos em pacientes com dor abdominal baixa. Essa condição é considerada natural e desaparece sozinha após a cicatrização dos pontos. Para aliviar o sintoma é permitido tomar analgésicos.

Com dor severa após a laparoscopia do cisto ovariano, o paciente é recomendado para ficar na cama, para descansar mais, para não fazer movimentos bruscos. Quando doendo nos músculos do corpo e volta a andar no ar fresco. Com o aumento da atividade da síndrome da dor deve ser interrompido.

Quando as costuras são removidas

Os pontos são removidos após uma semana e meia após a laparoscopia dos ovários. Durante este período, os tecidos são quase completamente restaurados e não precisam de suporte adicional. Antes de retirar os pontos, é necessário realizar procedimentos diários para o seu tratamento. A própria paciente ou com a ajuda da equipe médica deve substituir os curativos estéreis e limpar as feridas com soluções anti-sépticas.

Depois que os pontos são removidos, as cicatrizes curam muito rapidamente. O método de laparoscopia envolve o uso de apenas pequenos tecidos perfurantes no processo de intervenção. Portanto, os traços da operação transferida são quase imperceptíveis e, às vezes, curam sem deixar vestígios.

A drenagem de um dia após a laparoscopia do cisto ovariano acelera a cicatrização das suturas e impede sua supuração.

Internação

Após a laparoscopia dos cistos ovarianos, não há necessidade de permanecer no hospital por muito tempo. O paciente geralmente é prescrito por 3-5 dias, dependendo de seu estado de saúde. Recomenda-se maior internação hospitalar na presença de complicações pós-operatórias.

Os serviços de atendimento hospitalar após a laparoscopia podem ser dispensados, o que não é recomendado por especialistas, uma vez que a mulher assumirá a responsabilidade por sua própria saúde de forma independente.

Licença doente

A lista de deficiência é emitida para a operação e o período inicial de reabilitação. Hospital após a laparoscopia do cisto ovariano dura 1,5-3 semanas. Com problemas de saúde, fraqueza severa e a presença de complicações, pode ser prolongada.

Restauração em casa

Durante todo o período de permanência no hospital, a mulher não visita o médico assistente. Sua consulta é necessária somente se você tiver alguma dúvida sobre o tratamento atual ou quando a condição piorar. Portanto, deve seguir as regras previamente prescritas:

  • sutura diária
  • evitar atividade física ativa
  • rejeição de sexo e esportes por 1-1,5 meses,
  • exames de ultra-som regulares para obter resultados sobre o estado do ovário em que o cisto foi removido,
  • cessação da atividade enquanto aumenta a dor,
  • proibição de levantamento de peso
  • recusa em tratar cicatrizes e cicatrizes após a laparoscopia do cisto ovariano por pessoas e outros meios,
  • lavar o corpo apenas no chuveiro
  • vestindo uma bandagem imediatamente após a laparoscopia ovariana durante 1 mês,
  • evitar visitas a saunas, piscinas,
  • proibição de arranhar um ponto coçando,
  • rejeição de roupas apertando o baixo-ventre,
  • adesão à dieta estabelecida após a remoção dos cistos ovarianos.

A remoção de proibições só é possível depois da permissão do médico assistente. Negligência das regras do período de reabilitação após a laparoscopia de um cisto ovariano é repleta de complicações que afetam negativamente a saúde da esfera genital da mulher.

A duração do período posoperativo

A duração total do período de recuperação é individual para cada mulher. Em média, a capacidade total de trabalho ovariano retorna após 3 meses. Os pontos curam em 1-1,5 meses. Todas as regras de reabilitação devem ser observadas por 1-2 meses ou até serem alteradas por um médico.

O paciente se sente normal após algumas semanas após a cirurgia. Neste momento, ela pode se sentir completamente saudável e ocasionalmente sentir dor no baixo-ventre que acompanha a cicatrização dos tecidos dos apêndices. Fraqueza após a operação passa com rapidez suficiente.

Período para começar a menstruação

Mensalmente após a laparoscopia, geralmente continuam como antes. A primeira menstruação ocorre de acordo com o horário estabelecido, individual para cada mulher. O sangramento pode ser um pouco mais ou menos pesado, longo ou curto. Isso é considerado normal e não requer uma visita ao médico.

O sangramento abundante e doloroso, aumentando com o tempo e causando uma deterioração da saúde, é considerado patológico e necessita urgentemente de cuidados médicos.

A menstruação após a cirurgia pode ocorrer com um atraso. Isso também é considerado normal. Durante a cirurgia, os tecidos do apêndice são danificados, o que pode levar a uma interrupção temporária de sua funcionalidade e, como resultado, falha hormonal. Mensalmente vem após a restauração do seu trabalho. Na sua ausência, mais de um mês e meio devem ser diagnosticados genitais.

Os primeiros 2-3 ciclos após o tratamento podem ser irregulares. Posteriormente, a menstruação é estabelecida e vem em um determinado modo. Normalmente, o seu horário coincide com o previamente estabelecido, proveniente de uma mulher antes da intervenção.

Recomendações importantes de especialistas

A principal condição para uma recuperação bem sucedida é o descanso sexual e físico. No primeiro caso, o sexo imediatamente após a remoção de um cisto ovariano pode provocar um aumento da dor, retardar a cicatrização do epidídimo. O contato sexual desprotegido pode levar a um processo inflamatório ou ao surgimento de infecções, que é repleto de supuração de suturas internas. Esta condição é manifestada por dor aguda, febre, o aparecimento de corrimento vaginal anormal. Isso requer a hospitalização do paciente.

O uso de bandagem após a laparoscopia dos cistos ovarianos deve ser usado como medida preventiva. Seu uso é estritamente indicado para mulheres com risco aumentado de complicações que podem ocorrer após a cirurgia. Um espartilho é indispensável para a remoção de uma massa de grande porte, ruptura do intestino.

A fisioterapia após a laparoscopia dos cistos ovarianos ajudará a acelerar a recuperação - eles melhoram o fluxo sanguíneo na pelve e contribuem para a rápida cicatrização dos tecidos.

A atividade física é estritamente limitada apenas na primeira semana de reabilitação. Posteriormente, a mulher permitiu passeios curtos. Realizar ginástica leve é ​​bem-vindo. Com a sua ajuda, os músculos são fortalecidos, os processos estagnados nos tecidos são evitados. Aumento da dor após o exercício com uma recente laparoscopia do cisto ovariano indica uma falta de preparação do corpo para a prática. Em tais casos, a atividade física deve ser limitada a mais alguns dias.

É importante tomar todos os medicamentos prescritos pelo médico:

  • antibióticos previnem costuras supuração, o desenvolvimento de infecções,
  • analgésicos - melhorar o bem-estar das mulheres
  • anticoagulantes - prevenir coágulos sanguíneos,
  • hormonal - necessário para prevenir a falha hormonal depois da remoção de um cisto ovariano ou ajustar o ciclo menstrual,
  • imunomoduladores - aumentam a imunidade,
  • Complexos vitamínicos - restauram o trabalho dos apêndices, saturam o corpo com nutrientes.

A aceitação de bebidas alcoólicas após a laparoscopia dos cistos ovarianos durante o período de tratamento medicamentoso pode levar a fortes efeitos colaterais dos medicamentos e agravar a condição do paciente.

Antibióticos e analgésicos são usados ​​apenas 3 a 10 dias após a intervenção. Outros tipos de medicamentos precisam levar um período maior de tempo, que é definido individualmente.

Complicações prováveis

Complicações após a laparoscopia para remover um cisto ovariano podem ocorrer tanto nos primeiros dias após a cirurgia, e depois de alguns meses. O desenvolvimento precoce de consequências negativas é frequentemente associado ao curso errado da cirurgia. Complicações possíveis:

  • sangramento uterino,
  • ferimentos em órgãos e embarcações vizinhas
  • reação alérgica à anestesia ou gás injetado na cavidade abdominal,
  • febre
  • desenvolvimento de doenças infecciosas.

Sintomas como náuseas, vômitos e tontura são considerados normais nas primeiras horas de alta da anestesia. Esta condição não requer cuidados médicos urgentes, na ausência de uma deterioração do bem-estar da mulher. A temperatura do corpo é normal pode subir para 37-38 graus em 1-2 dias após a intervenção.

Durante o curso da reabilitação tardia ou após a restauração completa do corpo, os seguintes efeitos podem ser detectados:

  • sangramento uterino periódico após a laparoscopia dos cistos ovarianos, manifestado no período intermenstrual,
  • formação de aderências na pelve,
  • ausência de menstruação é um sinal de disfunção do apêndice,
  • dor no ovário após a laparoscopia - geralmente indicam um processo inflamatório,
  • re-formação de cistos ovarianos,
  • falta de concepção por 6-12 meses,
  • insuficiência hormonal.

A probabilidade de consequências negativas aumenta quando uma mulher tem outras patologias ginecológicas ou endócrinas.

Para reduzir o risco de complicações, é necessário ser monitorado regularmente pelo médico assistente. Isso permitirá detectar doenças nos estágios iniciais, o que aumenta a chance de sua completa eliminação. Uma visita a um especialista é recomendada mensalmente nos primeiros três meses após a cirurgia. No futuro, é suficiente realizar uma inspeção 3-4 vezes por ano, e após um ano e meio após a operação - a cada 6 meses.

Sintomas que requerem orientação médica

A ocorrência de complicações é mais frequentemente acompanhada por sintomas evidentes. Sinais que exigem uma visita a um especialista:

  • dor persistente no pós-operatório com duração de mais de uma semana
  • vermelhidão da pele ao redor das costuras,
  • corrimento vaginal com odor desagradável,
  • sangramento uterino,
  • uma alta temperatura corporal após a laparoscopia de um cisto ovariano que dura mais de 2-3 dias,
  • forte fraqueza no período de reabilitação tardia,
  • náuseas, vômitos e diarréia,
  • ausência prolongada de menstruação.

O ovário após a laparoscopia do cisto pode prejudicar durante a ovulação ou antes da menstruação durante os primeiros 2-3 ciclos - com uma baixa intensidade de sintomas, isso é considerado normal e não requer uma visita ao médico.

Esses sintomas indicam o curso das rupturas no corpo. Uma tentativa independente de interromper suas manifestações pode piorar o estado de saúde ou levar à progressão da patologia.

Planejamento para gravidez após laparoscopia

A concepção deve ser planejada somente após a restauração completa da funcionalidade do sistema reprodutivo feminino. Quando houver alguma patologia ou mau funcionamento dos órgãos genitais, é melhor adiá-la até que sejam eliminados.

Gravidez é possível com o seguinte estado do corpo:

  • fluxo constante de ciclos menstruais
  • a ausência de dor e outro desconforto no abdome inferior,
  • cicatrização completa de suturas internas e externas,
  • sem infecções do trato genital,
  • restauração de níveis hormonais.

Concepção nos primeiros meses após a intervenção pode afetar negativamente a saúde da mãe e levar o bebê - isso muitas vezes implica um aborto espontâneo.

Normalmente, a gravidez pode ser planejada 3-4 meses após a remoção de um cisto ovariano. Neste momento, para a maioria das mulheres, o corpo retorna ao normal e está pronto para a fertilização. Antes da gravidez planejada, recomenda-se a reconduzir um exame completo - a ser testado para o estado hormonal, infecções do trato genital, para se submeter a um exame pélvico, para fazer uma ultra-sonografia dos órgãos pélvicos.

É importante que uma mulher siga todas as regras do pós-operatório de laparoscopia do cisto apêndice. Isso impedirá o desenvolvimento de conseqüências negativas e preparará o corpo para a concepção. Se você não seguir as recomendações do médico, existe o risco de graves violações no funcionamento dos genitais.

Após a laparoscopia do cisto ovariano (tratamento de reabilitação e reabilitação)

A recuperação completa de todos os órgãos e tecidos ocorre 2 a 6 semanas após a laparoscopia de um cisto ovariano.

Durante o período de reabilitação, é muito importante não apenas realizar as manipulações e medidas necessárias para a mais rápida restauração da estrutura e função dos tecidos, mas também para observar as restrições prescritas.

Então, após a laparoscopia deve observar as seguintes restrições:

  • Durante um mês após a cirurgia, você deve observar o descanso sexual. Além disso, as mulheres são aconselhadas a abster-se de sexo vaginal e anal, mas as versões orais da relação sexual são completamente permitidas.
  • Qualquer treinamento esportivo deve começar não antes de um mês após a operação, e a carga terá que ser dada a partir do mínimo e gradualmente aumentá-lo para o nível normal.
  • Dentro de um mês após a operação, não se envolva em trabalho físico pesado.
  • Dentro de três meses após a cirurgia, não levante mais de 3 kg.
  • Por 2 a 3 semanas após a operação, não inclua pratos condimentados, salgados, condimentados e bebidas alcoólicas na dieta.

Caso contrário, a reabilitação após a laparoscopia ovariana não requer medidas especiais. No entanto, a fim de acelerar a cicatrização de feridas e reparação dos tecidos, um mês após a cirurgia, recomenda-se a realização de um curso de fisioterapia, que o médico irá recomendar. Imediatamente após a cirurgia, você pode tomar preparações de vitaminas, como Vitrum, Centrum, Supradin, Multi-Tabs, etc., para recuperação rápida.

O ciclo menstrual após a laparoscopia ovariana é restaurado rapidamente, às vezes sem se perder. Em alguns casos, a menstruação pode atrasar um pouco a partir da data planejada, mas nos próximos 2 a 3 meses, o ciclo normal de uma mulher será totalmente restaurado.

Como a laparoscopia é uma operação econômica, após a realização, as mulheres podem viver livremente o sexo, engravidar e ter filhos.

No entanto, os cistos ovarianos podem se formar novamente, portanto, se houver uma tendência para tal doença, as mulheres podem ser recomendadas para tratamento adicional com drogas antirrerupção com drogas do grupo agonista do hormônio liberador de gonadotropina (Buserelina, Goserelina, etc.) ou hormônios androgênicos após laparoscopia.

Ovários após laparoscopia (dor, sensações, etc.)

Após a laparoscopia, os ovários começam imediatamente ou continuam a funcionar normalmente. Em outras palavras, a operação praticamente não afeta o trabalho dos ovários, que, até a sua produção, funcionava de maneira relativamente normal, ou seja, a mulher apresentava ciclo menstrual regular, ovulação, libido etc. Se, antes da laparoscopia, os ovários funcionaram incorretamente (por exemplo, no caso de doença policística, endometriose, etc.), então após a operação eles começam a trabalhar de forma relativamente correta, e a probabilidade é alta de que o tratamento se livre da doença permanentemente.

Imediatamente após a laparoscopia, uma mulher pode ser perturbada por dores nos ovários no meio do abdômen, que geralmente desaparecem por conta própria dentro de 2 a 3 dias. Para reduzir a dor, recomenda-se relaxar completamente e mover-se suavemente, tentando não forçar a parede abdominal e não tocar o abdome com vários objetos, incluindo roupas apertadas. Se a dor aumenta, e não diminui, então você deve consultar um médico, pois isso pode ser um sintoma do desenvolvimento de complicações.

Mensalmente após laparoscopia ovariana

Dentro de 1 a 2 semanas após a laparoscopia dos ovários, a mulher pode ter secreção mucosa ou sanguinolenta escassa do trato genital, o que é normal. Se o sangramento após a laparoscopia for abundante, você deve consultar um médico, pois isso pode indicar hemorragia interna.

O dia da cirurgia não é considerado o primeiro dia do ciclo menstrual, logo após a laparoscopia, a mulher não precisa ajustar seu calendário, pois a data estimada do próximo mês continua a mesma. A menstruação após a laparoscopia pode ocorrer em seu tempo habitual ou permanecer no dia calculado por um curto período de tempo - de vários dias a 2 - 3 semanas. A natureza e a duração da menstruação após a laparoscopia podem mudar, o que não deve causar preocupação, já que é uma reação normal do corpo ao tratamento.

Gravidez após laparoscopia ovariana

É possível planejar a gravidez em 1 - 6 meses após a laparoscopia dos ovários, dependendo da doença sobre a qual a operação foi realizada. Se durante uma laparoscopia, um cisto, cistoma ou aderências foram removidos, então a gravidez pode ser planejada um mês após a operação. Как правило, в таких случаях женщины беременеют в течение 1 – 6 месяцев после лапароскопии.

Если же лапароскопия производилась по поводу эндометриоза или синдрома поликистозных яичников, то планировать беременность можно будет только спустя 3 – 6 месяцев после операции, поскольку в течение данного промежутка времени женщине придется пройти курс дополнительного лечения, направленного на полное восстановление функционирования яичников и способности к зачатию, а также на профилактику рецидивов.

Deve ser lembrado que a laparoscopia para doença ovariana aumenta as chances de gravidez em todas as mulheres.

Laparoscopia dos ovários - foto


Separação de aderências entre o ovário e a alça do intestino.


Descascamento de um cisto ovariano (a foto mostra o conteúdo da cavidade cística).

A condição da mulher no primeiro dia

No primeiro dia após a intervenção laparoscópica, a mulher permanece no hospital. Os médicos observam sua saúde para rastrear a ocorrência de complicações agudas.

Quando o efeito da anestesia pára, o paciente pode sentir um forte calafrio - é assim que o corpo reage à anestesia. Esta condição não é perigosa, o paciente é coberto com cobertores adicionais. Os efeitos negativos da anestesia incluem náuseas e vômitos. Após 5-6 horas após a cirurgia, o paciente já pode se levantar e andar.

No primeiro dia após a intervenção, a dor na garganta pode perturbar a mulher, pois durante a operação a laringe fica irritada pelo tubo através do qual a anestesia é administrada.

Após a cirurgia, a dor abdominal é considerada comum. Para seu alívio, o médico prescreve medicação para a dor. A dor deve desaparecer por conta própria dentro de alguns dias após a laparoscopia.

Se a dor durar mais de 5 dias, isso indica o desenvolvimento de complicações pós-operatórias e serve como base para a busca de atendimento médico.

A duração do hospital

Quantos dias exigirá reabilitação após a remoção de um cisto, depende da situação.

Como regra geral, o termo hospitalar é calculado com base na norma clínica para a doença (no nosso caso, 10 dias) e metade desse período, a fim de visitar o médico novamente e, se necessário, ampliar o hospital.

Assim, a licença médica padrão dura 15 dias.

Terapia de manutenção

Depois que um cisto é removido, complexos vitamínicos são usados, especialmente aqueles contendo ferro. O corpo feminino perde grandes quantidades de ferro todos os meses durante a menstruação. Para restaurar o equilíbrio dos oligoelementos, recomenda-se beber água mineral.

Se você sofre dor, você pode usar analgésicos, mas somente sob a forma de injeções. Eles agem mais rápido e não prejudicam o fígado, que já está enfraquecido por cirurgias e medicamentos.

O antipirético pode ser usado apenas como último recurso, quando outros métodos não ajudam. O fato é que as substâncias incluídas em sua composição podem aumentar a inflamação e acelerar o fluxo sanguíneo no local de operação. Se a hemorragia interna se abrir, você precisará ir ao hospital.

Estilo de Vida e Dieta

É desejável abandonar os açúcares simples que causam retenção de líquidos, inchaço, aumento da pressão e estimulam processos inflamatórios. Além disso, não consuma grandes quantidades de alimentos condimentados ou salgados.

Recomenda-se peixe cozido ou carne de aves, vegetais frescos, frutos sem açúcar e frutas cítricas (maçãs, peras, limão, lima, toranja, pomelo, sweatti). Eles contêm pouco açúcar e têm a propriedade de reduzir a inflamação e baixar a temperatura se ela estiver acima do normal.

Os produtos acima, em combinação com um chuveiro frio ou de contraste, podem acelerar o processo de cicatrização várias vezes.

Mais detalhadamente sobre uma dieta depois de uma laparoscopia de um ovário leia aqui.

Você precisa ir para a cama ao mesmo tempo, para que o corpo se prepare para a cama e a qualidade do sono melhore.

4-5 horas antes de dormir, não comer nada ou fazer um lanche leve. Assim, o corpo restaurará os danos mais rapidamente, e os órgãos não carregados do trato gastrointestinal fornecerão boa saúde pela manhã.

Álcool e produtos de tabaco retardarão a regeneração de tecido dissolvendo proteína no sangue.

Também é melhor adiar o esporte e dar um descanso ao corpo. Então ele vai se recuperar mais rápido.

Por que o ovário pode doer?

Qualquer tecido dói após a cirurgia, incluindo o ovário. O principal é não tomar uma grande quantidade de analgésicos neste momento.

É melhor consultar um médico para diagnosticar com precisão se esta dor é uma resposta pós-operatória normal normal do corpo ou uma complicação.

Dor abdominal pode ser observada devido a uma violação da secreção de hormônios. Ainda assim, a operação ocorreu no ovário e está diretamente relacionada à liberação de hormônios femininos.

Características do período posoperativo

A duração do período pós-operatório é de 3 a 5 dias. Durante este período, você precisa processar as costuras e tentar andar. Andar reduz o risco de aderências e ativa a motilidade intestinal, o que afeta a regularidade das fezes.

O processo de recuperação no corpo é frequentemente caracterizado por um aumento da temperatura para 37 ˚C. Reduzi-lo com medicação não é necessário. Se o paciente estiver tomando analgésicos, é necessário eliminar o uso de álcool.

Ocorrência freqüente após a laparoscopia de cistos ovarianos - corrimento vaginal. Normal é uma descarga mucosa brilhante e inodora. Caso contrário, você precisa consultar um médico.

Pontos curam dentro de 10 a 14 dias. Depois disso, você pode começar a usar pomadas e géis, resolvendo as cicatrizes.

Liderando clínicas no exterior

Coreia do Sul, Seul

Descarga após laparoscopia

Se após a laparoscopia de um cisto ovariano houver uma pequena descarga com uma mistura de sangue, esta é uma situação normal. Recuperação da menstruação após a laparoscopia de cistos ovarianos ocorre de todas as maneiras diferentes.

É possível que não sejam de 1 a 2 ciclos, mas também é possível que em poucos dias após a operação uma menstruação extraordinária comece.

Pode ser mais abundante do que o habitual, mas na ausência de dor severa ou qualquer sensação incomum para tal estado, não há necessidade de se preocupar. Embora isso deva ser relatado ao médico.

Fim do período de recuperação

Geralmente, a reabilitação completa após a laparoscopia de um cisto ovariano dura cerca de um mês. Nos primeiros dias, uma mulher pode se sentir fraca, desejar se deitar.

No entanto, isso passa rapidamente. Dez dias depois, os pontos cicatrizam completamente. Gradualmente, eles dissolvem e suavizam, como regra, nenhum traço permanece.

Algumas recomendações

Após a laparoscopia dos cistos ovarianos:

  • Abster-se de atividade sexual por duas semanas após a cirurgia, reduzirá a probabilidade de infecções.
  • Os esportes podem ser continuados em 3-4 semanas. Lembre-se de que você precisa começar com pequenas cargas e aumentá-las suavemente.
  • Durante o período de reabilitação, é melhor não fazer viagens longas.
  • Não levante e carregue a gravidade mais de 3 kg.
  • Não tome banho até que os pontos estejam completamente curados (10 dias).
  • Não é necessário visitar a piscina até que os pontos se recuperem.

Quando você precisa se preocupar?

  • A temperatura após a laparoscopia de um cisto ovariano é superior a 38 ° C por mais de um dia,

  • Há dor severa no baixo ventre,
  • Dor na área das costuras, especialmente acompanhada de vermelhidão,
  • Grande fraqueza, confusão, embora mais de 6 horas tenham passado após a anestesia.
  • Depressão avermelhada ou avermelhada.

Em todos estes casos, uma necessidade urgente de consultar um médico.

Principais especialistas de clínicas no exterior



Prof. Ofer Merimsky



Professor Ulf Landmesser



Professor Sung Khun Noh



Dr. Alice Dong

Gravidez após a remoção laparoscópica de cistos ovarianos

A laparoscopia de um cisto ovariano não é um obstáculo para a gravidez e não tem consequências negativas para a fertilização. Tal operação é geralmente realizada em mulheres em idade fértil, então a primeira pergunta é quando elas podem engravidar.

Em princípio, isso é possível quase imediatamente após a operação. No entanto, é desejável pular dois ou três ciclos de menstruação, ou seja, você pode conceber cerca de dois a três meses após a laparoscopia.

Uma exceção é o cisto endometrioide, porque, neste caso, você precisa passar por um tratamento completo para endometriose para garantir uma gravidez bem-sucedida.

A probabilidade de gravidez é de 85%. Cada mulher tem essa oportunidade individual, depende da condição geral, dos problemas associados, portanto você não deve esperar um resultado positivo imediatamente.

Ampla informação sobre a remoção do útero com apêndices. Características do período posoperativo, revisões de antigos pacientes.

Sobre o tratamento não-cirúrgico do prolapso uterino aqui. Não perca a oportunidade de fazer sem cirurgia!

O seguinte link pode ser encontrado no tratamento do câncer de mama na Alemanha https://mdtur.com/lechenie/oncology/borjba-s-rakom-v-germanii.html. Tratamento específico de muitos tipos de câncer na Alemanha, os preços nas melhores clínicas.

Refeições durante a reabilitação

A nutrição dietética é uma parte importante de qualquer tratamento ou período de recuperação, e a remoção laparoscópica de um cisto ovariano não é uma exceção. O que posso comer após a laparoscopia dos cistos ovarianos? Durante os primeiros dias após a operação não vale nada para comer. Você pode beber água, mas apenas não carbonatada.

No dia seguinte, você pode comer pratos cozidos ou cozidos no vapor. Não há restrições, exceto para produtos que causam inchaço. Nos primeiros dois ou três dias, você precisa excluir frutas e vegetais frescos, produtos de farinha. Dentro de um mês, você precisa abandonar pratos defumados, fritos e picantes. Um mês depois, você pode voltar à dieta habitual.

Para mais informações, consulte Laparoscopia de cistos ovarianos.

98 comentários

Artigo muito bom. Obrigado. 4 dias após a cirurgia. Infelizmente, um ovário foi removido. Meninas não atrasam a visita ao médico! Tudo começou muito simplesmente duas vezes por mês eu fui mensalmente! Eu corri para o médico e encontrei um cisto de 70mm. Assistiu dois ciclos não cresceram. Ela tomou homeopatia mais terapia hormonal. Durante cinco dias, a barriga cresceu como uma mulher grávida, apesar de eu ser uma garota magra de 30 anos. Ela correu novamente ao médico e depois reuniu uma consulta. Eu percebi imediatamente que o que está errado. Cisto 16 cm Eles me enviaram para um ginecologista oncologista disse que só ele pode lidar com esses casos, pois é necessário diagnóstico expresso para o câncer. E isso não é possível em todas as clínicas. Então não brinque na mesa privada para barato. Eu encontrei o oncologista no instituto de câncer que ele imediatamente me disse para cortar. Eu concordei. Entregou análises e na sala de cirurgia! Agora em casa! Ela passou 3 dias na clínica. Nada ferido sangra bem. As babás foram obrigadas a beber água em litros para as toxinas. O banheiro foi forçado a se levantar. Enema e tudo mais. Nada de errado com isso. Minha rinoplastia foi reabilitação mais terrível lá))) mas isso é no passado. Toda saúde e boa sorte ao escolher um médico. Eu fui ao redor de alguns médicos. Não vá onde mais barato ou mais frio. O médico deveria gostar de você como um homem. Você encontrará seu médico falando pessoalmente! Então você se lembra das minhas palavras. Isso é intuição.

Obrigado pelo seu feedback!

Rita continuação da história.

Olá Rita Eu tive a mesma operação recentemente, mas apenas em Charité. Eu gostaria de perguntar a você. O que os médicos disseram para você: o que beber, quando você pode engravidar, etc.?

Mila olá. Recebi um extrato da clínica em alemão. Mais tarde, eles enviaram e-mails para o russo. Nenhuma pílula foi prescrita. Eles apenas escreveram que era necessário passar por um ultrassom para monitorar o segundo ovário, para que ficasse saudável. Após a operação, eu fui apenas esfaqueado com heparina no músculo e é isso. Me senti ótimo! Eu fumava comeu como não em mim)) não havia temperatura. Você pode engravidar três meses após a cirurgia. Tudo vai curar lá dentro do ovário normaliza seu trabalho e está tudo bem. Se você teve um tumor, então é melhor observar sua gravidez no oncologista-ginecologista, já que um novo médico sem conhecer toda a sua condição não será capaz de avaliar objetivamente a situação. Budde saudável meu querido!

Se não é um segredo, você poderia dizer ao seu oncoginecologista? É que aqueles que eu tinha antes da operação não me inspiraram confiança e profissionalismo.

No Instituto do Câncer, em Kiev, a fila é muito grande. Já os pacientes de Donetsk e Lugansk são distribuídos para os dispensários oncológicos. É melhor vir de manhã e marcar uma reunião com ele. A consulta é gratuita. Faça um exame ginecológico com você e todas as suas análises e documentos para que ele possa ver não apenas você, mas também os testes imediatamente. Entrego as análises o tempo todo no laboratório Synevo, são filiais em toda a Ucrânia. O preço lá é aceitável e a qualidade da análise é rápida e os reagentes não são soviéticos para análise. Além disso, existe uma característica que, se você precisar fazer uma série de testes, há um pacote de testes no complexo, que é muito mais barato do que levá-los separadamente. E eles vêm para a casa para a coleta de amostras de sangue para análise, o que é muito conveniente para mim quando eu dou com o estômago vazio. E como ir à clínica sem fumar ou escovar os dentes. E então eles te acordam pela campainha e isso é o mais natural de estômago vazio), a verdade é que você tem que pagar mais por isso. Faça ultrassonografias na mesma máquina e faça análises na mesma clínica ou laboratório, pois há um erro. O mesmo vale para MRI e CT, é aconselhável fazer tudo nos mesmos dispositivos. E é melhor não fazer nada e ser saudável para todos. E a propósito, ninguém cancelou a cosmoenergia e a psicossomática! Leia meu querido ou assista a vídeos no YouTube sobre psicossomática, onde conseguimos essas feridas. Não faça mais o bem e perdoe todos e todos. Não leve negativo, nos destrói! Louise Hay escreve muito bem sobre isso! Positivo em todos os lugares e sempre!

Muito obrigado! Mas, infelizmente, estou em Moscou. Nunca mais fique doente novamente.

Olá Mila, eu realmente preciso de sua ajuda Meu telefone 89163448825 Moscou é o meu site: Elena311047 & yandex.ru

Natalia não pôde entrar em contato comigo Viber, vots um 89213870351 spb

E assim minha história continua! Você deve ler com atenção! Operou-me como você leu acima e removeu o ovário! Diagnóstico expresso para câncer não mostrou nada. Enviado para histologia! Vem histologia e horror! G1 é um tumor limítrofe! Ou seja, não é maligno e não é benigno. Mas não é um bom palco! Eu não acreditei nele peguei o vidro 9 peças e bloqueei 4 peças no recibo e enviei para outro laboratório. Eles disseram a mesma coisa. Eu não sou um crente que Thomas enviou para o terceiro. Existe a mesma coisa. Isso não foi suficiente para mim! Eu pego ingressos para Berlim e saio urgentemente para a clínica com estes óculos e blocos (escondidos em uma mala-kontabanda, então o transporte sem documentos pode obter mais)! Trouxe para a Alemanha, ela passou para análise, disse a mesma coisa e disse operação repetida! Então eles removeram meu ceco, ou seja, apêndice. Eles removeram o omento maior e uma parte do tubo que restou da primeira operação e fizeram uma ressecção do segundo ovário, uma vez que também começaram a crescer por algum motivo e perfuraram todos os órgãos internos para o câncer. Após a cirurgia, fiz uma ressonância magnética com e sem contraste. Eu fiz uma tomografia PET quando um açúcar radioativo é levado através de suas veias e eles estão olhando para comer câncer. Fui operado por duas horas, o professor operou um apêndice e convidou outro cirurgião, já que todos trabalham lá. Isso é muito importante. Eles me fizeram laparoscopicamente. Pequenos furos Primalyuskie seu especial gravado com um gesso. Após a anestesia, tive um apetite selvagem. Eu comi dois chocolates e bebi dois frascos de café frio nestle))) embora todos gritou o que estava errado. Mas o corpo perguntou, e ele sabe melhor o que é possível e o que é impossível, mas ele sente que é inteligente! Não conseguia levantar-se quando o cateter estava entre as pernas e desconfortável. À noite, quando eu fui fumar, todas as babás estavam com fome e xingando)), mas eu queria! E a diversão começa aqui. Atenção: a operação diferença na Alemanha! Por que foi necessário fazer uma segunda operação! Porque um tumor maior que 10 cm é um tumor enorme! Na Alemanha, não há tumor limítrofe, eles só identificam isso como carcinoma. Do meu tumor em 15 cm eu só tinha 4 blocos de parafina e 9 copos! E deveria ter pelo menos 50. Um bloco de parafina é como uma caixa de fósforos e uma caixa de carne mais fina é colocada ali, embebida em parafina e armazenada durante anos. Portanto, do material trazido por mim não ficou claro qual era o foco do câncer e isso é muito importante! Portanto, eles procuraram por ele por todo o estômago e removeram órgãos próximos! Esta é uma prática global. E o ceco foi removido porque em 80% dos casos foi lá que o câncer começa no apêndice e vai para o ovário. Eu nunca li isso em lugar algum. O professor me disse lá. Portanto, a diferença é enorme. Mas também em dinheiro também!
No quinto dia fui dispensado em casa. Eles deram um extrato em um envelope em alemão em russo que prometeram jogar fora dos correios em breve. Meus excelentes testes celulares não encontraram em nenhum lugar esse grande sucesso. O professor disse que eu tenho sorte, estou vivo e saudável. Eu não tenho dor. Emplastros caíram no chuveiro. As feridas estão apertadas, eu as sujo com o creme Kilofibreys-Germany de cicatrizes. Eles compraram super creme por 8 €! Até eu manche isto debaixo de olhos de rugas!
Às vezes me dói espirrar a imprensa endurecer, mas não é nem duas semanas depois. Vai passar tudo e isso também. Então, meus queridos, não puxe a borracha se você está preocupado com alguma coisa e correndo para o médico! Até mesmo o câncer é tratado nos estágios iniciais. Eu acreditei na minha recuperação e proibi todos de dizerem a palavra "Câncer" em voz alta! Eu sou saudável! Eu sou feliz e linda!
O endereço da clínica para quem é necessário: Berlim. Clínica Helios Berlin-Buch. É fora da cidade na floresta)) bonito lá. Provedor Michael Unch-German um grisalho) gosta de piada. Ele queria me ver através do ânus)) a clínica não é muito famosa entre os russos, então os preços lá são sãos! E há muitos professores russos em cativeiro e os preços estão aí para os novos russos. É muito caro e a quantidade não está aumentando para a pessoa média. Se você decidir ir lá para tratamento, alugue imediatamente um apartamento perto da clínica para que seja mais barato. Так как проживание в клинике 1 местная палата 230€ в сутки! 2-местная 165€. И трехместная 65€ в сутки. Дороговато. МРТ и ПЭТ-КТ делайте дома это дешевле а туда везите с собой диски! Так как там пэт-кт стоит 1700€. Уже экономия! Найдите себе переводчика толкового и пронырливого так как если попадется мямля какая то то вы встречи с профессором будете ждать пол года.Lá ele é pintado tudo por hora! Se você acha que vai vir e pagar-lhe fora do turno, então você está errado, não existe tal coisa. ))) droga, eu já poderia ser o organizador do tratamento no exterior tanto eu sei, desculpe eu não sei alemão))) cidadãos que tiverem alguma dúvida irão escrever comentários eu recebo uma carta pelo correio e vou tentar te ajudar! Te abençoe!

Eu quero te perguntar. Eu tive a cirurgia laparascapia para remover os anexos. Hoje, o oitavo dia de amenia é atormentado pela temperatura. Mantém 37,4 e hoje subiu para 37,6. Perguntou o médico quanto a temperatura. Ele diz que é normal, mas. Se você souber de alguma coisa, por favor nos avise.

Natalia, quando fiz a primeira cirurgia para remover um cisto ovariano em Kiev, tive febre e dor intensa nas omoplatas, pois o gás estava saindo da laparoscopia. A condição era péssima. Embora o médico tenha dito no dia seguinte, vamos escrever. Aha balalaika no quinto dia eu acabei de escrever. Como havia uma temperatura e não havia força alguma. A temperatura é causada pela inflamação, que ainda é uma ferida dentro e fora das costuras da pele. Pois o corpo é estresse. Minha temperatura foi de três dias. Se a temperatura subir acima de 38, você deverá contatar imediatamente o cirurgião que operou você. E temperatura 37 é o nosso corpo inteligente lutando com a nossa doença. Embora depois da segunda operação, mas na Alemanha eu não tivesse temperatura, não havia nada. À noite eu fumei e após a operação eu imediatamente comi, embora o volume da operação fosse muito maior. Além disso, há uma diferença na anestesia e na técnica da operação. Táxis da Alemanha! Pensei em mudar para um país com um bom e competente remédio!

Olá, diga-me, por favor, tenho cistos em ambos os ovários, logo a cirurgia. Eu tenho duas perguntas, não perguntei ao médico, porque havia muitas perguntas, muitas coisas que precisavam ser discutidas, eu perdi a cabeça. E na recepção só depois de passar todos os testes. Eu gostaria de saber as respostas para eles cedo) Pergunta: por que depois de 3 meses da operação é necessário tentar engravidar, porque não depois? O médico me disse que depois de 3 meses vamos tentar engravidar. Tenho 22 anos, não parei, não planejei uma gravidez no próximo ano. A segunda questão é: por que você precisa de ultrassonografia dos órgãos da cavidade abdominal, colonoscopia, FGS e ultrassonografia renal antes da operação? Como isso está relacionado com os ovários?

Sophia, posso responder suas perguntas? Eu fiz cistos ovarianos laparás há um mês. Cerca de 3 meses, eu acho que você foi dito, o que significa que você pode engravidar se você vai engravidar depois de 3 meses. Até então, não recomendo. E sobre análises, tudo depende da clínica. No começo eu ia fazer uma coisa, havia uma lista enorme de testes e exames que eu tive que passar por um gato, incluindo o que você escreveu. Quase uma semana antes da cirurgia, decidi mudar a clínica e o médico. Eles deram a lista várias vezes menos. Praticamente apenas alguns testes e ultra-sons do ovário operado apenas. Eu até comprei uma rede para a operação na primeira clínica, o gato não foi útil para mim. Tudo correu bem e o que você quer)

H: Olá, acontece que você fez 2 colias, uma em Moscou, outra em Berlim, eu queria saber quem te ajudou na clínica em Berlim para procurar um médico, você escreve, você pode encontrar alguém que esperará um mês para se encontrar com a professora.

Mais uma vez, boa tarde, quero lhe enviar meu celular: 89163448825, Elena, peço-lhe que responda, tenho uma situação difícil, Elena, moro em Moscou, agradeço antecipadamente, preciso de um bom mediador ao chegar na clínica.

Elena, eu escrevi para você!

Garota, eu tenho exatamente a mesma história. Houve um enorme cistoma de 20 cm, cresceu durante vários meses, foi operado, um ovário foi removido, a histologia mostrou que o tumor estava limítrofe, a química foi feita. E isso é tudo. Nenhum outro tratamento, nada. Uma biópsia do segundo ovário, como outros órgãos, não foi levada para análise. Eu doo sangue para controle, mas sinto que isso não é suficiente. Um ano se passou, o lugar onde o ovário foi removido me dói terrivelmente, o direito também é ampliado, os médicos dizem que é a norma, mas tenho medo de ter 23 anos e quero ter certeza de que sou saudável, receber um tratamento decente e aconselhamento qualificado. Conte-nos mais sobre como se inscrever em um especialista no exterior, quais testes devem ser realizados, o que procurar. Obrigado

Yulichka por que você precisa ir para o estrangeiro? Encontre uma clínica onde há uma máquina de ressonância magnética, faça uma ressonância magnética com contraste, veja o resultado e tudo mais. A doação de sangue para análise nem sempre é a análise correta, portanto é apenas um dos métodos de definição. Há muitos deles, mas o mais preciso é para o patologista quando ele examina a biópsia. A principal coisa não fique nervoso. Após a menstruação por 4-8 dias, faça um exame ultra-sonográfico com o segundo ovário. Eu acho que tudo vai ficar bem com você. Menos nervoso. E perdoe todos os homens! A doença das mulheres é a raiva dos homens! Processo psicossomático. Reservar o perdão radical. Leia!

Porque a atitude dos médicos no exterior é completamente diferente. E educação. Pratique novas tecnologias. O estudo de novos métodos de tratamento. Aqui, como já escrevi, qualquer reclamação é a norma. Não entendo como um ginecologista poderia dizer um tumor em 10 cm que resolverá após a menstruação. Um mês depois, ela já era duas vezes maior e outro médico me mandou imediatamente para a mesa de operações. Não fique nervoso? Depois disso, como posso confiar nos médicos que dizem que tudo é normal? Sobre os homens, eu não concordo com você. O que são homens em 22 anos?

No exterior é bem tratado apenas se o paciente tiver dinheiro. Meu tio mora na Alemanha e os horrores me dizem sobre remédios. Dois anos atrás, eu fui encontrado e um cisto e mioma, com um tamanho bastante grande. Felizmente há um amigo da família, um médico. Ele concordou com o médico. E eu fui operado em Moscou. Tudo está bem e a principal coisa que todos os órgãos reprodutivos salvaram. Embora tudo estivesse em questão. Dois anos depois, novamente um cisto, apenas outro no mesmo ovário. E o ginecologista que vê este cisto prescreve a droga duphaston (você pode ler na internet). Um mês gasto em bebida, o cisto aumentou. Ela me deu um encaminhamento para um hospital para tratamento médico. Mas eu novamente pés em mãos e ao meu cirurgião. Ele disse que apenas a remoção do cisto. Porque não pode ser curado com medicação.Aqui e confio ginecologistas.
Eu sou todo pelo fato de termos excelentes médicos. Apenas precisa saber ou ter amigos que possam ajudar.
Desejo-lhe toda saúde e crianças. Eu sintonizo a operação sozinho.

Olá, por favor, diga-me que fui operado aos 12 anos. Removido o ovário. Agora tenho 20 anos, comecei a fumar há menos de um ano. E com muito medo do ovário restante. Fumar tem um efeito forte sobre ele? Tudo o mesmo, no futuro, um ovário para dar à luz. Eu não sei o que fazer

Olá, por favor, diga-me que fui operado aos 12 anos. Removido o ovário. Agora tenho 20 anos, comecei a fumar há menos de um ano. E com muito medo do ovário restante. Fumar tem um efeito forte sobre ele? Tudo o mesmo, no futuro, um ovário para dar à luz. Eu não sei o que fazer, dar conselhos

Delícia! Eu li e me pergunto, uma história fácil e positiva sobre sua viagem e tratamento.
De repente é seu chamado, para ajudar com conselhos e viagens, de repente as pessoas precisam de seu calor e apoio.
Obrigado pela sua história.
Viva por muito tempo e esteja bem.
Atenciosamente, Moe

Obrigado por suas amáveis ​​palavras! )) Desejo a todos boa saúde! Eu te envio meus abraços calorosos! Sorria com mais frequência!

Recomendações após o procedimento

A recuperação total do corpo após a intervenção demora cerca de um mês. Para que este período passe sem complicações, é necessário seguir recomendações simples:

  • Exclua o contato sexual para não provocar infecção ou causar divergência.
  • Evite o estresse físico e esportivo. Dentro de 3 meses após a laparoscopia, é impossível levantar pesos com mais de 3 kg.
  • Escolha roupas soltas que eliminem o aperto de órgãos e danifiquem as costuras.
  • Até que as costuras estejam completamente curadas, não se deve tomar banho. Você pode lavar no chuveiro, tratando depois os pontos com uma solução desinfetante.
  • Você não pode ir ao solário, banho, tomar sol por um longo tempo no sol.
  • Siga a dieta recomendada.

A duração padrão das licenças médicas é de 7 a 10 dias.

No caso do bem-estar, o paciente pode começar a trabalhar mais cedo. Se a atividade de trabalho de uma mulher estiver associada a um esforço físico pesado, você também deve consultar seu médico antes de ir trabalhar.

Peculiaridades da nutrição durante o período de reabilitação

O primeiro dia após a cirurgia não é recomendado. Você pode beber água não carbonatada. No segundo dia, caldo fraco, mingau, purê de sopa, pratos cozidos no vapor são permitidos.

Durante o período de reabilitação, atenção especial deve ser dada à função intestinal. Isto é devido ao fato de que o intestino está localizado na proximidade dos ovários e pode exercer pressão sobre eles. É necessário alcançar um tamborete diário, usando uma quantidade suficiente de fibra, produtos lácteos fermentados e água pura.

Por 1-1,5 meses você precisa excluir produtos que provocam aumento da formação de gás, alimentos gordurosos, condimentados e fritos. Café indesejável, chocolate e álcool. Recomenda-se comer pequenas refeições 5-6 vezes ao dia.

Gravidez após laparoscopia de cistos ovarianos

Durante a cirurgia laparoscópica, apenas um cisto é removido, o tecido ovariano saudável não é afetado. Portanto, a laparoscopia não é um obstáculo para a gravidez.

Após a operação, o ciclo menstrual pode falhar e a restauração completa do sistema reprodutivo leva cerca de 3 meses. Quando o ovário operado começa a funcionar normalmente, você pode planejar uma gravidez.

Em 85% das mulheres após a remoção laparoscópica de cistos ovarianos, a gravidez ocorre dentro de um ano. A possibilidade de gravidez depende não só da operação para remover um cisto. A capacidade de conceber é influenciada pelas características individuais do sistema reprodutivo, comorbidades e condição geral do corpo.

O regime de poupança e adesão à recomendação de um médico é uma maneira de se recuperar rapidamente e facilmente após a laparoscopia do cisto ovariano.

Para excluir o reaparecimento de cistos, é necessário continuar a ser observado por um ginecologista. Dependendo do tipo de cisto removido, o médico pode prescrever um tratamento de suporte.

Pin
Send
Share
Send
Send