Saúde

Coceira após a menstruação: as causas de sua ocorrência e métodos de tratamento

Pin
Send
Share
Send
Send


O principal sintoma que indica a presença de um processo inflamatório ou infeccioso nos órgãos reprodutivos femininos é o aparecimento de prurido após a menstruação. Este fenômeno muitas vezes preocupa mulheres, muitas vezes é o sintoma principal de modificações patológicas, contudo, menos muitas vezes acontece que este fenômeno não se associe com a doença.

Fatores Provocadores

Os principais fatores que provocam coceira vaginal na área íntima após a menstruação incluem o seguinte:

  • falta de higiene íntima,
  • reação alérgica a almofadas, tampões ou sabão,
  • defesa imunitária reduzida
  • hipotermia
  • uso de certos medicamentos,
  • excesso de peso
  • uso incorreto de produtos de depilação.

Causas específicas de coceira

Uma causa frequente de uma coceira após a menstruação é uma visita à piscina. Depois de nadar, a mulher precisa lavar o cloro da membrana mucosa dos órgãos externos o mais rápido possível. Outra razão capaz de provocar a aparência de coceira vaginal é uma violação da microflora natural. Esta condição pode ser causada pela ingestão descontrolada de medicamentos, mais frequentemente antibacteriana e ducha freqüente.

Após a menstruação, a coceira também pode ocorrer como uma alergia ao material do qual a calcinha é feita. O Atlas e os produtos sintéticos recomendam-se a abandonar-se e usar tecidos de algodão de alta qualidade.

Em alguns casos, a coceira pode ser desencadeada por espermatozóides, se a relação sexual ocorreu nos primeiros dias após a menstruação.

Causas patológicas da coceira

Às vezes a razão que uma mulher tem coceira após a menstruação é certas doenças. Tal sintoma pode alertar sobre o desenvolvimento das seguintes patologias:

  • candidíase urogenital,
  • processo inflamatório nos apêndices,
  • infecção pelo papilomavírus humano
  • diabetes mellitus
  • tricomoníase
  • ureaplasmosis,
  • vaginite não específica.

Considere as causas mais comuns de coceira após a menstruação.

Candidíase urogenital nas pessoas comuns é chamado de "sapinho". O principal fator predisponente para tal estado desagradável é uma diminuição da imunidade, contra o pano de fundo do qual fungos semelhantes a leveduras são ativados. A sintomatologia pode ocorrer nos amantes de doces, pois esses patógenos preferem se multiplicar no organismo, que recebe uma grande quantidade de carboidratos.

O que descarga branca após a menstruação e coceira significa?

Na candidíase, podem ocorrer sintomas como secreção brônquica do trato genital, coceira, sensibilidade e sensação de queimação na área genital. A sintomatologia nem sempre aparece imediatamente após o término da menstruação. Estes fenômenos estão frequentemente presentes no período da menstruação.

Vaginite não específica ou colpite é um processo inflamatório nos genitais de natureza bacteriana. Neste caso, o provocador principal também é uma imunidade reduzida, no contexto de que a flora condicionalmente patogenética começa a desenvolver-se intensivamente. Além disso, a doença pode ocorrer devido a higiene inadequada ou infecção no corpo durante a relação sexual. Esta patologia é caracterizada por secreção purulenta ou mucosa da vagina. Os genitais estão coçando, inflamados e inchados.

Alguns também estão preocupados com o cheiro desagradável na área íntima.

Com a tricomoníase, há uma secreção amarela, que muitas vezes é acompanhada por um forte odor e coceira intensa. Além disso, o processo urinário está associado a intensas sensações dolorosas observadas na cistite. Pústulas aparecem nos órgãos genitais do lado de fora, que começam a sangrar mesmo após irritação leve.

Higiene inadequada

Higiene inadequada também causa coceira. Neste contexto, microrganismos condicionalmente patogênicos e fungos se espalham. Tal patologia como diabetes mellitus é caracterizada por um quadro específico, o que cria pré-requisitos para o desenvolvimento de fungos, razão pela qual as membranas mucosas dos órgãos genitais são muito comichão e inchaço. Candidíase em diabetes é bastante comum.

Qual é o perigo?

Coceira regular após a menstruação pode trazer algum perigo para a saúde da mulher, especialmente se for causada por doenças. Neste caso, a inflamação pode se espalhar do externo para os órgãos reprodutivos internos de uma mulher, o que eventualmente leva à formação de aderências na área dos apêndices, que, por sua vez, causa obstrução das tubas uterinas e infertilidade. A concepção ao mesmo tempo é uma pergunta grande, e a probabilidade da gravidez ectópica aumenta agudamente.

Fazendo um diagnóstico

Recomenda-se ir ao médico se prurido após a menstruação no sétimo ou décimo dia do ciclo. O especialista no processo de diagnóstico atua da seguinte maneira:

  • avalia o estado do segredo genital,
  • palpando os apêndices e o útero,
  • envia uma mulher para análise para detectar a presença de DSTs,
  • realiza colposcopia
  • envia o paciente para o ultra-som.

Considere o tratamento da coceira após a menstruação.

Métodos de terapia

Se a causa do desconforto desse tipo se tornar colpite, o paciente receberá prescrição de medicação anti-inflamatória. Além disso, o médico prescreve alguns medicamentos desinfetantes. Se necessário, pode ser recomendado tomar medicamentos como o Metronidazole, Terzhinan, Ofora, Tifloks. Como regra, a solução de clorexidina é administrada para lavagem e lavagem. Essas ferramentas também ajudarão a remover o cheiro desagradável na área íntima.

Se a causa da coceira for afta, medicamentos antifúngicos são prescritos para a mulher. Para normalizar o estado do sistema imunológico é atribuído o uso da droga "Immunal" ou echinacea tintura. Grande benefício de uma variedade de supositórios vaginais.

Na tricomoníase, o paciente é prescrito o uso dos medicamentos Metronidazol e Trichopol.

Se a coceira foi causada por um vírus, o especialista decide sobre a nomeação de drogas semelhantes a drogas como Zovirax e Aciclovir. O uso destes medicamentos é frequentemente combinado com o uso de produtos locais.

Com endometrite e adnexite, é praticada terapia complexa, na qual o paciente recebe prescrição de medicamentos vitamínicos, analgésicos e antibióticos. O tratamento medicamentoso é geralmente combinado com fisioterapia.

Quando as doenças endócrinas atuam como provocadoras da coceira após a menstruação, o médico prescreve uma terapia da principal condição patológica, na qual os medicamentos são usados ​​para aliviar os sintomas locais.

Prevenção

Atenção especial às mulheres deve ser dada a medidas preventivas. Em primeiro lugar, é necessário controlar o ciclo menstrual, observar atentamente a higiene das zonas íntimas e não praticar atos sexuais desprotegidos.

Recomenda-se lavar depois de cada toalete e ao mesmo tempo é desejável usar um sabão especial.

Absorventes higiênicos (diários e destinados à menstruação) precisam ser trocados uma vez a cada 2 horas. Recomenda-se também aderir à dieta, que exclui o uso de alimentos salgados, gordurosos, doces e picantes durante a menstruação. Recomenda-se recusar visitar piscinas e saunas.

Gel "lacticida"

Se a coceira após a menstruação não é causada por processos patológicos do sistema reprodutivo, uma variedade de meios para a higiene íntima pode ajudar a se livrar desse sintoma desagradável. A violação da microflora é muitas vezes acompanhada de comichão na área íntima e um cheiro desagradável, e como resultado de uma falta de lactobacilos, as forças de proteção nesta zona começam a declinar.

O que ajudará a prevenir a coceira dos lábios genitais após a menstruação?

Gel "Laktatsid" para a higiene dos órgãos genitais com base no ácido láctico é usado para restaurar a composição qualitativa e quantitativa de lactobacilos. Esta ferramenta restaura a microflora natural das zonas íntimas, não se aplica a medicamentos.

O preço do gel "Lactacid" para a higiene íntima interessa a muitos.

O elemento activo dos meios para a implementação de procedimentos de higiene na zona íntima é o ácido láctico, que regula a formação de bactérias benéficas para a microflora normal.

Os seguintes componentes também estão presentes neste produto higiênico:

  • proteína do leite
  • manteiga de amendoim,
  • caseína
  • lactose,
  • água
  • óleo de palma de coco hidrogenado,
  • parabens
  • ácido fosfórico,
  • propilenoglicol.

Variedades de gel "Lactacid":

  1. "Irritação" - para eliminar a coceira e o desconforto causados ​​por distúrbios hormonais.
  2. "Secura" - a partir dos sintomas desagradáveis ​​associados à falta de umidade.
  3. "Óleo de limpeza" - para amolecer os tegumentos exteriores.
  4. "Thrush" - no tratamento da candidíase vaginal.
  5. "Lacticídio antibacteriano" - durante a gravidez.
  6. "Pele sensível" - géis hipoalergênicos.
  7. “Cheirar” - quando é impossível implementar procedimentos de higiene da água.
  8. "Cuidado básico" - géis de todos os tipos de pele.
  9. "Crianças" - para meninas depois de 3 anos.

Recomendações de uso:

  • todas as fases do ciclo menstrual
  • depois de visitar as praias, piscinas, banhos,
  • antes e depois da relação sexual,
  • no verão,
  • a fim de estabilizar o equilíbrio ácido-base na vagina,
  • durante a menopausa,
  • para a prevenção de tricofitose e candidíase,
  • para a prevenção de candidíase ao usar contraceptivos orais,
  • depois de exercícios esportivos,
  • no tratamento combinado de doenças ginecológicas.

Contra-indicações para o uso desta ferramenta é uma alta sensibilidade ao ácido láctico. O preço do gel “Lactacid” para higiene íntima é de aproximadamente 90 rublos.

Coceira após menstruação: causas

Coceira vaginal após a menstruação pode ter várias causas. Na maioria das mulheres, isso pode ser causado por uma alteração nos níveis hormonais. À medida que os níveis de estrogênio diminuem durante um período de tempo, o tecido vaginal pode perder umidade e ficar irritado. Assim, a menina pode sentir uma coceira na vagina.

Coceira também pode ser causada por juntas. Por exemplo, absorventes higiênicos podem conter fragrâncias, corantes e outros produtos químicos que irritam a pele delicada da vagina. Portanto, é melhor usar durante a menstruação um copo menstrual ou produtos de algodão orgânico.

Às vezes, usar uma almofada à noite ou por muito tempo pode causar coceira vaginal. Você não pode usar sem substituir a junta por mais de três a quatro horas seguidas, como o uso a longo prazo pode promover o crescimento de bactérias e leveduras.

Roupa interior também pode causar comichão. É necessário usar só linho de tecidos naturais, e os sintéticos não podem usar-se em absoluto, especialmente durante a menstruação. Além disso, você precisa o mínimo possível de usar roupas íntimas estreitas e encaixar as coisas de modo que o ar entre na área da vagina e da virilha, para que a prevenção de doenças, irritação e coceira seja realizada. Mas também há várias outras razões pelas quais a coceira pode ocorrer após a menstruação.

Sintomas de infecções vaginais

Às vezes, as bactérias vaginais ficam muito ativas. Os sintomas da presença de bactérias incluem coceira vaginal, secreção aquosa, uma cor diferente de corrimento, um cheiro mais forte que o habitual (especialmente após a relação sexual) ou um cheiro desagradável. Na maioria dos casos, esses sintomas podem desaparecer por conta própria em poucos dias. Uma menina pode comer alimentos que contenham probióticos, como iogurte. Mas se esse problema não passou, você precisa consultar um médico e testar.

Uma sensação de coceira ocorre quando um fungo candida (fungo de levedura) começa a crescer. Sinais de uma possível infecção levedura incluem uma sensação de queimação durante a relação sexual ou micção, uma erupção cutânea ou corrimento branco, que tem uma aparência brega. Infecções fúngicas podem ser causadas por estresse, alterações hormonais ou pelo uso de antibióticos.

Alergia a produtos químicos domésticos

Uma das causas populares de coceira na vagina são novos produtos químicos ou substâncias. Como qualquer outra parte do corpo, a vagina pode reagir a certos produtos químicos, como usar um novo sabão em pó ou usar um novo gel de banho e xampu. Precisa de um conselho médico sobre se a coceira é causada por alergias. Se este for o caso, você deve parar imediatamente de usar produtos de alergia. Eles precisam ser mudados para mais macios e hipoalergênicos.

Doenças sexualmente transmissíveis, como clamídia, herpes e gonorreia, são provavelmente as causas mais graves de coceira vaginal. Se você tem vários parceiros ou sexo desprotegido, há uma chance de que a coceira na vagina seja causada por DSTs. Se houver risco de tal doença, as meninas devem visitar um ginecologista e fazer todos os exames necessários.

Como tratar a coceira após a menstruação

O tratamento da comichão pode ser diferente, tudo depende do motivo da aparição da coceira. Existem várias maneiras de reduzir sintomas desagradáveis. Por exemplo, lavar a vagina e a área circundante com água fria reduz o calor na vagina, o que, por sua vez, pode reduzir a coceira. Ao usar este método, você não pode pulverizar água diretamente na vagina.

Culturas ativas em iogurtes simples e salgados podem ajudar a combater infecções e promover o crescimento de boas bactérias. Primeiro você precisa colocar o iogurte em um novo cotonete. Em seguida, o tampão é inserido na vagina e deixado lá por algumas horas. Realizar este procedimento duas vezes por dia deve dar resultados notáveis ​​durante a semana.

Também ajuda a se livrar da coceira na solução de soda da vagina, enquanto a combinação de água e refrigerante deve ocorrer em certas proporções. Além disso, você pode fazer douching com soluções de grama e usar refrigerante. Mas esses procedimentos podem ser realizados apenas com receita médica.

Recomendações

O tratamento é realizado por um ginecologista, dependendo dos resultados do exame e do diagnóstico. A automedicação só pode aliviar os sintomas externos de coceira e ardor, o que pode levar a uma recaída da doença. Durante o tratamento, é necessário evitar relações sexuais, observar cuidadosamente a higiene pessoal, observar o regime de trabalho e descanso e comer corretamente.

Como você pode reduzir o desconforto de ardor e coceira após a menstruação:

  • descarte sabão e outros produtos de higiene que causem desconforto ou irritação,
  • em caso de secura severa na área genital, use lubrificantes especialmente desenvolvidos,
  • usar apenas tecidos naturais
  • flushing após cada viagem para o banheiro durante o mês, mudanças freqüentes de juntas,
  • procedimentos completos de higiene de manhã e à noite,
  • excluir dos alimentos ricos em alimentos, bebidas alcoólicas e carbonatadas, alimentos condimentados, defumados, e adicionar à dieta de laticínios e alimentos à base de plantas,
  • banhos e banhos ou sauna não são recomendados.

Você não deve ignorar os sintomas desagradáveis, é melhor procurar imediatamente a ajuda de um ginecologista, isso irá ajudá-lo a estabelecer com rapidez e precisão o diagnóstico e, portanto, salvar a mulher do desconforto.

Estímulos externos provocando coceira durante a menstruação

A opinião de que as causas da coceira durante a menstruação estão associadas apenas a doenças infecciosas e hormonais está errada.

Fatores externos que causam desconforto na virilha são:

  • abordagem errada aos procedimentos de higiene durante a menstruação,
  • almofadas longas,
  • intolerância individual de produtos de higiene usados,
  • vestindo linho de materiais sintéticos.

Se fatores externos se tornarem a causa de uma condição desagradável, uma das dicas descritas abaixo ajudará a se livrar da irritação.

Higiene no período da menstruação

Para que a coceira após a menstruação e durante os dias críticos não cause transtornos, você deve seguir regras estritas de higiene íntima:

  1. Em vez de um banho, você precisa tomar um banho para evitar a infecção dos órgãos reprodutivos.
  2. Durante a lavagem, direcione a água e mova a mão da frente para trás - para que a infecção da área retal não entre na vagina.
  3. Para limpar a área da virilha, você precisa selecionar uma toalha separada com um cochilo macio.
  4. É aconselhável recusar a relação sexual, pois é mais fácil contrair uma doença infecciosa durante um período de enfraquecimento da imunidade.
  5. Não use tampões sem informações suficientes sobre as regras para seu uso. É aconselhável substituir os tampões a cada 2 horas. O uso prolongado de tampões leva à irritação das membranas mucosas e cria um ambiente adequado para a reprodução de micróbios. Na presença de patologias infecciosas, o uso de fundos é proibido.
  6. Подмываться нужно регулярно и тщательно, использовать специальные средства для интимной гигиены. Não permita que eles atinjam as membranas mucosas.
  7. Apenas roupas íntimas de algodão devem ser usadas. Você precisa levar a sério a seleção de roupas íntimas. O tecido deve ser natural e a forma das calças - correta.
  8. Não esqueça de trocar as juntas a cada 4 horas, mesmo que o produto ainda não esteja totalmente impregnado.
  9. Durante o período regulamentar, não é recomendado nadar na piscina e em águas abertas.

Se, apesar da observância das normas higiênicas, um local íntimo continua a ser arranhado após a menstruação, a razão não está nos fatores externos. Neste caso, é melhor entrar em contato com um ginecologista, porque há uma alta probabilidade de doenças infecciosas.

Prurido

Quando a coceira e a ardor aparecem durante e após o período menstrual, há uma maior probabilidade de anormalidades patológicas. O desconforto ocorre agudamente, traz forte inconveniência e não passa.

Revelado um grande número de doenças que podem causar coceira na área do biquíni:

Candidíase vaginal

Outro nome para a doença é afta. A irritação da consistência do queijo cottage pode causar irritação. A falta de terapia e progressão da doença leva ao aumento do desconforto. A influência constante da descarga na área inguinal irrita a membrana mucosa. Uma mulher sofre de dores ardentes e sofre de inchaço dos lábios.

Tricomoníase

O sintoma patológico é causado por uma descarga amarelo-esverdeada de uma estrutura aquosa. Eles são perturbados durante todo o ciclo menstrual, no entanto, durante o sangramento, irritam mais fortemente as mucosas vaginais. As sensações são acompanhadas de febre e queimação na região da virilha.

A descarga das áreas íntimas se torna purulenta. Eles podem ser facilmente notados graças a uma sombra incomum cinza-amarelada. Durante a menstruação, o efeito do muco na área inguinal aumenta.

A doença ocorre devido à infecção do corpo com clamídia. A patologia incomoda o paciente constantemente, no entanto, durante a menstruação, coceira e queimação são piores. Sintomas relacionados: muco acinzentado, inchaço, dor no períneo.

Vaginose devido a danos bacterianos

Patologia provoca Gardnerella. Durante a menstruação, a microflora vaginal muda e a bactéria se torna ativa. As descargas adquirem um cheiro de peixe e uma estrutura aquosa, coçando na virilha.

Parasitizing dentro das células, o vírus provoca uma exacerbação da doença nos dias da menstruação devido à diminuição da imunidade. Além da coceira na área íntima após a menstruação, pequenas úlceras cheias de líquido são perturbadas por uma mulher nas paredes dos lábios.

Regras gerais de tratamento

A queima durante a menstruação é tratada de forma diferente, dependendo do diagnóstico. Você não deve se envolver em terapia própria - apenas um médico é capaz de determinar por que ocorreu uma coceira e prescrever o tratamento correto.

Se a causa do desconforto for um fungo, o médico prescreve antifúngicos. Coceira para tricomoníase também é tratada com medicação. E se livrar de colpite por desinfecção constante das áreas afetadas.

Para alcançar o efeito máximo, a terapia deve ser abrangente. Além de drogas específicas, um especialista é nomeado:

  • tomando drogas antibacterianas
  • uso de complexo vitamínico-mineral,
  • dieta ou nutrição balanceada.

Inflamações e resfriados da vagina exigem um longo período de reabilitação. Após a eliminação da coceira e outros sintomas, o paciente deve passar por uma série de procedimentos, incluindo:

  1. Efeitos de fisioterapia.
  2. Tratamento de lama curativa.
  3. Aquecendo

Medidas preventivas

Para evitar irritação durante a menstruação, é aconselhável seguir as regras simples de prevenção. Várias medidas descritas abaixo também podem aliviar os sintomas e reduzir a gravidade do desconforto.

Recursos preventivos no período antes da menstruação incluem:

  1. Não risque a virilha mesmo com coceira intensa.
  2. Visitas regulares ao ginecologista - uma vez a cada 6 meses, permitirão identificar doenças infecciosas dos órgãos genitais com antecedência e iniciar a terapia a tempo.
  3. O uso de contraceptivos para prevenir a infecção por doenças sexualmente transmissíveis.
  4. Evitar o estresse ou usar sedativos.
  5. No período sem sexo, basta lavar uma vez por dia, então os microrganismos benéficos permanecerão. Após a relação sexual, a lavagem é necessária.
  6. Você deve levar um estilo de vida saudável e comer direito. A comida deve ser fresca e equilibrada. É aconselhável remover da dieta de produtos nocivos. A dependência do álcool e do fumo não é bem-vinda. Pelo contrário, recomenda o exercício regular.

Se houver desconforto nos dias da menstruação ou após a regulação, é necessário seguir seriamente as regras de higiene. Em situações em que o sintoma continua a incomodar, é importante procurar imediatamente a ajuda de um ginecologista, identificar a causa da coceira durante o período menstrual e iniciar o tratamento em tempo hábil.

Causas de coceira após a menstruação

Um dos fatores de coceira ou ardor após a menstruação pode até ser uma visita à piscina. Neste caso, é necessário, o mais rapidamente possível, lavar o cloro dos órgãos genitais externos.

A perfuração da vagina após a menstruação pode não apenas devido à influência de causas externas. A manifestação da patologia também serve como base para a coceira.

Fatores externos

Fatores externos incluem:

  • substituição tardia de juntas,
  • depois de irritação de barbear
  • higiene instável da área íntima,
  • hipotermia
  • excesso de peso
  • imunidade reduzida
  • ingestão descontrolada de drogas antibacterianas
  • intolerância a certos tipos de roupa interior, almofadas.

Se a coceira começar após a menstruação, o paciente pode ser alérgico ao material do qual a cama foi feita. Além disso, se a relação sexual ocorresse no dia seguinte após a menstruação, uma sensação de queimação poderia ser desencadeada pelo esperma de um parceiro.

Causas patológicas

Infecções genitais podem servir como a ocorrência de coceira e queima após a menstruação. Se uma mulher pode lidar com fatores externos, mudando sua atitude em relação à higiene pessoal e comprando roupas íntimas de melhor qualidade. Que em caso de patologia, apenas o médico ajudará.

Patológico incluem as seguintes razões:

  • sapinho ou candidíase - corrimento de queijo, coceira após a menstruação, indicar esta doença,
  • inflamação dos órgãos pélvicos (adnexite, endometrite),
  • tricomoníase - após a menstruação comichão e descarga com uma coloração esverdeada aparecer, há também uma sensação de queimação na vagina,
  • gonorreia é caracterizada pelo aparecimento de dor ao urinar, descargas purulentas, queima dos genitais,
  • diabetes mellitus
  • herpes - o aparecimento de pequenas bolhas nos genitais externos,
  • problemas com a formação do sangue
  • erosão cervical,
  • psoríase - é raro, mas os lábios e o clitóris afetam as placas psoriásicas (causam prurido intenso e aparecem crostas no clitóris),
  • câncer vulvar - acompanhado de coceira do clitóris e da área ao redor.

Se a doença permaneceu despercebida por muito tempo, então o processo se tornará crônico. Isso não só complicará o diagnóstico, a doença será difícil de tratar.

Quando as doenças não tratadas dos órgãos pélvicos ou em contato tardio com a clínica, o paciente enfrenta infertilidade, disfunção dos genitais.

Qual é o perigo dos sintomas?

Muitas doenças são assintomáticas. A infecção se espalha para todos os órgãos próximos. Existe um processo inflamatório. Isso leva a aderências nas trompas de falópio.

Como resultado, uma mulher não pode engravidar, o risco de gravidez ectópica aumenta. As aderências são ruins para o desenvolvimento do feto.

Recomenda-se ir a uma consulta com um médico quando a coceira e a queimação após a menstruação não desaparecerem por vários dias e os outros sintomas descritos acima forem adicionados a ela.

Como estabelecer um diagnóstico

Para diagnosticar o paciente deve apenas um especialista qualificado. É necessário consultar um médico somente após os períodos terem passado.

O médico vai ouvir as queixas do paciente, palpar, consultar os seguintes exames:

  • esfregaço
  • urinálise,
  • testes para infecções sexualmente transmissíveis,
  • colposcopia (implica exame do útero sob ampliação),
  • exame de ultra-som
  • sangue para açucar
  • exame por um endocrinologista,
  • exame final por um terapeuta.

Terapia será prescrita depois que todos os resultados são cuidadosamente lidos pelo médico. Normalmente, o tratamento prescrito é dividido em vários métodos.

Métodos de tratamento

Se os testes não mostram resultados positivos para várias doenças infecciosas, processos inflamatórios, o tratamento é prescrito para reduzir o desconforto da coceira e queima após a menstruação. Esse tipo de recomendação inclui as seguintes recomendações:

  • usar roupas íntimas só de algodão
  • lavar cada vaso sanitário após o banheiro e trocar as juntas mais de uma vez por dia,
  • se os genitais estão muito secos, é suposto usar lubrificantes especiais,
  • durante o tratamento da comichão e ardor após a menstruação, recomenda-se não usar sabão e outros detergentes que causam irritação,
  • não coma alimentos condimentados e salgados, não beba bebidas gaseificadas,
  • não visitar banhos e saunas, tomar banhos.

Se após a menstruação os genitais começam a coçar, a sensação de queimação aumenta cada vez mais, e os testes para infecções são positivos, então o médico prescreve o tratamento dependendo da infecção ou inflamação. Tal terapia inclui:

  • com sapinho ou candidíase urogenital, os medicamentos são prescritos para destruir o fungo,
  • Tintura de equinácea, Imunal, supositórios vaginais são usados ​​(na maioria das vezes se manifestam em mulheres que amam doces em grandes quantidades),
  • a tricomoníase é curada por Metronidazol e Trihopol (aparece em amantes de sexo desprotegido),
  • infecção viral é destruída pelo uso de drogas como "Zovirax", "Aciclovir", além disso, usar fundos locais (manifestados em pacientes com imunidade reduzida),
  • preparações vitamínicas, analgésicos são prescritos quando endometrite ou adnexite aparece,
  • inclui também fisioterapia, hirudoterapia, terapia de spa,
  • distúrbios endócrinos são eliminados por medicamentos prescritos pelo endocrinologista (um ginecologista só pode receitar medicamentos para eliminar sintomas locais).

Quando submetidos a tratamento de doenças que envolvem coceira e queima após a menstruação, o paciente deve aderir a certas regras. É necessário obedecer rigorosamente e seguir as instruções do médico. Só neste caso, o resultado da terapia será eficaz e positivo.

No momento do tratamento, a comida é recomendada para ajustar e evitar vários excessos, monitorar regularmente a higiene das áreas íntimas.

Conclusão

O prurido após a menstruação, assim como a queimação, são um sinal chave de que uma mulher tem uma violação no sistema reprodutivo. É melhor não visitar um especialista qualificado para prevenir o desenvolvimento da doença. Uma visita ao médico, teste, tratamento oportuno e bem sucedido dará à mulher saúde e confiança no futuro.

Fazendo um diagnóstico

Recomenda-se ir ao médico quando chegar o sétimo décimo dia do ciclo. Durante o diagnóstico, o especialista atua da seguinte maneira:

  • avalia a condição do segredo dos órgãos genitais,
  • palpação do útero e apêndices,
  • envia o paciente para análise para detectar DSTs,
  • realiza colposcopia,
  • envia o paciente para o ultra-som.

Como posso ajudar?

Com tricomoníase, o metronidazol é prescrito. Para aumentar o efeito da terapia é mostrado Trichopol. É usado simultaneamente com os medicamentos Metronidazol.

Se a coceira foi provocada por um vírus, o médico decide prescrever medicamentos similares ao Aciclovir e ao Zovirax. O uso destes medicamentos é frequentemente combinado com o uso de medicamentos locais.

Quando os distúrbios endócrinos agem como um provocador, o médico toma uma decisão em relação ao tratamento da condição patológica subjacente. Em paralelo, medicamentos prescritos para eliminar os sintomas locais.

Não encontrou a resposta para sua pergunta?

Pergunte aos nossos visitantes e especialistas.

Todas as consultas são absolutamente gratuitas.

© Site sobre o ciclo menstrual

e suas frustrações

Todos os direitos reservados.

A informação é dada apenas para informação geral e não pode ser usada para automedicação.

Não é necessário se automedicar, pode ser perigoso. Sempre consulte um médico.

No caso de cópia parcial ou completa dos materiais do site, é necessário um link ativo para ele.

Causas de violações

Prurido e queimação que ocorrem durante a menstruação podem ter razões frívolas que são muito fáceis de eliminar, ou mais significativas, exigindo intervenção médica obrigatória.

Desconforto pode ocorrer com uma mudança rara de juntas ou o uso daqueles que causam alergias. Roupa de baixo, feita de materiais sintéticos que não permitem ar, pode causar irritação severa. Com a menstruação, quando a pele fica mais sensível, o risco de queima aumenta.

Na maioria das vezes, a coceira é um sintoma de várias infecções:

O desconforto durante a menstruação pode ser causado por distúrbios nos genitais. Erosão do útero, inflamação dos ovários são um fator provocador e alteram a natureza da descarga. Com a liberação de sangue durante e após a menstruação, a irritabilidade aumenta. Coceira pode indicar outras doenças:

  • diabetes mellitus
  • inflamação renal
  • alterações hormonais,
  • doenças do sangue
  • tumor maligno
  • estado mental de uma mulher.

Ao exame, o médico deve prestar atenção a todos os sinais que acompanham a coceira durante a menstruação. Na maioria das vezes é:

  • descarga,
  • queima e secura
  • desconforto urinário,
  • dor durante a intimidade.

Estes são sintomas locais, cuja presença não é suficiente para falar com confiança sobre uma determinada doença. Além destes, as manifestações observadas por outros órgãos devem ser avaliadas.

Se a doença é detectada em tempo hábil, você não pode se preocupar com coceira, como um especialista vai cuidar do seu tratamento.

Como se livrar do desconforto

Sensações desagradáveis ​​podem ser eliminadas quando o motivo da sua aparência é revelado. Estímulos externos podem ser removidos com a observância de regras simples:

  1. Evitar a ocorrência de microflora prejudicial - isso requer lavagem regular.
  2. Altere os absorventes e tampões usados ​​na marca.
  3. Use roupas íntimas de algodão.
  4. Pare de usar sabão e outros produtos que possam causar irritação.

Independentemente das razões pelas quais aparecem coceira e ardor, você não deve ignorar os sintomas desagradáveis, pois podem levar a conseqüências negativas. É melhor ir imediatamente ao médico - ele ajudará a resolver o problema.

Os principais fatores de coceira

Acontece que, após a menstruação, a coceira na zona íntima aparece em muitas mulheres. Em alguns, pode começar desde o primeiro dia de alta, neste caso, a falta de higiene é um fator irritante # 1. Em outros representantes do belo sexo, a coceira na vagina ocorre já no final da menstruação, os motivos que a causam podem ser tanto domésticos quanto patológicos. Segundo especialistas, isso pode ser:

  • higiene insuficiente ou excessiva da zona íntima,
  • desenvolvimento de reações alérgicas a absorventes higiênicos, produtos químicos domésticos (sabão, gel de banho),
  • medicamentos, nas instruções para as quais a coceira que aparece regularmente após a menstruação é um efeito colateral,
  • problemas com peso (seu excesso ou deficiência significativa),
  • uso indevido de produtos depilatórios
  • baixa imunidade.

Existem também causas específicas de natureza doméstica que causam desconforto na zona íntima, por exemplo, má lavagem de água clorada do corpo após visitas regulares à piscina. As mesmas conseqüências resultarão na violação da microflora na vagina devido à ducha freqüente e medicação descontrolada, especialmente antibióticos.

Fibras sintéticas que compõem os tecidos de que a roupa íntima é feita, também podem provocar desconforto na área íntima. Se a coceira surgisse após a relação sexual, então ele poderia ser provocado por uma alergia ao esperma ou a um contraceptivo.

A razão para a ocorrência de desconforto regular após a menstruação em mulheres nem sempre está nos fatores cotidianos, em alguns casos ocorrem doenças graves. Listamos as principais patologias com sintomas de coceira característica após a menstruação:

  • candidíase urogenital,
  • inflamação dos apêndices,
  • papilomavírus humano
  • diabetes mellitus
  • tricomoníase
  • vaginite não específica.

Se uma sensação de queimação na vagina tiver surgido devido à candidíase urogenital, que é popularmente chamada de “afta”, significa que a mulher provavelmente terá imunidade reduzida, contra a qual o fungo do gênero Candida se tornou ativo. Os mesmos sintomas aparecem em mulheres que têm um dente doce, já que esse tipo de fungo "ama" os carboidratos. Sinais adicionais de candidíase: corrimento de queijo, sensações de ardor e prurido na área genital, que ocorrem imediatamente após a menstruação e até mesmo durante a menstruação.

Vaginite inespecífica refere-se à inflamação bacteriana, cujo principal fator desencadeante é o crescimento da flora condicionalmente patogênica no contexto de imunidade reduzida ou higiene insuficiente. Nesta doença, os genitais podem inchar e coçar, e secreção mucosa e purulenta da vagina ocorre.

Com tricomoníase, exceto que é íntimo, aparece secreção amarelada com forte odor, e a micção é acompanhada de sensações dolorosas como a cistite. Nos lábios, nesta patologia, podem aparecer pústulas, sangrando pela menor irritação.

Muito raramente, mas comichão na zona íntima pode ser um sinal de patologia do sistema nervoso ou distúrbio mental, apenas um especialista experiente pode finalmente identificar a causa desta condição.

Consequências

A falta de reação de uma mulher a tais sintomas desconfortáveis ​​pode não só piorar a qualidade de vida, mas também levar a consequências irreparáveis. Especialmente perigosa é a coceira causada por processos infecciosos no corpo, se não tratada a tempo, pode levar à formação de aderências no útero e seus apêndices. Devido a aderências sem medicação adequada, ao longo do tempo, as trompas de falópio podem ficar completamente intransitáveis, o que complica o início da gravidez e contribui para o fluxo ectópico. Por causa de aderências abdominais, problemas podem surgir com o desenvolvimento do feto, o que freqüentemente resulta em seu desvanecimento, isto é, a cessação de seu desenvolvimento.

Diagnóstico

Mesmo que a coceira comece durante a menstruação, um diagnóstico completo só é possível após a conclusão da alta. Para determinar a causa do desconforto na área íntima, o médico pode prescrever os seguintes testes:

  • exame por um ginecologista e um terapeuta. Inicialmente, a condição geral do paciente é avaliada, a aparência de seus genitais e corrimento vaginal,
  • exame dos órgãos genitais internos por meio de palpação,
  • estudos laboratoriais de esfregaço vaginal, hemograma completo e urina. Essas análises ajudam a identificar o processo inflamatório e avaliar seu estágio,
  • Ultrassonografia dos órgãos pélvicos e da cavidade abdominal
  • colposcopia, uma inspeção visual do colo do útero com uma alta ampliação.

Somente após todas as medidas acima mencionadas terem sido tomadas e o diagnóstico ter sido feito, o médico toma uma decisão sobre o método de tratamento do paciente e como eliminar as sensações de coceira.

O método de tratamento usado para eliminar a coceira dependerá do diagnóstico que o paciente deu após todos os exames:

  • em caso de colpite, os medicamentos anti-inflamatórios são prescritos com ducha obrigatória com soluções desinfetantes do tipo clorexidina. A terapia hormonal e antibacteriana pode incluir drogas como Ofor, Terzhinan ou Metronidazole,
  • O sapinho é tratado com drogas antifúngicas, que na esmagadora maioria são destinadas a aumentar a imunidade das mulheres. Para eliminar queimaduras e coceiras, eles usam medicamentos locais na forma de pomadas, cremes e supositórios,
  • A tricomoníase é tratada com metronidazol e a terapia local por especialistas é considerada inútil. Nesta patologia, apenas medicamentos orais são usados,
  • o herpes é tratado com medicamentos antivirais,
  • com adnexite ou endometrite, é necessário o uso de uma terapia complexa, incluindo não apenas analgésicos, antibióticos e vitaminas, mas também fisioterapia.

Somente um especialista pode prescrever tratamento adequado em qualquer uma das patologias listadas acima. O autotratamento pode piorar a saúde do paciente ou remover apenas os sintomas da doença, deixando a causa raiz, que no futuro necessariamente levará a uma recaída da doença.

Com a passagem do tratamento, deve-se observar o repouso sexual, seguir uma dieta alimentar, usar lubrificantes naturais com ressecamento vaginal excessivo e realizar regularmente procedimentos higiênicos.

Informações gerais

Coceira na vagina no final de "dias críticos", por vezes, incomoda as mulheres. Isto pode ser devido à ocorrência de processos patológicos sérios, mas mais freqüentemente as causas do aparecimento do desconforto estão na superfície. Os principais fatores provocadores incluem o seguinte:

  • higiene íntima inadequada,
  • alérgico a sabão ou almofadas,
  • imunidade reduzida
  • hipotermia
  • uso de certas drogas
  • a presença de quilos extras
  • uso indevido de ferramentas de depilação.

Causas específicas de desconforto

Às vezes, as causas da coceira estão associadas a uma visita à piscina. Depois de praticar lá, a mulher precisa remover o cloro de si mesma o mais rápido possível. Outro fator que provoca o aparecimento de coceira vaginal é uma violação da microflora. Esta condição pode ser desencadeada pela ingestão descontrolada de certos medicamentos (antibióticos) e pela ducha frequente.

Coceira também pode ser desencadeada por alergias ao material de que a roupa interior é feita. Recomenda-se abandonar os materiais sintéticos e atlas em favor do tecido de algodão de alta qualidade. Às vezes, a coceira é desencadeada pelo espermatozóide. Sentimentos desagradáveis ​​nesse caso podem ser causados ​​por sexo desprotegido com um parceiro sexual.

Causas de coceira durante a menstruação

Convencionalmente, as causas podem ser divididas entre aquelas que são causadas por doenças dos órgãos genitais (vagina e útero) e aquelas que surgiram como resultado de uma doença sistêmica. Considere os mais comuns.

Esta é a causa mais comum de coceira. A este sintoma acrescenta-se a aparência de abundante secreção espessa (muitas vezes “brega”), que foram perturbadas mesmo antes do início da menstruação. Devido a coçar a membrana mucosa dos lábios genitais e do clitóris, a micção torna-se muito dolorosa (a mulher nota que a urina "coze" os genitais externos), os lábios incham.

Vaginite Gonorréica

A razão para essa condição é o contato sexual com um homem gonococo infectado. Após a infecção, a mulher observa uma vagina com comichão, corrimento vaginal amarelo, com um cheiro desagradável.

A própria menstruação nessa doença pode começar mais cedo e, mais tarde, a gonorreia também pode causar corrimento vaginal durante o período não menstrual. Pode haver um aumento na temperatura, uma diminuição na libido.

Vaginose bacteriana

Esta doença é causada pela bactéria gardnerella, que é ativada quando o equilíbrio da microflora na vagina muda.

Neste caso, além do prurido, observa-se o aparecimento de secreção aquosa com um cheiro muito forte (parecido com "peixe"), que aumenta durante o período menstrual. A gasterelose não é acompanhada de febre e outros sintomas. Mais sobre colpite atrófica.

Adnexite crônica

Inflamação do útero pode causar uma coceira que incomoda uma mulher durante e imediatamente após a menstruação. Isso se deve ao fato de que isso altera o pH da vagina, por causa do qual a descarga irrita suas paredes, causando coceira.

Além da coceira, as mulheres são ocasionalmente perturbadas pela dor no baixo-ventre, uma diminuição no desejo sexual. Juntamente com ataques de dor, a febre também pode ocorrer.

Diabetes

O prurido dos órgãos genitais durante a menstruação também pode ser causado pelo diabetes mellitus, quando a urina rica em glicose (suas propriedades mudam disso) irrita os lábios e a membrana mucosa na área da entrada vaginal.

Esta doença também se manifesta por aumento da sede e aumento da urina, micção noturna. Outros sintomas podem ser constipações frequentes, má cicatrização de feridas e recorrências frequentes de aftas (vaginal e oral).

Doenças do fígado

Às vezes, colecistite crônica ou hepatite pode piorar antes da menstruação ou durante esse período, causando coceira genital. Então outros sintomas são notados:

  • peso no hipocôndrio direito (ocasionalmente - dor),
  • menstruação mais abundante,
  • pode haver sangramento nas gengivas
  • perda de apetite
  • intolerância (ou mesmo nojo) a alimentos gordurosos e fritos,
  • Durante a exacerbação da hepatite, o amarelecimento pode ocorrer ou apenas o branco dos olhos, ou da pele também.

Alergia aos constituintes de tampões ou almofadas

É característico para isto que a coceira só apareça durante a menstruação, desaparecendo imediatamente depois deles ou depois de passar ao uso de almofadas diárias. Se a comichão for um sintoma desta alergia em particular, então uma mudança de produtos de higiene, uma lavagem mais frequente e, mais importante, uma troca de juntas ou tampões para aqueles fabricados por outro fabricante ajudarão a reduzi-la.

O que fazer quando comichão durante a menstruação

O algoritmo de ação para o aparecimento deste sintoma é o seguinte:

  1. Tente usar pads ou tampões de outra empresa, eles precisam ser alterados com freqüência (pelo menos 1 hora em 2 horas), sem esperar pelo preenchimento.
  2. Droga antialérgica: "Erius", "Ceterisin", "Loratadin".
  3. Higiene íntima passa água, uma decocção de sálvia ou camomila.
  4. Excluir da dieta: chocolate, amendoim, frutos do mar, frutas cítricas, frituras.
  5. Dê sangue sobre o açúcar com o estômago vazio pela manhã em qualquer laboratório pago ou gratuito.

No final da menstruação, você precisa entrar em contato com um ginecologista, que irá realizar um exame, fazer os testes necessários e prescrever um ultra-som, colposcopia ou outros estudos. Apenas de acordo com os resultados desse exame, o tratamento é prescrito, o que eliminará exatamente a causa da coceira durante a menstruação.

Pin
Send
Share
Send
Send